mar
10

DEU NO BLOG DE GERSON CAMAROTTI/ O GLOBO

por Gerson Camarotti |

A conversa entre a presidente Dilma Rousseff e peemedebistas na manhã desta segunda-feira (10) foi tensa. No encontro, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, fez questão de relatar à presidente o histórico de desencontros entre o PMDB e o Planalto.

Alves atribuiu à própria presidente Dilma a responsabilidade pelo impasse.

Segundo relatos feitos ao Blog, Henrique Alves foi sincero e disse que o estopim da crise se deu quando Dilma ofereceu ao líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), o Ministério da Integração Nacional.

Henrique Alves disse na reunião que a iniciativa de Dilma provocou grande insatisfação nas bancadas da Câmara e do Senado.

===============================================

DEU NO JORNAL A TARDE (EDIÇÃO ESPECIAL)

PATRÍCIA FRANÇA

A tarde ensolarada daquele domingo em Salvador camuflava o estado de conspiração e tensão política que tomou conta do País. Era cinco de abril de 1964, quatro dias após o presidente João Goulart (PTB) ter seu governo encerrado por força do golpe militar. O então prefeito Virgildásio Senna (PTB) voltava de um almoço com amigos, mas logo seria preso no Quartel da Mouraria e deposto do cargo.

“Cheguei em casa, no Campo Grande, e encontrei a rua cercada por militares do Exército com dois canhões e holofotes enormes. Indaguei a uma pessoa o que estava acontecendo. ´Estão prendendo o prefeito´, respondeu. Me dirigi, então, ao Quartel da Mouraria e o general que me deu ordem de prisão disse: ‘Você está preso porque somos cristãos'”.

A onda de cassações e perda dos diretos políticos iniciada em 1964 – Waldir Pires (PSD) e o deputado federal comunista Fernando Sant´Anna foram cassados e exilados – atingiu lideranças e prefeitos, como Francisco Pinto (Feira de Santana), Pedral Sampaio (Vitória da Conquista), e Herval Soledade (Ilhéus). Os dois primeiros foram eleitos pelo PSD e o último pelo PTB, partidos que enfrentavam a oposição da UDN.

Na Bahia, depois do AI-5, em 1968, a ditadura também cassou os mandatos de 13 parlamentares, entre os quais o médico Luiz Leal (PSD), o jornalista Sebastião Nery (MTR), o jurista Marcelo Duarte (MDB) e o petroleiro Wilton Valença (PSB) – os únicos ainda vivos.

Na madrugada do golpe, o Estado era governada por Lomanto Jr., do mesmo partido de Jango, o PTB, mas que se recusou a assinar o Manifesto dos Governadores do Nordeste, redigido pelo governador de Pernambuco Miguel Arraes (PST), contra o golpe de 1964.

Marcava, assim, a adesão de Lomanto à ditadura que se instalou no Brasil e que durou até 1985 – quando Tancredo Neves (PMDB) disputa eleição indireta, via Colégio Eleitoral, e é eleito o primeiro presidente civil depois do golpe militar.

Conspiração e levante

Em depoimento ao A TARDE, Virgildásio Sena lembrou que, dez dias antes do golpe, Lomanto se reuniu, na Capital baiana, com vários governadores, todos preocupados com o reflexo da crise econômica do governo Jango, sobretudo nos estados mais pobres.

Participaram do encontro alguns dos principais apoiadores e articuladores do golpe, como os governadores de Minas, Magalhães Pinto, e do Rio de Janeiro, Carlos Lacerda, ambos da UDN, e Mauro Borges (PSD) de Goiás.

Magalhães Pinto era candidato à Presidência da República, lembra Virgildásio, e um dos fundadores do Banco Nacional de Minas Gerais.

“Ele soube que a prefeitura de Salvador operava as suas contas no banco e pediu a Pamponet, na época gerente da filial baiana, para marcar um encontro comigo”, relata o ex-prefeito.

