Nadeja:denúncia na saída da colônia penal russa

================================================================

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA

“A Rússia é construída sob o modelo de colônia penal”, afirma Nadeja Tolokonnikova, da banda Pussy Riot ao deixar presidio na Sibéria

” A Rússia é construída sob o modelo de colónia penal e é por isso que é importante mudar as colónias para mudar a Rússia a partir do interior”, disse esta segunda feira, 23, Nadeja Tolokonnikova, o segundo membro da banda Pussy Riot a ser hoje libertada. Detida em Krasnoïarsk, na Sibéria oriental, Tolokonnikova junta-se assim a Maria Alyokhina, que foi posta em liberdade algumas horas antes.

A libertação de Tolokonnikova, de 24 anos de idade, foi confirmada pelo marido desta, Piotr Verzilov, através da sua conta de Twitter.

As duas jovens foram condenadas a dois anos num campo de detenção por “holiganismo” depois de, em fevereiro de 2012, terem feito uma “oração punk” contra o Presidente russo Vladimir Putin na catedral do Cristo Redentor em Moscovo.

Apesar de a pena só estar cumprida em março de 2014, as duas jovens russas beneficiaram da amnistia aprovada na semana passada pelos deputados russos por ocasião dos 20 anos da Constituição russa.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2013
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031