Manoel Ribeiro Filho:o homem da ponte
===========================================


===============================================

DEU NO METRO1

O apresentador Mário Kertész comentou nesta quarta-feira (15) sobre as mudanças no secretariado do governo Jaques Wagner (PT), anunciadas ontem. Para Mário, a grande surpresa ficou por conta da indicação do engenheiro Manoel Ribeiro para substituir Cícero Monteiro no comando da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). “A saída de Cícero Monterio era esperada desde o final do ano passado, mas o processo foi sendo cozinhado. Com a vinda de Manoel Ribeiro fica claro que o governo quer acelerar as obras e colocar a Conder para funcionar em outro ritmo”, analisou.

Ainda segundo MK, a substituição de Monteiro por seu chefe de gabinete, anunciada anteriormente, não representava uma mudança efetiva. “Já Manoel Ribeiro é um engenheiro e executivo treinado, fez parte da OAS durante muitos e anos e já foi secretário de Finanças de Salvador na desastrosa administração de Fernando José. Este é o ponto mais importante desta reforma feita pelo governador”, afirmou.

Kertész destacou a força do deputado federal Félix Mendonça Júnior (PDT) ao conseguir emplacar a irmã, a ex-vereadora de Salvador Andréa Mendonça para a secretaria de Ciência e Tecnologia (Secti) no lugar de Paulo Câmera. “Com essas mudanças, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, não foi agraciado, aumentando o prestígio de Félix Mendonça Júnior, inclusive com o afastamento do secular presidente do PDT, Alexandre Brust”, opinou.=====================================================

BAHIA EM PAUTA COMENTA:

Na política e na administração pública ( na vida, também) memória é essencial. Bem lembrado, e de interesse público, o rápido e agudo perfil do novo secretário de Desenvolvimento Urbano do governo de Jaques Wagner (PT) , Manoel Ribeiro Filho, em especial as vinculações do novo secretário com a empreiteira OAS e o desastroso governo de Fernando José à frente da prefeitura de Salvador.

Vale lembrar ainda: Manuel Ribeiro Filho, diretor da construtora OAS, é irmão mais novo do escritor João Ubaldo Ribeiro, adversário de peso nacional da prieira hora, da do projeto do governo petista de Jaques de construir uma ponte farônica e de gastos bilionáros ligando Salvador à Ilha de Itapatrica. Foi o novo secretário do governo quem abriu guerra retórica contra o irmão, em defesa da construção da ponte,

A OAS já tem estudos e projetos em desenvolvimento para a ponte. O governador Jacques Wagner lançou em janeiro do ano passado um convite público para que pessoas físicas e jurídicas manifestassem interesse em realizar a obra. A OAS já está no páreo. Para o irmão caçula do escritor, é natural que ambos pensem diferente, apesar de terem tido a mesma formação.

“Nós tivemos uma discussão bastante cordial via email”, contou na época Ribeiro Filho. “Minha relação com ele é bastante cordial. Cada qual no seu ponto de vista. Eu sou engenheiro, sou executivo, ele é intelectual. Ele é bem mais velho do que eu, então eu convivi pouco, na casa paterna, com ele. Então, cada qual tem sua vida. Claro, temos relação totalmente cordial, mas cada um pensa de uma forma. E eu acho que é muito natural que as pessoas pensem diferente”.

OK, pode ser. O que pensa , e escreve, João Ubaldo, todo mundo ( o mundo mesmo, na acepção do termo) sabe. E admira.

Agora chegou a hora de todo mundo saber o que pensa e, principalmente o que fará, Manoel Ribeiro Filho, no governo Wagner.
A conferir.

(Vitor Hugo Soares)

Be Sociable, Share!

Comentários

jorge bastos on 11 julho, 2014 at 18:17 #

nós já entramos em 2014, cehgamos em meados de 2015 e a ponte ainda não saiu do papel!!!
Isso por que ainda voce não o JORGE BASTOS ao seu lado.

Contrate-me e verá que sai.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos