PF em operação no sudoeste baiano:13 presos

DEU NO UOL/FOLHA

Uma operação em Vitória da Conquista e outras nove cidades no sudoeste da Bahia cumpre 13 mandados de prisão temporária e 36 mandados de busca e apreensão na manhã desta terça-feira (18).
Realizada pela Polícia Federal da região, a Operação Granfaloon busca prender ex-prefeitos, empresários, ex-secretários municipais e ex-vice-prefeitos acusados de fraudarem licitações e desviarem recursos federais para as áreas de saúde, educação e transporte. As motivações, ao que tudo indica, seriam irregularidades em cooperativas de serviços de saúde da região, em cidades como: Anagé, Caraíbas, Belo Campo, Tremedal, Bom Jesus da Serra, Poções, Encruzilhada, Planalto, Paramirim, Ribeirão do Largo.

De acordo com a polícia, um grupo de empresário se vinculava a prefeitos dos municípios para fraudar contratos de prestação de serviços de transporte escolar e transportes diversos na região sudoeste, assim como contratos de prestação de serviços de gestão dos serviços de saúde municipais.

A quadrilha simulava a existência de licitações e contratava empresas de fachadas que não tinham empregados, patrimônios e sedes. A Polícia Federal estima que foram desviados R$ 60.879.949,00 dos cofres públicos durante os anos de 2008 e 2012.

As buscas e apreensões nas cidades de Belo Campo, Bom Jesus da Serra, Dário Meira, Encruzilhada, Paramirim, Poções, Planalto, Ribeirão do Largo, Tremedal e Vitória da Conquista.As investigações começaram depois que relatórios da Controladoria Geral da União apontaram o desvio e apropriação indevida de verbas públicas federais.

A Operação resultou na prisão de quatro ex-prefeitos de municípios da região Sudoeste: Tremedal (José Bahia), Caraíbas (Norma Suely), Bom Jesus da Serra (Edinaldo Meira, conhecido como Gazo) e Anagé (Elbson Soares, conhecido como Bibi).
Segundo o delegado chefe da delegacia, Rodrigo Kolbe, a operação resultou, no total, de 13 prisões, incluindo, ainda, o ex-vice-prefeito de Belo Campo, Henrique Tigre, e o presidente do PSB de Conquista, Dr. Elve Cardoso.

O delegado ainda explicou que a solicitação destas prisões é uma questão emergencial para ajudar nas investigações. “Existem a possibilidade deles serem liberados num prazo mínimo de dois dias, por exemplo, ou ficar mais tempo”, disse.

As motivações, ao que tudo indica, seriam irregularidades em cooperativas de serviços de saúde da região, em cidades como: Anagé, Caraíbas, Belo Campo, Tremedal, Bom Jesus da Serra, Poções, Encruzilhada, Planalto, Paramirim, Ribeirão do Largo.

Os acusados responderão pelos crimes de fraude em licitações, desvio de verba pública e formação de quadrilha. O resultado da Operação Granfaloon foi apresentado em uma coletiva na sede da Delegacia da Polícia Federal em Vitória da Conquista.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2014
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    2425262728