mar
03
Postado em 03-03-2014
Arquivado em (Artigos) por vitor em 03-03-2014 02:22


Blanchett: conquista e agradecimento a Allen
===================================================

DA REUTERS

LOS ANGELES (Reuters) – A australiana Cate Blanchett ganhou o Oscar de melhor atriz por seu trabalho em “Blue Jasmine”, um filme de Woody Allen, na 86ª cerimônia de entrega do Oscar no Teatro Dolby, em Los Angeles, na madrugada desta segunda-feira.

Em “Blue Jasmine”, Allen retrata a crise econômica na pele de Jasmine (Cate Blanchett), uma mulher que vivia na alta sociedade em Nova York, mas que, depois de seu marido especulador quebrar (Alec Baldwin), se viu obrigada a ir morar com sua modesta irmã na costa oeste dos Estados Unidos.

O filme começa com sua mudança para a casa de Ginger (Sally Hawkins), um pequeno apartamento em San Francisco que Jasmine terá que dividir também com os dois sobrinhos.

Suas malas e o que restou do figurino de grife não escondem o drama maior: a ex-madame arruinada, que, por vários anos, levou vida rica e fácil nas costas do marido, simplesmente vai ter que trabalhar para viver.

Agora, distante de seu luxuoso universo, Jasmine precisará reorganizar toda sua vida. É, compreensivelmente, imenso seu choque cultural com esse mundo suburbano à sua volta, do namorado da irmã, Chili (Bobby Canavale), às clientes do consultório do dentista (Michael Stuhlbarg) em que ela foi aceita como recepcionista.

Ela parece encontrar uma tábua de salvação numa festa em que conhece Dwight (Peter Sarsgaard), um homem rico, bonito, bem-nascido, preparando-se para casar e iniciar uma carreira política. Mas “Blue Jasmine” não é mesmo uma história de fadas e mescla situações cômicas com a carga dramática de uma grande derrocada.

Também concorriam ao Oscar nesta disputada categoria as atrizes Meryl Streep, por “Álbum de Família”, Judi Dench, por “Philomena”, Sandra Bullock, por “Gravidade”, e Amy Adams, por “Trapaça”.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos