jan
18
Postado em 18-01-2014
Arquivado em (Artigos) por vitor em 18-01-2014 15:54

======================================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

Perla Ribeiro

Se alguém ainda tinha dúvida de que 13 é um número cabalístico, esqueça. Treze de junho é o dia que cerca de 50 mil torcedores vão à Fonte Nova assistir ao primeiro jogo da Copa 2014 em Salvador, entre Holanda e Espanha. É nesse mesmo 13 que, repetindo uma tradição secular, milhares de católicos vão celebrar o casamenteiro Santo Antonio. E depois de 13 anos de espera, numa sexta-feira 13, com a bênção de Santo Antônio, o metrô deve entrar de vez nos trilhos e realizar a sua primeira operação assistida.

A informação foi confirmada nesta sexta (17) pelo diretor presidente da CCR Metrô Bahia, Harald Peter Zwetkoff, durante almoço com jornalistas. “Isso é um pedido do poder concedente. Ele quer no dia do primeiro jogo da Copa do Mundo. Aqui na Bahia dizem que o importante não é isso, é que é Dia de Santo Antônio, mas, por coincidência, é também dia de jogo da Copa do Mundo”, brinca o executivo.

Metrô de Salvador tem data anunciada para entrar nos trilhos: sexta-feira (13), de Junho (Foto: Britto Jr)

No período de operação assistida, que prossegue até 15 de setembro, data em que o metrô entra em operação comercial, os trens vão circular com um volume menor de passageiros (250) do que sua capacidade (1.000), sem regularidade de horários e não será cobrada passagem.

No início, os trens vão funcionar durante quatro horas por dia — nas estações serão fixadas tabelas com os horários. Aos poucos serão ampliados o horário e a oferta de trem. Já a partir de maio, já será possível ver os trens circulando nos trilhos, na fase de teste para a operação assistida. Nessa etapa, sem passageiros.

Como a obra ficou muito tempo parada, há muito o que fazer. Para dar conta disso, além dos 800 funcionários que já estão trabalhando, serão contratados mais 2.600 até junho. “A maior parte dessas vagas é para funções ligadas à construção, como pedreiro, armador, carpinteiro, ajudante, encarregador de obras, montador, soldador”, listou. O consórcio CCR investe em duas vertentes de trabalho: a construção da linha do Acesso Norte até o Retiro e depois até a BR 324; e também na revitalização do que já estava pronto.

Essa semana, por exemplo, eles já começaram a testar o sistema elétrico. A próxima etapa, que já está em andamento, é desmontar os trens e checar cada item, revitalizar as estações, avaliar as condições dos trilhos. Também foi realizada uma ultrassom nos seis quilômetros de trilhos que ligam a Lapa ao Retiro para diagnóstico das suas condições. “Foram detectados vários pontos que a gente vai ter que fazer solda”, destacou.

Além disso, como o trem é elétrico e os trilhos estão enferrujados, é necessário então polir para garantir o contato elétrico.

Só depois de todos os ajustes realizados é que será possível andar com o trem. O modelo de trem adotado tem quatro carros, cada um com seis portas, e vai trafegar a uma velocidade média de 36 quilômetros por hora.

“Para poder andar com segurança e alguém dentro, tem que rodar muitos dias antes para garantir a operação”, disse Harald. Um cronograma realizado pelo grupo de trabalho aponta 1.400 atividades que precisam ser realizadas. O número pode até assustar, mas com Santo Antonio na causa, a graça há de ser alcançada.

Depois, os baianos vão precisar direcionar as preces a outro santo. É que a segunda etapa, que liga o metrô até Pirajá, está prevista para começar a operar comercialmente no dia 15 de janeiro. Dessa vez, sob as bênçãos do Senhor do Bonfim ou de Oxalá.
publicidade

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos