===========================================

Do disco Tom Zé: Imprensa cantada

Carla Villar, na área de comentários do Youtube

“Você é maravilhoso Tom Zé! Adorei a versão, a interpretação, o arranjo, amei tudo né!”

Pode apostar.

A interpretação também é simplesmente genial. Confira

(Vitor Hugo Soares)

=============================================================

DEU NO PORTAL METRO1

A seleção feminina de handebol conquistou um título inédito para o Brasil. Disputado em Belgrado, na Sérvia, as meninas venceram os donos da casa na final por 22 x 20 e cravam seus nomes na história do esporte mundial. A vitória diante das sérvias foi a segunda no Mundial da seleção comandada por Marten Soubak, a nona em nove jogos na competição. A atleta do Brasil Duda foi eleita a melhor jogadora da competição. Mais cedo, a Dinamarca bateu a Polônia e garantiu o bronze.

http://youtu.be/t1Xc9azu_O0

==========================================================

“Chove inconsequente na província”, como nos versos do saudoso poeta baiano Carlos Sampaio. Em casa, espero a taça de vinho antes do almoço, enquanto cavo notícias para este site blog baiano plugado no mundo. Na sala, no comando do som, Margarida opera a sua farta, variada e valiosa discoteca de sucessos natalinos e de Ano Novo, e faz Doris Day renascer e cantar. Lindamente.

Quem pode querer mais? Confiram.

Vai como mensagem de Natal e de Boas Festas para todos os leitores e ouvintes do BP.

(Vitor Hugo e Margarida)

=========================================================

DEU EM A TARDE

Em menos de um ano após ter assumido o comando da prefeitura de Salvador, ACM Neto pretende apresentar para a cidade a solução para um dos problemas mais aparentes na orla marítima. Diz, com exclusividade para a reportagem do A TARDE, durante uma entrevista de balanço do início de mandato, que o imbróglio que impedia a reforma do Aeroclube já está resolvido. O anúncio oficial será feito pelo grupo de investidores, encabeçados pelo Grupo Jereissati, no início de janeiro.

Entre a reconstrução do centro de lazer e as contrapartidas exigidas para o acordo, serão investidos R$ 200 milhões. Direto nas respostas, o prefeito diz que o equilíbrio nas contas foi o grande feito do primeiro ano, mas se reconhece distante do objetivo ao disputar a eleição.

Sonha “deixar um legado” para a capital. “Eu tenho certeza de que a entrega que eu posso oferecer a Salvador, no fim de quatro anos, vai mudar a realidade da cidade”, diz.
Neto fala com um sorriso que não suporta desperdícios. As luzes do gabinete, no Palácio Thomé de Souza, foram acesas antes das 17 horas excepcionalmente para facilitar o trabalho do fotógrafo.

É assim, controlando os mínimos gastos, que ele pretende aproveitar o aumento nas receitas previstos para o ano que vem para tentar melhorar as condições de vida em Salvador. Confira os principais trechos da entrevista, em que ele fala ainda sobre política e o uso do solo de Salvador.

Algumas das principais notícias relacionadas à prefeitura este ano foram de cortes em despesas e estratégias para aumentar as receitas. Fechar as contas foi o principal desafio?

Sem dúvida. Já na campanha de 2012, quando era perguntado qual seria a minha primeira tarefa caso fosse eleito, dizia que era colocar ordem na casa. Recebemos o município com mais de R$ 3,5 bilhões em dívidas. Com um déficit no orçamento deste ano de mais de R$ 500 milhões. O município tinha 173 itens de inadimplência, que impedia a cidade de firmar convênios e receber recursos federais e estava completamente desacreditado com os fornecedores. Fomos rigorosos na aplicação do recurso público, revendo gastos, otimizando contratos, e do outro lado procuramos apertar o cerco a sonegadores e tornar mais efetiva a capacidade de arrecadação do município. Isso nos permitiu encerrar 2013 no azul.

Quanto é que vai sobrar?

Nós estamos encerrando com dinheiro em caixa que nos permite, nesta virada de 2013 para 2014, um plano de investimentos na cidade de aproximadamente R$ 400 milhões. É fruto do equilíbrio nas contas. O desafio para 2014 é dar o novo quadro orçamentário para a cidade. Nos últimos anos, a cidade vem registrando um percentual de investimentos com recursos próprios em torno de 2%. Nós pretendemos investir 18% em 2014, o que será um salto. Nós vamos aumentar a receita, mas estou sendo muito seguro para evitar o aumento do custeio.

Então os servidores municipais não devem esperar um grande aumento, correto?

Em 2014, a gente quer ter duas marcas importantes em relação aos servidores. Em primeiro lugar, pretendo implementar o plano de cargos e salários da prefeitura. O segundo objetivo é estabelecer uma política de meritocracia. A gente quer estabelecer parâmetros para cada área, e eu pretendo convencionar uma política de remuneração variável para reconhecer a produtividade e o resultado de cada órgão do município. Tem uma outra, que estou aguardando apenas a votação da Câmara Municipal, que pretendemos implementar já no ano que vem, que é o plano de saúde dos servidores.

Leia a entrevista de ACM Neto, na íntegra, na edição impressa deste domingo(22) do jornal A Tarde. Nas bancas.

dez
22
Posted on 22-12-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 22-12-2013


=========================================================
Xalberto, hoje, no portal de humor A Charge Online

=============================================================

DEU NO IG

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), deverá devolver o valor gasto com o uso de avião da Força Aérea Brasileira (FAB) em seu deslocamento de Brasília para o Recife na última quarta-feira, dia 18, segundo informou neste sábado, 21, sua assessoria de imprensa. Renan viajou para a capital de Pernambuco com o objetivo de fazer um implante de cabelo e não tinha compromissos oficiais naquela data.

De acordo com dados do site da FAB, o presidente do Senado saiu de Brasília às 22h15 e chegou a seu destino às 23h30. A aeronave levou outros quatro passageiros, provavelmente convidados de Renan, uma vez que não há registros de que o voo tenha sido compartilhado. O senador informou à FAB que a viagem era “a serviço”. O uso da avião da FAB para fins particulares foi revelado hoje pela coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.

Um voo de Brasília para Recife, em avião comercial, nessa alta temporada, custa no mínimo R$ 1 mil. A FAB ainda não divulgou se Renan também usou a aeronave da Força para retornar de Recife a Maceió, onde tem casa.

É a segunda vez neste ano que o presidente do Senado utiliza um avião da FAB em compromissos particulares. Em junho, ele pegou carona para ir ao casamento da filha do líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), em Trancoso, Bahia. Após o fato ser revelado pela imprensa, Renan devolveu o dinheiro aos cofres públicos.

Ministros do governo Dilma e outras autoridades mantêm o hábito de usar os aviões da FAB para retornar a seus Estados, embora um decreto de 2009, assinado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, autorize o uso de voos comerciais em deslocamentos para casa. Para evitar mais gastos, a presidente Dilma Rousseff já orientou ministros que moram nos mesmos Estados a compartilharem os voos da FAB em suas viagens de ida e volta para Brasília.

Na última quinta-feira, 19, das 10 viagens registradas no site da FAB, seis levaram ministros e o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para os Estados onde mantêm residências. O site da FAB diz que essas viagens foram “a serviço”.

ETERNAMENTE ESPANHA! ETERNAMENTE ROCIO!

BOM DOMINGO!

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos

  • dezembro 2013
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031