dez
03


Déda:cerimônia do adeus em Salvador

=====================================================

DEU NO PORTAL A TARDE

O corpo do governador de Sergipe, Marcelo Déda, foi cremado nesta terça-feira, 3, no cemitério Jardim da Saudade, no bairro de Brotas, em Salvador. Durante a cerimônia, familiares, políticos e amigos, entre eles o governador da Bahia, Jaques Wagner, prestaram homenagens. As cinzas Déda devem ser entregue à família em dois dias, e serão levadas para Aracaju.

“Marcelo era uma grande pessoa que deixa um legado e marca uma história. É um momento muito triste, uma despedida, mas sabemos que tem uma estrela brilhando no céu”, disse Wagner.

“Déda também tinha uma caminhada política que fazia como um sacerdócio. Fará muita falta e deixa um exemplo para todos os gestores de hoje. A gente o homenageia aprendendo um pouco do que ele foi”, completou o governador da Bahia.

Dilma decreta luto oficial pela morte de Marcelo Déda

Além de Wagner, os senadores Walter Pinheiro e Lídice da Mata, o vereador Waldir Pires e o secretário da Casa Civil do Estado, Rui Costa, também estiveram presentes.

O corpo de Déda, que morreu na madrugada de segunda, 2, aos 53 anos, depois de passar seis meses internado em São Paulo lutando contra um câncer, chegou à Base Aérea de Salvador, nesta terça, por volta das 17h, em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Pela manhã, a presidente Dilma Rousseff declarou luto oficial de três dias em todo o País pela morte do governador, que foi um dos fundadores do PT. O decreto com a decisão está publicado no Diário Oficial da União desta terça.

Antes de ir para a capital baiana, o corpo de Déda foi velado, na segunda à tarde, no Palácio Museu Olímpio Campos, em Aracaju. Depois, seguiu em cortejo fúnebre em um carro do Corpo de Bombeiros pelas ruas da cidade até o aeroporto

dez
03

TRAILER DO FILME BirdWatchers a terra dos homens vermelhos
ITALIANO
=================================================================

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

Ambrósio Vilhalva, um líder índio Guarani, foi encontrado morto numa localidade do Estado de Mato Grosso do Sul, anunciaram hoje a polícia e a Organização Não Governamental (ONG) “Survival International”.

Vilhalva tornou-se célebre ao interpretar um dos principais personagens do filme italo-brasileiro “A Terra dos Homens Vermelhos”, que relatava a luta do povo Guarani para recuperar as terras de que foi espoliado.

Segundo a “Survival” e alguns jornais locais, este líder comunitário, de 52 anos, foi assassinado a golpes de faca, durante a noite de domingo para segunda-feira, na aldeia de Guyra Roka, localizada na fronteira com o vizinho Paraguai.

A polícia federal, por seu lado, confirmou à Agência France Presse que Vilhalva foi encontrado morto, mas sem adiantar pormenores.

A ONG, com sede em Londres, reportou que este líder tinha encetado há alguns anos uma campanha para reivindicar os direitos da comunidade a viver nas suas terras ancestrais, cobiçadas pelos grandes proprietários de terras.

dez
03
Posted on 03-12-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 03-12-2013

DEU NO IG

Nivaldo Souza – Brasília

O deputado licenciado José Genoino (PT-SP), um dos presos do mensalão, renunciou nesta terça-feira (3) ao cargo por meio de uma carta entregue à Mesa Diretora da Câmara pelo vice-presidente André Vargas. Os membros da Mesa estavam reunidos nesta terça-feira (3) para discurtir se abririam ou não o processo de cassação de Genoino na CCJ quando foram surpreendidos pela carta do petista.

No texto, o deputado se diz inocente e afirma que nunca praticou crimes: “Sempre lutei por ideais, jamais acumulei patrimônio ou riqueza”. Sobre a renúncia, Genoino escreve que esta é uma “breve pausa nesta luta que representa o início de uma nova batalha dentre as tantas que assumi ao longo da vida”.

Carta de renúncia de Genoino

“Não é nenhum motivo de alegria para esta Casa”, disse o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB). Segundo ele, com a entrega da carta, não foi necessário fazer a contagem dos votos da Mesa sobre a abertura do processo de cassação. A carta será lida hoje em plenário pelo próprio Alves. Diante desse fato, o mandato se extingue e Genoino se livra da cassação.

Com a renúncia, Genoino tem direito a uma aposentadoria de R$ 20,7 mil, proporcional ao tempo em que trabalhou como deputado. A aposentadoria por invalidez, pedida por ele anteriormente, garantiria renda de R$ 26 mil ao petista.

Genoino, condenado a 4 anos e 8 meses de prisão no regime semiaberto, cumpre provisoriamente a pena em prisão domiciliar. Ele aguarda decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, para saber se continua a cumprir a pena em casa ou se volta para a Penitenciária da Papuda.

Ontem, o procurador-geral Rodrigo Janot deu parecer favorável à prorrogação da prisão domiciliar do petista por 90 dias. Só falta Barbosa.

A pedido do presidente do STF, um laudo feito por uma junta médica do Hospital Universitário de Brasília, formada para avaliar o estado de saúde de Genoino, concluiu que ele é portador de cardiopatia “que não se caracteriza como grave”. No laudo de oito páginas enviado ao STF, a junta médica descreve os problemas de saúde de Genoino e diz que não é necessário tratamento domiciliar.

Há quatro meses, o petista passou por uma cirurgia cardíaca para correção de uma descamação da aorta. Ele ainda se submete a tratamento e toma medicação para se recuperar da intervenção cirúrgica.

dez
03
Posted on 03-12-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 03-12-2013


======================================================
Aroeira, hoje, no jornal O Dia (RJ)

dez
03


Breu em Caracas:pedestres nas ruas sem luz
==================================================

DEU NA FOLHA DE S. PAULO

Um apagão na noite de segunda-feira (2) deixou às escuras a capital venezuelana, Caracas, e outras importantes cidades do país.

Até o momento, foram reportadas falhas no serviço elétrico nos Estados de Zulia, Carabobo, Lara, Falcón e Táchira.

Os apagões não afetaram as refinarias de petróleo, que são alimentados por geradores, informou a estatal PDVSA.

O corte de energia ocorreu no momento em que o presidente do país, Nicolás Maduro, fazia um pronunciamento na televisão.

“Estou em Miraflores [palácio presidencial] acompanhando o estranho apagão iniciado no mesmo local da última sabotagem, peço ao povo que fique alerta”, disse Maduro em sua conta no Twitter.

O presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, também escreveu na rede social: “Não tenho dúvidas que a sabotagem elétrica de hoje é parte do plano da direita e a trilogia do mal”, referindo-se aos opositores Henrique Capriles, Leopoldo López e María Corina Machado.

dez
03
Posted on 03-12-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 03-12-2013

================================================
DEU NA UOL/FOLHA

A presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva acompanham o velório do governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), morto nesta segunda-feira (2), no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, no Palácio Museu Olímpio Campos, em Aracaju. Déda morreu aos 53 anos, vítima de câncer. A presidente chegou a Aracaju por volta das 18h (19h no horário de Brasília), em avião oficial. Lula fez um discurso emocionado durante a missa para familiares e amigos, lembrando a boa oratória que marcava o governador sergipano. O corpo de Marcelo Déda será levado para Salvador nesta terça, onde será cremado


==========================================================

OPINIÃO POLÍTICA

A grande chance

Ivan de Carvalho

Como presidente estadual do Democratas é natural que o deputado Paulo Azi deseje que o candidato a governador da oposição tradicional ao governo do PT seja de seu partido. E, neste, o principal nome é o do ex-governador Paulo Souto, que tem também em seu currículo político o cargo de secretário de Estado, um mandato de vice-governador, dois mandatos de governador e um de senador.

Mas o PSDB vem enfeitando a candidatura do empresário e ex-prefeito de Mata de São João (cargo no qual considera-se que teve muito bom desempenho), João Guarberto, que está fazendo um grande esforço para ganhar visibilidade junto ao eleitorado, o que inclui numerosas excursões ao interior do estado.

No entanto, quando se examina (de telescópio, tal a distância que dele nos separa) o cenário definitivo das eleições majoritárias de 2014 na Bahia, pode-se ver, ou não, o nome de João Guarberto na chapa. Mas certamente que, se estiver dela, não será disputando a sucessão de Jaques Wagner com Lídice da Mata, do PSB e Rui Costa, do PT.

O PSDB, seu partido, não tem, na Bahia, musculatura suficiente para colocá-lo fundamentadamente – sob os aspectos político e eleitoral – na cabeça de chapa do que deverá ser o principal aglomerado partidário das oposições. Esse aglomerado inclui, no momento – e com amplo destaque e importância – o PMDB, cujo nome predileto para o governo é o de Geddel Vieira Lima. Está nesse aglomerado também o PTN presidido pelo deputado João Carlos Bacelar. Outras legendas poderão eventualmente juntar-se às citadas, visto que há um entendimento bastante generalizado nos meios políticos baianos de que as eleições majoritárias do ano na Bahia, para governador e vice e senador, não serão fáceis para lado algum.

Além do aglomerado governista e do aglomerado oposicionista já citado, haverá um outro aglomerado de oposição, representado ou liderado pelo PSB, alinhado com a candidatura presidencial do governador pernambucano Eduardo Campos (ou de Marina Silva), e que tem como principais destaques a candidatura da senadora Lídice da Mata a governadora e a da hoje ministra do STJ, a baiana Eliana Calmon, ex-corregedora nacional de Justiça, para o Senado.

Esse aglomerado socialista parece ter a capacidade (muitas pessoas ligadas às chamadas “esquerdas” não apenas estão chamando a atenção para a possibilidade, mas para movimentos discretos e iniciais da concretização do fenômeno) de atrair segmentos de militância e de eleitores da faixa de esquerda do aglomerado partidário governista.

Bem, volto ao começo, isto é, ao presidente estadual do Democratas, deputado Paulo Azi. Há algumas semanas, coversando rapidamente com ele (já relatei quase toda essa conversa de elevador aqui), admirei-me com a ênfase com que afirmava que “nunca foi tão grande a chance da oposição de ganhar as eleições”, ao que fazia apenas uma ressalva: “Mas precisamos arrumar a casa”. Basicamente, esta arrumação significava levar DEM, PMDB e PSDB a consolidarem uma aliança em torno de nome único para candidato a governador, já no primeiro turno. Os nomes em destaque são os do democrata Paulo Souto e do peemedebista Geddel Vieira Lima. Isso não precisou Azi explicar, saltava da observação “mas precisamos arrumar a casa”.

Mas o repórter tem a obrigação de buscar mais, de espicaçar. Por que a chance é tão grande assim? “Porque o candidato é Rui Costa”. Mas de onde vem essa certeza toda? “Já está resolvido. O governador já resolveu. Ele está convencido que ganha com qualquer um e então já escolheu o Rui, que ele prefere”.

Bem, essa previsão acabou mesmo confirmada, o secretário Rui Costa é o candidato do PT e do governo. Na época, ainda não estava consolidada a candidatura de Lídice da Mata, pelo PSB, nem o ingresso de Eliana Calmon no mesmo barco. Mas, parece, isso não infundirá pessimismo ao presidente do Democratas.

============================================================

Para recordar também da atriz cearense Florinda Bolkan, esplêndida neste filme italiano de sucesso mundial.

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos

  • dezembro 2013
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    3031