========================================================

DEU NA COLUNA DE FELIPE PATURY – REVISTA ÉPOCA

Leonel Rocha

Com uma fissura em um dos ossos do pé que o deixou de bota ortopédica por alguns dias, o governador da Bahia, Jaques Wagner, vai limitar a alguns metros sua participação na caminhada em homenagem ao Nosso Senhor do Bonfim, nesta quinta-feira, em Salvador. Ele vai andar o tempo necessário para mostrar seu candidato ao governo, o deputado petista e secretário Rui Costa, e tomar o tradicional banho de água de cheio oferecido pelas baianas do candomblé. A festa foi tombada nesta quarta-feira pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, como patrimônio imaterial brasileiro. Ela estará na festa de amanhã. A caminhada do Bonfim é a manifestação religiosa com maior participação de políticos em uma espécie de desfile “pagão” de candidatos. A festa, que é um cortejo de 8 km entre duas igrejas católicas, vai reunir os petistas e aliados no governo Wagner – PP, PDT, PSD e PR, entre outros – e da oposição – PMDB, DEM, PSB e tucanos e seus pré-candidatos Geddel Vieira Lima (PMDB), Paulo Souto e José Carlos Aleluia, pelo DEM, o tucano Antônio Imbassahy e a socialista Lídice da Mata.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos