=====================================================

Será cremado, às 11h30min desta sexta-feira (23), no cemitério Jardim da Saudade, o corpo do consagrado jurista baiano Luiz Pinho Pedreira da Silva, que morreu na tarde de hoje (22), em casa, aos 97 anos, de falência de múltipla órgãos.

Intelectual, professor e especialista em Direito do Trabalho – além de figura humana especial – publicou diversos livros nesta área, como “A Gorjeta” e “Danos Morais”. Foi procurador e juiz do Trabalho, tendo assumido os cargos de procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Bahia e de presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região. Chegou também a exercer o cargo de ministro convocado do Tribunal Superior do Trabalho.

“Mestre Pinho”, como carinhosamente era tratado pelos parentes, amigos, colegas e alunos, era presidente de honra do Clube Inglês, local que considerava como sua segunda casa, e integrava, dentre outras entidades, a Academia de Letras Jurídicas do Brasil, a Ordem dos Advogados do Brasil, a Academia de Letras Jurídicas da Bahia e o Instituto dos Advogados da Bahia.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos