=================================================================

DEU NA COLUNA DE FERNANDO RODRIGUES/FOLHA

O TERCEIRO OPOSICIONISTA

BRASÍLIA – Quando criou o PT, em 1980, Luiz Inácio Lula da Silva ouviu muitas críticas. Uma delas era a de que durante as greves de metalúrgicos em anos anteriores sempre havia pensado “naquilo”. Teria usado o sindicalismo como escada porque só queria mesmo fazer política.

A crítica não colou. Lula acumulou adeptos ao longo dos anos. Perdeu várias eleições até ganhar o Palácio do Planalto por duas vezes e se tornar o mais popular líder político da história recente do Brasil.

Num país ainda em formação, é natural (e desejável) ativistas de todos os setores tentarem a sorte em disputas eleitorais. Esse debate voltou agora por causa da possibilidade de o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, despir-se da toga e se lançar candidato na corrida pelo Planalto no ano que vem –ele tem hoje 15% de intenções de voto, segundo o Datafolha.

A crítica a essa eventual decisão de Barbosa guarda parentesco com a desfechada contra Lula há mais de 30 anos. O comentário geral pode ser resumido assim: “Se ele fizer isso vai ficar claro que só foi duro no julgamento do mensalão porque desejava ir para a política e disputar a Presidência da República”.

Esse tipo de desqualificação é pedestre. Não subtrai voto de ninguém. Os problemas de Joaquim Barbosa numa disputa são outros. Primeiro, ele não tem vida partidária. Segundo, são exíguas as opções decentes na lista de 32 legendas brasileiras.

É uma tarefa quase inexequível fazer campanha eleitoral no Brasil sem tempo de rádio e de TV. Os principais partidos já comissionaram seus ativos para Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB). O que sobraria para Joaquim Barbosa? Fazer uma campanha como “outsider” e torcer para ter mais votos do que Marina Silva em 2010.

Impossível não é. Mas trata-se de um risco enorme. Não está claro até o momento se o presidente do STF deseja enfrentar tal desafio.
fernando rodrigues

Fernando Rodrigues é repórter em Brasília. Na Folha, foi editor de “Economia” (hoje “Mercado”), correspondente em Nova York, Washington e Tóquio. Recebeu quatro Prêmios Esso (1997, 2002, 2003 e 2006). Escreve quartas e sábados na versão impressa Página A2.
.

Eparrê, Iansã!!! Viva Santa Bábara!!!

BOA TARDE!!!

SUPER NOTÍCIAS/ CONTEÚDO LIVRE

O papa Francisco nomeou o cardeal-arcebispo de São Paulo, d. Odilo Pedro Scherer, membro da Congregação para a Educação Católica, cujo prefeito, o cardeal Zenon Grocholewski, foi confirmado no cargo.
Veja Também
video Papa Francisco envia bênção apostólica a presépio de Grão Mogol
video Disfarçado, papa sairia do Vaticano à noite para dar esmolas
Mais

O papa nomeou mais dez membros para o organismo e reconfirmou outros 23, entre os quais o cardeal brasileiro João Braz de Aviz prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica.

D. Odilo enfrentou uma crise na PUC, ao nomear para o cargo de reitora, em novembro do ano passado, a professora Anna Maria Marques Cintra, terceira colocada na lista tríplice dos candidatos mais votados. O Conselho Universitário cancelou a homologação da lista tríplice, por ele aprovada dois meses antes.

Como grão-chanceler, d. Odilo manteve a escolha. O caso foi para a Justiça. O TJ manteve a reitora no cargo, suspendendo decisão que havia anulado a nomeação.

Anna Maria continuará como reitora até que seja julgado o mérito do processo. O impasse ainda não foi resolvido, mas d Odilo não está disposto a voltar atrás.

=====================================================

DEU NA COLUNA DE FELIPE PATURY, NA REVISTA ÉPOCA (ONLINE)

O ex-governador baiano Paulo Souto gravou um depoimento para o programa de televisão do DEM, que irá ao ar em rede nacional na próxima semana. O convite foi feito pelo presidente do partido, o senador José Agripino Maia (RN), entusiasta da candidatura de Souto ao governo da Bahia. O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), também incentiva o ex-governador a disputar o cargo. Para os democratas baianos, a participação de Souto no programa nacional do partido é uma clara indicação de que ele será candidato ao governo.

dez
04
Posted on 04-12-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 04-12-2013


=====================================================
Aroeira, hoje, no jornal Brasil Econômico

Fachada do Hotel San Peter-Brasília

=============================================================

DEU NO JORNAL NACIONAL – REDE GLOBO

Suposto presidente de hotel que ofereceu salário de R$ 20 mil a Dirceu mora em área pobre do Panamá Jornal Nacional foi até o Panamá para tentar entrevistar o presidente da empresa que administra o hotel Saint Peter, e o encontrou lavando o carro na porta de casa. 03/12/2013 21h10 – Atualizado em 04/12/2013 00h02

O Jornal Nacional encontrou o suposto presidente da empresa administradora do hotel de Brasília que ofereceu o salário de R$ 20 mil ao ex-secretário da Casa Civil, José Dirceu – condenado do Mensalão.

A reportagem de Vladimir Netto e Salvatore Casella mostra que o homem mora em uma área pobre, no Panamá. E trabalha como auxiliar de escritório em uma empresa de advocacia.

O hotel que ofereceu emprego para o ex-ministro José Dirceu fica no Centro de Brasília, em um prédio de 15 andares e 424 apartamentos. O Saint Peter pretende pagar ao ex-ministro R$ 20 mil por mês para o cargo de gerente-administrativo.

Um dos sócios do hotel, Paulo Masci de Abreu, é irmão de José Masci de Abreu, presidente do PTN – Partido Trabalhista Nacional – que em 2010 apoiou a eleição da presidente Dilma Rousseff .

Mas Paulo Masci de Abreu é apenas um sócio minoritário. Tem uma cota, no valor de R$ 1, como mostra um contrato social. Todas as outras cotas, que somam R$ 499 mil, pertencem a uma empresa estrangeira, Truston International Inc, com sede na cidade do Panamá.

A Truston International Inc está inscrita no registro público do Panamá. O presidente da Truston é um cidadão panamenho, José Eugenio Silva Ritter. O nome dele, abreviado, aparece junto a outros dois nomes: Marta de Saavedra, tesoureira, e Dianeth Ospino, secretária.

José Eugenio Silva Ritter também aparece ligado a mais de mil empresas em um site criado por um ativista anticorrupção. O procurador da Truston no Brasil, como mostra o contrato do hotel Saint Peter, é Raul de Abreu, filho de Paulo Masci de Abreu.

Por telefone, Paulo de Abreu e o advogado de Raul de Abreu disseram que José Eugênio Silva Ritter é um empresário estrangeiro que foi apresentado por meio de um advogado. Também afirmaram que a empresa presta contas a José Eugenio regularmente.

Jornal Nacional: Quem é o seu sócio majoritário?
Paulo de Abreu: É a Truston. É uma empresa que investe em hotéis.
Jornal Nacional: Quem é o dono da Truston?
Paulo: Ah, tem vários acionistas. Precisa ver, até porque as ações são vendidas constantemente, né?.
Jornal Nacional: Quem é José Eugenio Silva Ritter?
Paulo : É o presidente.
Advogado: É o presidente da empresa.
Jornal Nacional: Mas vocês o conhecem?
Paulo: Uma vez nós já estivemos em reunião.
Jornal Nacional: Ele veio ao Brasil, Dr. Paulo?
Paulo: Não, eu estive lá em Miami.
Jornal Nacional: Isso foi quando? Foi quando os senhores resolveram fazer uma sociedade para administrar o St. Peter?
Paulo: É, quando formalizamos a parceria. De lá pra cá, a gente manda as informações para lá e ele se dá por satisfeito, enfim, ou pergunta alguma coisa, mas houve essa reunião em Miami quando da formalização do entendimento.

O Jornal Nacional foi até o Panamá para tentar entrevistar o presidente da empresa que administra o hotel Saint Peter. E depois de muita pesquisa, conseguiu encontrar o endereço de José Eugenio Silva Ritter. Ele mora em uma rua de um bairro pobre na periferia da Cidade do Panamá.

Ele estava lavando o carro na porta de casa quando chegamos, e confirmou que é mesmo José Eugenio Silva Ritter.

Jornal Nacional: Você é José Eugenio Silva Ritter?
José Eugenio: Correto.

Ritter disse que trabalha em um escritório de advocacia, o Morgan y Morgan, há mais de 30 anos. E reconheceu que aparece mesmo como sócio de muitas empresas mundo afora.

José Eugenio: Sim, sim, de várias empresas, correto.
Jornal Nacional: Várias empresas. Por que isso?
José Eugenio: Porque eu trabalho na Morgan y Morgan e eles se dedicam a isso.

Pergunto sobre a Truston International Inc, que administra o Hotel Saint Peter, empresa da qual ele é o presidente. Ele disse que não se lembra dela, e não responde mais nada.

José Eugenio: Eu sequer sei se é o nome de uma sociedade de várias pessoas. Você, por favor, vá lá na Morgan y Morgan, com um advogado, aí eu posso lhe dar a informação de que você precisa. Se me autorizarem, se puder falar, lhe dar as respostas. Porque pode botar em perigo meu emprego.

Ele encerra a conversa.

José Eugenio: Você não está entendendo, eu quis ser amável. É melhor lá no escritório. Tudo que você quiser é lá no escritório.

No órgão que regulamenta e fiscaliza o mercado de capitais dos Estados Unidos, consta que Jose Eugenio Siva Ritter é auxiliar de escritório do Morgan y Morgan.

A Morgan y Morgan fica em um prédio no centro financeiro da Cidade do Panamá. É uma firma que ajuda na fundação e administração de empresas internacionais com sede no Panamá. A legislação do país permite que ações de companhias sejam transferidas de um empresário para outro sem que seja necessário informar as autoridades. Isso faz com que seja muito difícil saber quem é o verdadeiro dono de empresas como a Truston International Inc, proprietária do Hotel Saint Peter.

“Esses países percebem como uma estratégia econômica de trazer recursos para aquele país, justamente flexibilizar as regras sobre tributação, sobre identificação. Então esses países acabam diminuindo essas exigências de identificação de documentação para atrair capitais, para atrair ativos para fomentar a própria riqueza do país”, explica o professor de Direito Penal da Universidade de São Paulo Pierpaolo Bottini

Nós procuramos a Morgan y Morgan para perguntar sobre a propriedade do Hotel Saint Peter, mas ninguém quis atender nossa reportagem.

A advogada de Paulo Masci de Abreu, Rosane Ribeiro, fez, há pouco, duas revelações. A primeira: a sócia majoritária da Truston International é a nora dele, a empresária Lara Severino Vargas.

E a segunda revelação: Nesta segunda-feira (2), a nora vendeu a Paulo de Abreu o controle acionário do hotel Saint Peter.

A advogada lembrou também que seu cliente é dono de 60 % do prédio onde funciona o hotel Saint Peter. Os outros 40 %, ainda segundo a advogada, pertencem ao empresário Paulo Naya.
Facebook


Henrique: mergulho sem volta em Niterói
==============================================

DEU NO CORREIO

Louise Lobato (louise.lobato@redebahia.com.br)

O corpo do estudante de cinema Henrique Amaral RIza, 23 anos, foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros do 4º Grupamento Marítimo de Itaipu, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Estudante de cinema da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), em Cachoeira, Henrique desapareceu no dia 15 de novembro, durante um mergulho na praia de Itacoatiara. Ele estava em Niterói para receber um prêmio conquistado pelo seu filme “Curta casa”.

Henrique também iria apresentar o filme na 7ª Semana Universitária de Audiovisual da Universidade Federal Fluminense (UFF). De acordo com o jornal O Globo, o corpo dele foi encontrado na praia de Ponta Negra, em Maricá, onde os bombeiros também localizaram nesta manhã o corpo de um adolescente desaparecido na praia de Piratininga.

O cunhado do estudante, Leandro Guimarães, confirmou o acontecido. “A gente recebeu a notícia há poucas horas, e pelas características apresentadas, o corpo encontrado seria mesmo do Henrique”, disse o rapaz em conversa com o Correio24horas. “Agora a família está buscando uma autorização judicial para que o corpo dele seja liberado e trazido para a Bahia”.

“Os irmãos dele devem viajar para o Rio de Janeiro na manhã desta quarta-feira (4), para acompanhar o processo”, conta Leandro. O estudante de cinema, que era natural de Valença, deve ser sepultado na cidade onde nasceu.

Desaparecimento

Henrique foi visto com vida pela última vez em uma praia de Niterói, acompanhado por dois amigos. Ele saiu para tomar banho de mar e não retornou mais. Os amigos do jovem relataram que estavam com o estudante na praia contaram que ele deixou a carteira e o celular com eles dizendo que iria dar um mergulho. Duas horas depois, eles acharam estranho o colega não ter voltado.

“Ninguém da UFRB saiu com ele. Eu fui pra Ipanema e chamei ele, mas ele preferiu sair com um cara que ele conheceu chamado Flitz, da UNB. Segundo ele, Henrique entrou na água com roupa e tudo, só deixou carteira, tênis e celular”, conta Laís Lima, estudante da UFRB que estava no evento junto com Henrique e outros colegas da universidade sediada em Cachoeira.

dez
04

======================================================

Além da letra da canção e da interpretação inimitável da morocha portenha Adriana Varela, merece atenção especial o bandoneon espetacular de Néstor Marconi, na abertura de “Fuimos”, um tango de arrepiar gravado no CD que deu a Varela, “la garganta con arena”, todos os prêmios da critica.Confira!

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos

  • dezembro 2013
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031