Evaristo na ALBA: o título merecido da Bahia
==================================================

DEU NO PORTAL A TARDE

Da Redação

O carioca Evaristo de Macedo, de 80 anos, técnico campeão brasileiro pelo Bahia em 1988, teve um dia de homenagens em Salvador. Ele recebeu, nesta quinta-feira, 5, em cerimônia realizada na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, localizada no CAB, o título de cidadão baiano.

À tarde, o ex-técnico do tricolor visitou o Fazendão e ganhou uma placa do clube, o título de Mérito Esportivo Tricolor. Evaristo ainda foi presenteado com uma camisa personalizada entregue pelas mãos do presidente Fernando Schmidt, do técnico Cristóvão e do volante Fahel.

Evaristo treinou o Esquadrão em sete oportunidades, conquistando, além do título nacional em 1988, o título baiano por cinco vezes e também a Copa do Nordeste pelo tricolor, em 2001.

Ele ainda comandou a Seleção Brasileira em 1985 e o Vitória em duas oportunidades em 1997, e no período entre 2003-2004. Evaristo encerrou a carreira de treinador em 2007, no Santa Cruz.

Como jogador, Evaristo teve uma carreira de destaque, tendo brilhantes passagens por Flamengo e na Espanha, por Real Madrid e Barcelona.

dez
06
Posted on 06-12-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 06-12-2013


Aroeira, hoje, no jornal O Sul (RS))

DEU NO PORTAL A TARDE

Da Redação

A capital baiana, uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, vai receber bons jogos na primeira fase do Mundial.

O sorteio, que ocorreu nesta sexta-feira, 6, definiu que a primeira partida em Salvador será simplesmente a reedição da final da última Copa, na África do Sul em 2010. Espanha e Holanda se enfrentam no dia 13 de junho (sexta-feira), às 16 horas, pelo grupo B.

Três dias depois, 16 de junho (segunda-feira), outro jogaço na Arena Fonte Nova: Alemanha e Portugal, às 13 horas, pelo grupo G. No dia 20/06(sexta-feira), às 16 horas, outro bom jogo entre equipes europeias, com o confronto entre França e Suíça, válido pelo grupo E.

O último jogo da primeira fase na capital baiana é entre Bósnia e Irã, no dia 25/06 (sexta-feira), às 13 horas, pelo grupo F.

Salvador ainda receberá mais dois jogos, válidos pelas oitavas e as quartas de final do Mundial.

DEU NA CARTA CAPITAL (ONLINE)l

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, divulgou nesta quinta-feira 5 nota de pesar pela morte do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, aos 95 anos. Ele sofria de problemas respiratórios e estava recebendo cuidados médicos em casa.

Barbosa manifestou profundas condolências aos parentes de Mandela, ao governo e ao povo sul-africano. “A morte de Nelson Mandela torna o mundo mais pobre de referências de coragem, dignidade e obstinação na defesa das causas justas. Sua vida altiva traduziu o sentido maior da existência humana. Seu nome permanecerá como sinônimo de esperança para todas as vítimas de injustiça em qualquer parte do mundo”, disse o presidente do STF.

dez
06

QUE VIVA MANDELA. ETERNAMENTE NA MEMÓRIA DOS SEUS, NA ÁFRICA DO SUL, E DE TODOS, NO MUNDO INTEIRO.

BOM DIA

=====================================================

OPINIÃO POLÍTICA

Sobre mensaleiros

Ivan de Carvalho

Abordei ontem neste espaço o escândalo em que se constituiu a oferta de emprego, pelo Hotel Saint Peter, situado no centro de Brasília e com 400 quartos, a José Dirceu, ex-presidente do PT e ex-ministro-chefe da Casa Civil durante parte do primeiro mandato de Lula na Presidência da República. A oferta foi aceita por este condenado por corrupção ativa no processo do Mensalão. Dirceu, por enquanto, deve cumprir pena no regime semiaberto, pois a passagem para o regime fechado depende de decisão do STF no julgamento de um embargo infringente, confirmando ou não a condenação por formação de quadrilha.

Ontem mesmo o ministro, por seu advogado, desistiu do emprego, que era muito bom e que aceitara “por necessidade” e por ter interesse por hotelaria e administração. O salário, embora ele seja advogado e não tenha experiência alguma no setor de hotelaria, era de R$ 20 mil e o cargo, de gerente administrativo, com expediente entre 8 e 17 horas, respeitada uma hora de folga para o almoço.

Mas a “persecução da mídia”, segundo seu advogado – são dele só as palavras entre aspas – rapidamente transformou o caso em um escândalo, humilde em relação ao do Mensalão, mas, na essência, cumulativo a este, pois em relação íntima com uma de suas consequências, o cumprimento da pena de um dos réus condenados. O salário pareceu alto demais para quem não tinha experiência no ramo e estratosférico quando se descobriu que o presidente da empresa administradora do hotel é um panamenho morador de área pobre no seu país, que lava humildemente seu carro na porta de sua modesta casa e que não é propriamente um laranja porque é um verdadeiro laranjal – aparece como sócio de inumeráveis empresas.

Mas, se o leitor buscar no noticiário de ontem e mesmo ainda no de hoje, encontrará relações perigosas entre verdadeiros donos do hotel, parentes seus, negócios destes que dependem do governo e outras coisas que deram à “persecução da mídia” a força suficiente para levar Dirceu a desistir do emprego, conforme comunicação de seu advogado.

Aí parece haver caído um pouco na escala do trabalho, caso aceite a nova oferta que recebeu. A (nome mais sugestivo não seria possível encontrar), sediada em Brasília, enviou ontem ao STF propostas de emprego para José Dirceu, para o também ex-presidente nacional do PT José Genoíno e para o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares.

Se for comparar salários e funções com os que foram ofertados a Dirceu no Hotel Saint Peter. José Dirceu poderá trabalhar como “administrador da parte de fabricação de artefatos de concreto” e ganhará R$ 508,00 por mês (75 por cento do salário mínimo). Delúbio Soares, se aceitar e a Justiça idem, será assistente de marcenaria, com a mesma remuneração, enquanto a Genoíno foi oferecida a atividade da costura de bolas, com remuneração de R$ 5 por bola. Não há, por enquanto, indicação alguma de que seriam as bolas a serem usadas na Copa do Mundo, o que seria um risco, pois Genoíno tem problemas de saúde e a Cooperativa Sonho de Liberdade, no intento de convencer o Judiciário, diz estar certa de que a costura de bolas “não obrigará a nenhum esforço físico”.

Esse assunto todo tem toques de escândalo e, ainda que menos, toques de humor, mas o sentimento humanitário não deve ser posto de lado em relação a nenhum dos condenados do Mensalão. As condições de saúde de Genoíno – mesmo dando um certo desconto por conta de alguns exageros, devidamente detectados pelas juntas médicas que o examinaram – merecem, e estou certo de que terão, até porque já estão tendo, desde os primeiros momentos, as atenções devidas. Roberto Jefferson, réu condenado e denunciante do grande golpe político-financeiro do Mensalão, o maior escândalo de corrupção da história do Brasil, tem a saúde extremamente debilitada por um câncer no pâncreas e é diabético. Ele tem direito de cumprir sua pena nas condições especiais que a legislação lhe confere, a critério judicial, com base em avaliações médicas. Embora, por ele, presidente licenciado do PTB, não haja esse auê que vemos sobre José Genoíno.
Melhor dizer que nenhum apenado deve (e constitucionalmente não pode) sofrer pena superior à fixada em sentença baseada na lei. E sabemos que, no Brasil, essa transgressão do Estado atinge centenas de milhares de condenados. Talvez o caso do Mensalão comece a chamar a atenção para isso, apesar do evidente desinteresse do Estado e de grande parte da sociedade com essa situação, digamos, desumana.

  • Arquivos

  • dezembro 2013
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031