========================================================


Marco Prisco, lider dos PMs:
vingança de rinocerontes
===========================================================
==================================================

DEU NO BLOG OS INIMIGOS DO REI

JORNAL COMENTADO

“Festa nos quarteis”
(“Correio”)
“MPF quer ressarcimento de R$ 15 milhões por greve da PM em 2012”
(“A Tarde”, on line)

No apagar das luzes do governo Wagner/PT, a Bahia assiste à maneira sutil dos rinocerontes de lidarem com o caso da segurança pública. Num mesmo dia, a assessoria do governo do estado distribui à mídia nota dizendo que o governador estuda, para os próximos meses, se vai conceder aos soldados o mesmo direito dos oficiais de se aposentarem com uma patente acima. Explico pra quem não entende. Se você é capitão PM, por exemplo, ao se aposentar, automaticamente é promovido a major, a patente acima, e, assim, seu soldo não virará pó com o efeito inflacionário, como acontece conosco, os comuns mortais.

Eu sou um destes comuns mortais.

Graças aos presidentes Fernando Henrique Cardoso/PSDB, Lula e Dilma (PT), minha aposentadoria, dentro de pouquíssimo tempo, não vai dar pra colocar gasolina no carro, porque é corrigida abaixo da inflação real todos os anos. Pois então, até agora, 7 anos e meio de governo Wagner, quando um soldado PM aposenta, ele continua recebendo O MESMO PROVENTO DE SOLDADO, vale dizer, em poucos meses estará recebendo é quase nada.

E neste apagar das luzes, lá para maio, pensando em implantar na véspera da eleição de outubro, o governo estadual pode até conceder este “prêmio” aos soldados, mas cuja conta ficará para o próximo governador pagar. Não é lindo? Digam a verdade: após 8 anos se implementa uma medida que DEVERIA ESTAR IMPLANTADA HÁ 80 ANOS, e, mesmo assim, se deixa a conta pro próximo. Este foi O BEIJO.

Agora, vamos à FACADA.

No mesmo dia, anuncia-se que o Ministério Público Federal (MPF), está a exigir da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra), presidida pelo vereador soldado Prisco, do PSDB, uma “indenização” pela greve realizada pela PM em 2012, que, junto com a greve dos professores, custou ao PT a Prefeitura de Salvador, ganha pelo DEM justamente na onda de indignação de mestres e policiais contra a intransigência do governo do PT. E quanto é a “indenização”? Nada mais nada menos que uma MegaSena acumulada de R$15 milhões. Pelas notícias nos jornais, não fica claro como o MP Federal chegou a este número, mas, claro, confiamos que os cálculos devem ser estar corretíssimos. Outra exigência, é que a Aspra seja DISSOLVIDA. Sim, é isto que todos estão lendo. DISSOLVIDA. Alega-se que policial “não pode fazer greve”.

Ora, até as viaturas sem combustível da PM sabem que na História da Humanidade, greve de nenhuma categoria é reconhecida pelo Estado. Nos EUA, no séc. XIX, precisou que um grupo de operários anarquistas fossem massacrados pelo Estado Americano em Chicago para que o direito de greve dos operários fosse reconhecido, dando origem à comemoração mundial (menos nos EUA, claro!) do dia Primeiro de Maio como Dia Internacional dos Trabalhadores. Aqui no Brasil, a ditadura militar (1964-1985), que está fazendo 50 aninhos, NÃO RECONHECIA O DIREITO DE GREVE NEM ÀS BABÁS, quanto mais… E o próprio ex-presidente Lula/PT foi pra cadeia por fazer greve. E ele não era policial (pelo menos que se saiba), era um operário metalúrgico. Portanto, policial não poder fazer greve é o mesmo que dizer, NESTE MOMENTO, NÃO PODE, MAS SE AS INJUSTIÇAS GRITAREM, TODOS FARÃO GREVE, SEJA PERMITIDO OU PROIBIDO. É assim na História da Humanidade, não será diferente aqui e agora.

Mas, quem somos nós para discutir preceitos legais. Deve estar tudo certo, né mesmo? Ah, se está tudo certo, então vamos ver aonde isso vai dar…

Tony Pacheco é jornalista-radialista profissional formado pela UFBA, estudou Economia na UFJF e na UFBA e Psicanálise na SPOB.

Be Sociable, Share!

Comentários

wagner on 11 Janeiro, 2014 at 12:14 #

é facil de resolver estes impasses. Vamos cumprir sempre as leis, agora, que o governo tbm o faça. Deixe de ser intransigente , irresponsável e fazer o que deve ser perante o estatuto


Washington Pêpe on 12 Janeiro, 2014 at 13:58 #

“quando um soldado PM aposenta, ele continua recebendo O MESMO PROVENTO DE SOLDADO”. Me parece que o Tony Pacheco não conhece muito bem o Estatuto dos Policiais Militares.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos