fev
27
Postado em 27-02-2014
Arquivado em (Artigos) por vitor em 27-02-2014 01:11

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, elevou hoje para mais de 50 o número de mortos na sequência dos protestos que desde há 14 dias a oposição organiza em várias localidades do país.

“São mais de 50 mortos, produto das barricadas e das ‘guarimbas’ (estratégias e locais dos protestos)”, disse Maduro.

O Presidente da Venezuela falava para milhares de agricultores e pescadores que marcharam desde a avenida Libertador de Caracas (centro) até ao palácio presidencial de Miraflores para “semear paz e colher vida”.

Nicolás Maduro disse que na terça-feira “morreu uma senhora de 84 anos, aqui numa urbanização do leste de Caracas, porque a mantiveram sequestrada numa ‘guarimba’ durante três horas e morreu no carro da sua família”.

Na quarta-feira, na cidade de Valência, 150 quilómetros a oeste de Caracas, morreu “um motociclista que vinha do trabalho, escorregou no óleo queimado (jogado na estrada) e bateu contra umas barricadas incendiadas”.

“Enquanto estamos a trabalhar, todos estes atos de violência continuam a produzir mortos do fascismo. CNN e as agências internacionais dizem que este é um governo repressivo, mas não dizem que quem viola os direitos humanos são pequenos grupos que queimam, que atacam, não dizem nada disso”, disse.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2014
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    2425262728