dez
28


=====================================================

CRÔNICA/ ANO VELHO, ANO NOVO

Andar com Fé

Maria Aparecida Torneros

Nas vezes em que já fui a Salvador, amarrei sempre fitinhas do Senhor do Bonfim, no pulso e fiz os três tradicionais pedidos em segredo. Questão de fé. Questão de cultura popular. Questão de humanidade delicada. Pensar o positivo é esperar que o melhor aconteça e que haja superação nas dificuldades.

Quando a fitinha arrebenta , diz a lenda, o que se pediu, acontece! Mas, é preciso aceitar que nem sempre as coisas se resolvem exatamente como se clamou porque o secreto, o mistério, o capricho do destino, o imponderável, todos juntos, podem desviar desejos e contrariar expectativas.

Porém, a cada novo pedido, o bom é renovar a propria fé que é inerente até aos que só crêem na ciência, na pesquisa e no ceticismo. Há que ter fé, principalmente quando um mundo se transforma climaticamente e os humanos se dão conta do seu desrespeito à natureza que responde naturalmemte, redundantemente.

Mundo poemado, Drummond resumiu: mundo, vasto mundo, se eu me chamasse Raimundo, seria uma rima e não uma solução! Sim, poeta mineiro, carioca, brasileiro, baiano, é dia de pedir ao Senhor do Bonfim e de agradecer tudinho. Cada respiração, cada afeto, cada dorzinha superada, tanto reencontro, tanta oração e a chance da velha eboa esperança, no ano que chamamos Novo, aquela virada daboa fé, do pé direito, das 7 ondas e seus pulinhos, do sorriso, dos fogos de artifícios, iluminando caminhos, quaisquer que sejam, desde que os trilhemos com a coragem de enfrentar a vida, amarrando fitinhas coloridas, nos pulsos, nas grades da igreja, na alegria de festejar o reveillon!
Vou festejar em Copacabana na noite de 31 de dezembro, mas, hoje, ultima sexta de 2013, meu coração está com o Bonfim, e, agradeço tanto, peço outro tanto e renovo minha fé na Vida! Feliz 2014, que está vindo, com amor, dentro de mim, em cada coração que sintonizo, e, por um pedido que fiz a Santo Antonio, em Pádua, na Itália, em 2011, não é que o santinho português está trazendo de avião, no dia 30 , ahhh, o Antoine que não vejo há 4 anos e meio?

Merci aos dois, Bonfim e Antonio, juntos, mexeram os pauzinhos na intrincada organização do céu e resolveram me dar de presente , uma passagem de ano com amor, alegria, e sobretudo, fé, minha gente, de repente, desencalho! Bom humor, e vamos atravessar o tempo, com alma plena de esperança de um mundo mais justo e bem mais amoroso! E, pra rimar com o poeta, Mersim, Merci, Bonfim, aqui, é isso aí!

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro , edita o Blog da Mulher Necessária, onde o texto foi publicado originariamente.

Be Sociable, Share!

Comentários

Cida Torneros on 29 dezembro, 2013 at 9:09 #

Feliz 2014 ao meu amigo Vitor Hugo, Margarida e toda a turma do BP! Muito axé e muito Amor no ano novo! Bjs e abraços! Obrigada, sempre, pelo carinho!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2013
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031