============================================================

DEU NO PORTAL DE A TARDE

Da Redação,

informações de Anderson Sotero e Fernando Duarte

Diversas autoridades e políticos marcaram presença na festa do Senhor do Bonfim, nesta quinta-feira, 16, em Salvador. O prefeito ACM Neto, que realiza o percurso de oito quilômetros todos os anos, e a vice-prefeita Célia Sacramento foram os representantes do poder público municipal que seguiram da Conceição da Praia com destino à Colina Sagrada.

Do lado do governo estadual, o governador Jaques Wagner iniciou o desfile acompanhado pela mulher, Fátima Mendonça, e pela ministra da Cultura, Marta Suplicy. Entretanto, o governador abandonou o cortejo no Mercado Modelo e retornou na altura da Vila Militar, para assim subir a Colina Sagrada.

“É uma grande demonstração de devoção e fé. Creio que esta é uma das maiores do Brasil, ainda mais agora que foi reconhecida como Patrimônio Imaterial. Vim pedir energia, proteção e esperança, para que a gente possa caminhar em 2014 e fazer um ano melhor para os baianos. Essa é a força da fé, que movimenta tanta gente assim. Parabéns aos baianos, ao padre Edson e a nós, que caminhamos para pagar os pecados afirmou o governador.

O prefeito de Salvador, protagonista na decisão sobre o nome que concorrerá ao governo, foi muito cortejado por populares e políticos presentes.

No início do desfile, os principais nomes cotados, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), o ex-governador Paulo Souto (DEM), o ex-prefeito de Mata de São João, João Gualberto (PSDB), além do secretário municipal de Urbanismo e Transporte de Salvador, José Carlos Aleluia (DEM) acompanharam o prefeito de Salvador na caminhada.

ACM Neto, que sempre parava para tirar fotos com populares, manteve o clima de indefinição no ar. “Só depois do Carnaval que vamos anunciar o candidato”, disse, brevemente.

Ao chegarem à Igreja do Bonfim, as autoridades se reuniram e cantaram o Hino em Louvor ao Senhor do Bonfim.

Be Sociable, Share!

Comentários

Rosane Santana on 16 Janeiro, 2014 at 19:22 #

Fato curioso: a foto da comitiva dirigente passa a impressão de que Neto ( mangas arregaçadas) seria do Pt e os demais do Dem, se o visual fosse a única referência. Um mimetismo de classe? Salvo, claro, a quatrocentona paulista Marta Tereza Smith de Vasconcelos Suplicy. Freud explica. Marx Tb já falou sobre o fenômeno, a seu modo.


luís augusto on 16 Janeiro, 2014 at 22:28 #

Uma foto inimaginável em cortejos até uns dez anos atrás. Na acepção da gíria, só tem bandido.
Neto reverte a imagem de truculência do carlismo. Wagner confirma sua política de boa paz e se preserva dos radicalismos num momento de fragilidade.
O futuro está obviamente mais pra Neto, Wagner já navega em águas mais indefinidas. Se perder a eleição, não sei, não…


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos