mar
04
Posted on 04-03-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-03-2014


=========================================================

Deu no Desfile da Mudança do Garcia, segunda-feira, 3: O velho estilo resistente da Mudança, que agoniza mais noa morre. Foto da jornalista Aurora Vasconcelos, postada no Facebook.

EVOÉ!!!

(Vitor Hugo Soares)

http://youtu.be/sTM1alMkSNo

=================================================
EVOÉ!!!

=================================================

DEU NA COLUNA TEMPO PRESENTE, EDITADA EM A TARDE POR LEVY VASCONCELOS

Lé com cré

O carnaval 2014 marcou a primeira crítica pública pública de ACM Neto a Jaques Wagner, ainda que light.

Ao retrucar a critica de Wagner ao fato de que arrecadou R$ 62 milhões negociando espaços da folia com cervejarias, Neto disse que lamentavelmente o governo não teve a mesma criatividade e lembrou que o nome do Estádio Octavio Mangabeira foi negociado com uma cervejaria ( a Itaipava).

Ponderando que a Itaipava pagou R$ 100 milhões por 10 anos na Arena Fonte Nova e Neto faturou R$ 62 milhões num carnaval, ele ganhou.

mar
04
Posted on 04-03-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-03-2014


================================================
Sid, hoje, no portal de humor A Charge Online


Gilberto Gil é Eduardo e Lídice

==============================================================

Deu na coluna Tempo Presente, de A TARDE, editada pelo jornalista Levy Vasconcelos

Gil com Lídice

Voltando de Recife na noite de domingo onde foi prestigiar a versão pernambucana do camarote Expresso 2222, Gilberto Gil estava no Expresso baiano bem descontraído.
Disse que já definiu o voto na eleição presidencial. Será de Eduardo Campos, segundo ele, para se sequenciar a opção de 2010, quando votou em Marina Silva (que será vice).
E que, por tabela, na Bahia fica com a senadora Lídice da Mata.
– Recentemente eu encontrei Lídice num restaurante e disse a ela: ´Lídice eu estou lhe apoiando´. E ela respondeu: ´Gil, mas só agora você vem me dizer isso¿.´
Gilberto, só para lembrar, foi ministro da Cultura no primeiro governo de Lula e ficou no cargo até meados do segundo.


Wagner e ACM Neto:simpatia quase amor estremecida

=====================================================

TIAGO DÉCIMO (De Salvador)

Agência Estado

O clima de paz e amor instalado entre o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), e o prefeito da capital baiana, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), que chama a atenção desde que o gestor municipal assumiu o cargo no início do ano passado em razão da rivalidade histórica entre seus partidos, foi estremecido neste domingo. Os dois estiveram no Circuito Osmar (Campo Grande), cada um em seu camarote, para acompanhar os desfiles de trios.

O pivô da polêmica foi o estabelecimento, por parte da Prefeitura, da “zona de exclusividade comercial” nos três circuitos da festa. Para obter valores maiores pelas cotas de patrocínio oficial da folia, a administração municipal restringiu o comércio de produtos dentro dos circuitos aos oferecidos pelos patrocinadores. Com isso, arrecadou R$ 45 milhões para a festa, que custa cerca de R$ 28 milhões aos cofres municipais.

Do total arrecadado, R$ 20 milhões vieram de duas empresas de bebidas. Com o investimento, o Grupo Petrópolis, por meio da marca Itaipava, obteve o direito de exclusividade de venda de bebidas no Circuito Dodô (Barra-Ondina) e a Brasil Kirin, com a marca Schin, o monopólio nos Circuitos Osmar e Batatinha (Pelourinho).

O governador fez críticas ao modelo: “(A exclusividade) é uma coisa antipática, vi muita gente reclamar”, comentou Wagner. “Claro que quem paga quer ter direito à exclusividade, mas não é tão simples. É estranho, mas foi o que ele (o prefeito) vendeu para o patrocinador, para arrecadar mais. O governo não vendeu nenhum patrocínio e colocou R$ 62 milhões no carnaval, apenas pelo retorno que ele dá.”

Não tardou para que ACM Neto soubesse das declarações e reagisse. “Lamentavelmente, o governo do Estado não teve a mesma criatividade, o que poderia resultar em outros benefícios para a cidade”, disse. “O dinheiro que a Prefeitura utilizaria para fazer a festa será revertido em mais investimentos para cultura, educação, saúde, mobilidade e outras áreas. Ou seja, Salvador sai ganhando com essa medida, que é inédita.”

Apesar da polêmica sobre a exclusividade comercial, os dois gestores concordaram sobre outra medida tomada pela Prefeitura – e derivada da primeira: o fechamento dos circuitos, com acessos apenas por pórticos nos quais trabalham fiscais da Prefeitura e policiais. “Essa medida passa uma sensação de mais segurança, acho que é um elemento inibidor para quem vem para a festa querendo bagunçar”, disse Wagner. “Nos primeiros dias, a gente teve uma redução significativa dos registros policiais nos circuitos.”

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, nos três primeiros dias do carnaval de Salvador, todos os indicadores de violência sofreram queda, na comparação com os do mesmo período da folia do ano passado. As mais expressivas são as reduções dos casos de furto (40% a menos), de lesões corporais (recuo de 29%) e de roubos (queda de 28,3%).

mar
04
Posted on 04-03-2014
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-03-2014

======================================================

Álbum, Minha Voz, 1982.

Gal Costa – Pegando Fogo
Composição: José Maria de Abreu e Francisco Mattoso

Meu coração amanheceu pegando fogo, fogo, fogo
Foi uma morena que passou perto de mim
E que me deixou assim

Morena boa que passa
Com sua graça infernal
Mexendo com nossa raça
Deixando a gente até mal

Meu coração amanheceu pegando fogo, fogo, fogo
Foi uma morena que passou perto de mim
E que me deixou assim

Mande chamar o bombeiro
Pra esse fogo apagar
E se ele não vem ligeiro
Nem cinzas vai encontrar

EVOÉ!!!

==========================================================


==========================================================

DEU NO BLOG OS INIMIGOS DO REI

JORNAL COMENTADO

UM CARNAVAL DE LIVROS

Tony Pacheco*

Tirei este Carnaval 2014 pra começar a leitura de cinco livros e mostro a quem interessar possa depois que vi um post no Facebook no qual Luís Guilherme Pontes Tavares mostrou um restaurante de Arembepe cobrando 90 reais (sim, NOVENTA!) por duas postinhas de peixe: pensei, poxa!, com este dinheiro se compram três livros excelentes que nos darão dias e dias de muito prazer e, depois, o maior prazer de todos, presenteá-los a alguém ou emprestá-los para que sigam o curso da vida dos livros: ESPALHAR A LUZ NAS TREVAS DESTE MUNDO.
Não vou fazer resenha, pois resenha só é bom depois que a gente acaba de ler. Por enquanto, apenas vou mostrar “meus blocos” de Carnaval:

1) “1889”, de LAURENTINO GOMES
Laurentino, pra quem acompanha o blog, já teve duas obras-primas comentadas aqui: “1808”, sobre a chegada da Família Real Portuguesa ao Brasil e “1822”, sobre a “invenção do Brasil”, também chamada de “independência”. Pelas primeiras (de 418) páginas já lidas dá pra ver que o nosso colega jornalista continua afiadíssimo.
2) “ASSASSINATO DE REPUTAÇÕES”, de ROMEU TUMA JUNIOR
Este livro é assombroso, já li 95 das 560 páginas. É uma resposta deste ex-secretário Nacional de Justiça do governo Lula à campanha sórdida que fizeram contra ele e, de quebra, mostra que JÁ ESTAMOS VIVENDO NUM ESTADO POLICIAL. Acho que vou entender o Brasil atual depois de ler esta obra que é um depoimento ao jornalista Claudio Tognolli
3) “MAMÍFEROS DE LUXO”, de PITIGRILLI
É a minha dose de HUMOR, que faço sempre questão de ter em minhas listas de leituras. Sem humor a vida é bem pior do que já é, portanto, não se deve abrir mão.
4) “DANIELA & MALU – UMA HISTÓRIA DE AMOR”, de DANIELA MERCURY E MALU VERÇOSA
Gosto muito das interpretações de Daniela Mercury e agora resolvi me inteirar do caso de amor dela com a colega jornalista Malu Verçosa. Pelas primeiras páginas lidas (de 194) já estou gostando.
5) “QUANTO MENOS, MELHOR”, de LEO BABAUTA
Como psicanalista de meia tigela que sou, nunca abro mão também de ter um livro de auto-ajuda na lista. Este é mais uma tentativa de nos livrar do ESTRESSE DO MUNDO MODERNO. Vamos ver se Babauta consegue fazer isso em 146 páginas. Depois eu conto se vale a pena.

Pra quem tá começando a seguir o blog agora, uma explicação: nunca leio menos de 3 livros ao mesmo tempo. Tento afastar a chatice que é ficar concentrado em apenas um tema. Assim, fico logo ansioso para mudar de livro e depois ansioso para voltar a um e a outro e, assim, os livros ME EMOCIONAM O TEMPO TODO. Pode ser neurose? Claro que pode!!! Mas é uma neurose enriquecedora e eu nunca sou mais o mesmo depois de uma lista dessas.

Tony Pacheco é jornalista e radialista, formado pela UFBA. Psicanalista formado pela ultraconservadora Sociedade Psicanalítica Ortodoxa do Brasil e cursou Economia nas universidades federais de Juiz de Fora e da Bahia.

  • Arquivos