O petebista recebeu o governador de Minas no apartamento que ocupava no antigo Hotel da Bahia, no Campo Grande. “Magalhães me convidou para ser o coordenador da sua campanha na Bahia. Disse a ele que fiquei honrado com o convite, mas que precisava refletir. Foi então que o indaguei: ´Como está sua relação com Jango?´. E o governador me respondeu:

– Amanhã irei ao Rio de Janeiro conversar com ele. Direi que eu sou a única hipótese de entendimento entre as forças políticas (que se opunham às Reformas de Base) e ele.
No dia 28 de março de 1964, numa reunião em Juiz de Fora (MG) entre Magalhães Pinto e os generais Olímpio Mourão Filho e Odílio Denys o levante militar foi desencadeado e o golpe efetivado na madrugada de 1º de abril.

Para evitar uma guerra civil, João Goulart preferiu se refugiar no Uruguai, onde pediu exílio político.

Leia integra da reportagem de Patrícia França e do Especial 50 anos do Golpe na edição impressa ( e Online) do jornal A Tarde.

===================================================
BOA TARDE!!!

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS

Equipes de nove países retomaram esta segunda-feira,10, as buscas no golfo da Tailândia do avião das Linhas Aéreas da Malásia, desaparecido há dois dias, com 239 pessoas a bordo.

As autoridades da Malásia desmentiram hoje que tenham sido encontrados restos do avião da Malaysia Airlines, desaparecido no passado sábado, tal como informaram fontes do Vietnam, enquanto procedem com a investigação «sem descartar nenhuma possibilidade».

O diretor geral do departamento de Aviação Civil, Azharuddin Abdul Rahman, disse que 24 aviões e 40 barcos do Vietnam, China, Singapura, Estados Unidos, Indonésia, Tailândia, Austrália e Filipinas participam nas operações de busca no Golfo da Tailândia.

«Lamentavelmente, não encontramos nada que pareça ser do avião nem mesmo o avião», disse Azharuddin, em conferência de imprensa transmitida pelo canal malaio TV1.


Fotografia © Reuters
======================================================

Atleta paralímpico que está acusado da morte da noiva mostrou sinais de grande tensão no tribunal e acabou por vomitar em pleno julgamento.

O atleta paralímpico vomitou em pleno tribunal esta segunda-feira ao ouvir o relato do médico legista Gert Saayma, quando este descrevia a autópsia e o estado em que ficou o crânio de Reeva Steenkamp, a sua noiva, morta a 14 de fevereiro de 2013 depois de disparos feitos pelo atleta paralímpico.

Sentado no banco dos réus, o atleta tentava enxugar os olhos com um lenço enquanto o legista descrevia o estado do crânio de Reeva após receber um tiro. Pistorius cruzou as mãos atrás da nuca, baixou a cabeça e vomitou.

O juiz, refira-se, proibiu a pedido do médico legista que a sessão desta segunda-feira fosse transmitida em direto pela televisão e rádio.

mar
10
Posted on 10-03-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 10-03-2014


=========================================================
Bruno Aziz, hoje, no jornal A Tarde (BA)

mar
10
Posted on 10-03-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 10-03-2014

DEU NO JORNAL O DIA
(aGENCIA EFE)

Rio Grande do Norte – Os corpos de dois homens, de nacionalidade croata e sueca foram encontrados no interior de uma casa na cidade de Genipabu, no Rio Grande do Norte, informaram neste domingo fontes oficiais. Segundo porta-vozes do Instituto Técnico Cientista de Polícia (Itep), o croata Ante Stanic, de 57 anos, e o sueco Faik Nekic, de 78 anos, foram encontrados no sábado só de cueca e com sacos plásticos na cabeça, o que, segundo as autoridades, indica que os homens morreram asfixiados.

Vários moradores relataram à polícia que na casa havia uma mulher, que pode ter facilitado a entrada dos assassinos. De acordo com as investigações, tudo indica que se trata de latrocínio, já que o carro e vários objetos de valor das vítimas desapareceram. As mesmas fontes informaram que parentes das vítimas devem chegar em breve da Europa para iniciar os trabalhos de repatriação dos corpos.

=======================================================

================================================

Armstrong é insuperável. Mas é preciso admitir: o russo Putin não faz feio em sua versão da bela canção americana. Se duvidar, canta melhor que Obama. Confira.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos