DEU NO IG/ BLOG DO KENNEDY

Os aumentos são imediatos nas refinarias e devem demorar três dias até chegar aos postos de combustíveis, segundo Karina Freitas, analista chefe da corretora Concórdia.

“Esse é, em geral, o período para o produto refinado atingir as bombas, e leva em consideração a logística de abastecimento”, afirma Karina.

A Petrobras não informou qual foi o critério para chegar a esses percentuais. “Por razões comerciais, os parâmetros da metodologia de precificação serão estritamente internos à Companhia”, informou a empresa, em nota enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A empresa também não deixou claro qual será sua política de reajustes daqui para a frente. No mesmo comunicado, a Petrobras informou que “caberá ao Conselho de Administração avaliar a eficácia da política de preços da Petrobras por meio da evolução dos indicadores de endividamento e alavancagem da Companhia.”

Nesta semana, o ministro da Fazenda Guido Mantega anunciou que a nova metodologia de preços não poderia ser feita “de improviso”, sinalizando que poderia ter efeitos inflacionários indesejáveis.

Abaixo do previsto

Os aumentos fazem parte de uma política que visa a tornar os preços dos combustíveis no Brasil mais parecidos com os praticados no exterior, informa a companhia. Ao mesmo tempo, entretanto, a política buscará “não repassar a volatilidade dos preços internacionais ao consumidor doméstico.”

Os reajustes eram esperados, vinham sendo debatidos ao longo da semana e impulsionaram os papéis da Petrobras nesta sexta-feira (29). As ações ordinárias da companhia subiram 3,78% e as preferenciais, 2,52%, num pregão em que o Ibovespa fechou em 1,23%.

De acordo com o comunicado, a política de reajuste de preços tem por objetivo “assegurar que os indicadores indicadores de endividamento e alavancagem retornem aos limites estabelecidos no Plano de Negócios e Gestão 2013-2017”.

O plano da companhia prevê investimentos de R$ 236,7 bilhões ao longo desses cinco anos, mas as dívidas crescentes – em parte alimentadas pelo não reajustamento dos combustíveis – colocou em causa a capacidade de a companhia ter fôlego para tanto. Do primeiro para o segundo trimestre de 2013, o endividamento total da companhia cresceu 26,5%.

O cenário vinha causando prejuízos à Petrobras. Nos 12 meses encerrados em outubro, as ações ordinárias da companhia haviam recuado 14,7% e as preferenciais, 26,2%. No dia 3 daquele mês, a agência Moody’s anunciou o rebaixamento da nota da empresa.

Os 4%, entretanto, estão abaixo dos 5% previstos pelo o Comitê de Política Monetária (Copom) na ata da reunião de outubro.

“Esperávamos que a empresa repassasse ao menos o componente de importação”. A falta de divulgação de métricas deixa incertezas no mercado, aponta Karina. “É importante saber a periodicidade deste reajuste ou ao menos de sua reavaliação”.

*Colaboraram Paula Pacheco e Vitor Sorano

nov
29
Posted on 29-11-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 29-11-2013


Bombeiros tentam apagar fogo no Meemorial
======================================================

DEU NO IG

O Memorial da America Latina foi atingido por um incêndio no início da tarde desta sexta-feira (29), no bairro da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo. O Memorial fica na avenida Auro Soares de Moura Andrade, número 664. Há muita fumaça saindo do prédio. Causas ainda são desconhecidas.

Segundo o Corpo de Bombeiros e a Secretaria Municipal de Saúde, uma vítima foi socorrida e dois bombeiros tiveram que ser atendidos pelo resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) por intoxicação. No entanto, não há informações sobre seu estado de saúde.

De acordo com a assessoria de imprensa do memorial, o incêndio começou na plateia B do auditório Símon Bolívar. Alguns funcionários estavam no local quando as chamas começaram, mas todos teriam conseguido sair. Há suspeitas de que um curto-circuito pode ter começado o fogo. A principal preocupação dos funcionários é com o acervo de obras de arte da instituição.

Ao todo, 27 viaturas foram deslocadas para combater as chamas. O incêndio foi registrado pela corporação às 14h56. Logo após o relato do caso, os bombeiros citaram que havia “muito fogo” dentro do memorial.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) pediu aos motoristas que evitem circular pela região do memoral já que o cruzamento da avenida Senador Auro Soares de Moura Andrade com a Alameda Olga está bloqueado. O desvio para quem vai no sentido Lapa é feito pela alameda Olga, rua Tagipuru e avenida Francisco Matarazzo. Agentes de trânsito da CET estão no local orientando os usuários.

Até as 17h, a informação é de que o incêndio não altera o funcionamento da estação Barra Funda, da Linha 3-Vermelha do Metrô, nem as linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

O memorial

Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o Memorial da América Latina foi inaugurado em 18 de março de 1989 e nasceu com o objetivo de estreitar as relações culturais, políticas, econômicas e sociais do Brasil com os demais países da América Latina. Por isso, desde então, o memorial difunde a história dos povos latino-americanos às novas gerações de estudantes, além de incentivar e coordenar iniciativas de instituições científicas, artísticas e educacionais do Brasil e de outros países ibero-americanos.


Salvador é assim em dia de chuva como ontem(28/11)
===============================================


DEU NO BLOG O INIMIGO DO REI

JORNAL COMENTADO 169
29.11.2013 – Sexta-feira

SALVADOR É UMA “CIDADE CHUVÃO”, MAS AS
AUTORIDADES A VENDEM COMO “CIDADE VERÃO”

“Chuva de um mês cai em oito horas”
(“A Tarde”)
“Enchente”
(“Correio”)

TONY PACHECO
… e é vendida aos turistas como se fosse assim.

Galerias pluviais de Tóquio. Podia chover o quíntuplo do que choveu em Salvador. Não ia ter uma enchentezinha sequer…
A mídia precisa, com urgência, mudar o foco quando chove um pouco mais em Salvador: o problema não é a chuva, é o fato de as autoridades baianas não dotarem Salvador de infraestrutura para receber as chuvas. E, pior, VENDEM a cidade como se aqui não chovesse nunca.
Salvador é uma das cidades em que MAIS CHOVE NO MUNDO. São quase 2.100mm de água por ano. Chove em quase 260 dias do ano. Isto é, a cada 3 dias, CHOVE EM 2 DIAS. No entanto, não há um sistema de captação de águas pluviais digno deste nome. Em Tóquio, por exemplo, pelo preço de apenas 6 bilhões de reais, construiu-se um sistema de captação de água de chuva que é hoje em dia, inclusive, cenário para todo tipo de filmes de tão fantástico. O maravilhoso sistema foi completado em 2006, tem 6,4 km de túneis de 50 metros de profundidade que interligam cinco silos gigantes, de 65 metros de altura e 32 metros de largura, a um tanque enorme. Não há mais chuva que inunde Tóquio.

Em Paris, as galerias de águas pluviais têm um “tour” oficial para os milhões que visitam a capital francesa. Passa um carro de bombeiros nos canais subterrâneos de Paris de tão imensos.

E aqui? Aqui, as nossas “bocas-de-lobo” (bueiros) JORRAM ÁGUA como se fossem chafarizes às primeiras chuvas mais fortes. Em vez de Arena Fonte Nova, Estádio de Pituaçu, Barradão, Ponte Salvador-Itaparica, nossos governantes deveriam lutar para dotar Salvador de um sistema de captação pluvial digno da quantidade de chuva que cai aqui por ano. Mais do que em Londres ou outra qualquer cidade chuvosa.

Pra se ter uma ideia de como chove na capital baiana, vamos lembrar que a cidade mais chuvosa do planeta encontra-se na Colômbia, Lloró. Lá chove em 280 dias do ano. Em Salvador chove em quase 260 dias. Bergen, segunda maior cidade da Noruega, é a cidade mais chuvosa da Europa com uma média de 250 dias de chuva por ano. Salvador chove em 260 dias. Mobile, no Alabama, é a cidade mais chuvosa dos EUA, com mais de 1.524mm de precipitação. Salvador tem quase 2.100mm por ano. Seattle, também nos EUA, é famosa por suas chuvas, tem 226 dias nublados ou chuvosos por ano. Salvador tem 260 dias chuvosos por ano.
Chove de manhã, de tarde, de noite ou de madrugada, mas chove muito na capital baiana e, por isso, ela precisa ser dotada de uma fortíssima rede de captação de águas pluviais.

Autoridades, ACORDEM, em vez de ficar chorando e mandando a população ficar em casa em dia de chuva, TRABALHEM e parem de vender o que não têm para entregar: uma Cidade Verão. É o que não somos. Londres é a capital financeira do mundo atualmente, chove pra danar (embora menos que aqui…), mas não alaga e o maior sistema de metrô do mundo funciona lá e mantém a cidade a mil por hora, sem problemas. E não me falem sobre comparações absurdas: a Inglaterra disputa com o Brasil o posto de sexta maior economia do mundo. Portanto…

LIÇÃO DE METEOROLOGIA

Salvador: entre 219 e 265 dias chuvosos por ano. Média de 2.098mm anuais.
Em Lisboa, de onde vieram nossos colonizadores (daí Salvador nunca ter sido dotada de uma rede de captação de águas pluviais decente) são apenas 751mm anuais.

Janeiro: 14 dias chuvosos em Salvador , quantidade média de precipitação de 110,9 mm.
Fevereiro: 17 dias chuvosos em Salvador, quantidade média de precipitação de 121,2 mm.
Março: 19 dias chuvosos em Salvador, quantidade média de precipitação de 144,6 mm.
Abril: 21 dias chuvosos em Salvador, muita precipitação, 321,6 mm.
Maio: 23 dias chuvosos em Salvador, muita precipitação, 324,8 mm.
Junho: 23 dias chuvosos em Salvador, muita precipitação, 251,4 mm.
Julho: 23 dias chuvosos em Salvador, muita precipitação, 203,6 mm.
Agosto: 20 dias chuvosos, média de precipitação, 135,9 mm.
Setembro: 17 dias chuvosos, média de precipitação, 112,2 mm.
Outubro: 14 dias chuvosos, média de precipitação, 122,2 mm.
Novembro: 14 dias chuvosos, média de precipitação, 118,5 mm.
Dezembro: 14 dias chuvosos, média de precipitação, 132 mm.

Tony Pacheco é jornalista-radialista profissional

DEU NO PORTAL A TARDE

O laudo final da perícia do acidente que vitimou os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes, no dia 11 de outubro, em Ondina, aponta que o carro da médica Kátia Vargas atingiu a motocicleta em que os irmãos estavam.

A colisão, conforme o documento do Departamento de Polícia Técnica (DPT), levou a moto a se chocar com o poste de iluminação.

O documento, concluído no final da tarde desta quinta-feira, 28, constata ainda que o corpo do motociclista se chocou com o carro.

“No momento do contato entre as unidades automotoras, o corpo do motociclista foi de encontro à estrutura lateral posterior direita do Sorento, produzindo os danos na porção superior desta parte do veículo”, diz o documento.

Argumentos

Para o advogado da família das vítimas, Daniel Keller, o laudo prova que houve homicídio. “Na conclusão da perícia fica provado que a doutora Kátia Vargas praticou homicídio doloso contra os irmãos”, afirmou.

Antes da conclusão do laudo da perícia do local do acidente, o advogado da médica, Sérgio Habib, usava os resultados das perícias das imagens e dos danos na motocicleta na defesa de sua cliente. Esta última concluída na noite da última quarta-feira.

O laudo da perícia das imagens afirma que o momento do contato entre os veículos não foi registrado, o que tornava as imagens inconclusivas sobre a ocorrência da colisão entre os dois veículos.

O advogado da família, Daniel Keller, afirma que o resultado da perícia do local do acidente supri a lacuna deixada pelas imagens captadas no local.
Estratégia

Outra informação usada pela defesa da médica para descartar a ocorrência de colisão entre os veículos foi um trecho da perícia da moto que diz: “Os danos verificados são típicos daqueles produzidos pelo impacto de veículo contra objeto fixo”.

A reportagem tentou falar sem sucesso com o advogado Sérgio Habib. Durante a noite, foram feitas 10 ligações para o celular do advogado.

Audiência

Nesta sexta-feira, 29, terá a primeira audiência do caso da médica Kátia Vargas, que é acusada de provocar o acidente que matou os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes. As testemunhas de defesa e acusação foram intimadas pelo juiz Moacir Pitta Lima. A audiência vai acontecer na 1ª Vara do Júri, em Sussuarana, a partir das 8 horas.

nov
29
Posted on 29-11-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 29-11-2013


======================================================
Amarildo, hoje, na Gazeta Online

==========================================================

OPINIÃO POLÍTICA

O PT no seu dia

Ivan de Carvalho

Numa manobra política importante, governador Jaques Wagner proclamou ontem que o nome que indica ao diretório estadual do PT, como seu preferido para candidato à sua sucessão, é o do secretário da Casa Civil de seu governo, deputado Rui Costa. Não houve surpresa alguma quanto à preferência, mas alguma quanto à revelação, em entrevista à Rádio Metrópole, na véspera da reunião do diretório que deve decidir, hoje, sobre o nome do candidato do PT ao governo. Já amanhã haverá a solenidade de posse do novo diretório estadual do partido, evento que tende a confundir-se com a festa de comemoração pela escolha de Rui Costa para candidato petista ao governo.

Mas o PT não está pacificado. Pelo menos, ainda não está. O partido chegou a ter cinco postulantes à sucessão de Wagner. O último a surgir foi o primeiro a desistir – o tempo de vida da candidatura do secretário estadual da Saúde, Jorge Solla, foi o de uma estrela cadente. Não que ele esteja desprestigiado no âmbito do governo, até pelo contrário. Mas sua candidatura não era o caso.

Outro aspirante, o ex-prefeito de Camaçari e ex-presidente da UPB, Luiz Caetano, lançou-se por conta própria, fez movimento, alguma mobilização, mas faz um tempo que oficiosamente já não é aspirante ao governo e cuida de consolidar sua eleição praticamente certa a deputado federal. Hoje, no diretório, faz um discurso enfatizando a importância da unidade do partido, oficializando seu apoio a Rui Costa e declarando-se candidato a uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Como se nota, restam, além de Rui Costa, dois nomes na lista de pré-candidatos petistas ao governo baiano – o senador Walter Pinheiro, líder do PT no Senado e o secretário estadual do Planejamento e ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, o preferido de Lula, que, no entanto, tem sido bastante discreto nessa preferência.

Ainda ontem pela manhã, minutos após o governador Wagner anunciar que seu preferido para o governo é o chefe de sua Casa Civil (que durante muitos meses passou, por óbvia delegação não escrita do governador, a operar como uma espécie de gerente político e administrativo do governo, função que lhe facilitava trabalhar intensamente a própria candidatura), Gabrielli deu declarações à rádio Band News FM.

Gabrielli comentou que não se omitiu e admitiu – primeira vez que isso aconteceu por parte de um petista graduado – que o partido corre o risco de perder a eleição para o governo. “Não teremos eleição fácil”, disse, e, depois de uma rápida e convincente análise do cenário político-eleitoral, disse que “o mais importante é manter o partido unido. A militância do PT sempre foi um elemento extremamente importante. Se tentarmos apenas com a vontade do governador, sem mobilizar as bases, teremos risco de ser derrotados”. A uma questão direta, respondeu: “O governador anunciou o seu candidato preferido, então… o diretório vai se reunir amanhã (hoje)”.

Alguns viram nesse final um certo conformismo. De fato, pareceu. Mas não foi assim pacífica a reação do outro aspirante escanteado, senador Walter Pinheiro. Em entrevista à rádio Tudo FM ele atirou: “Eu saí da lista do governador, mas continuo na lista do partido. E aí, PT? Está na mão de vocês. O nosso nome está lá à disposição e o PT vai dizer se efetivamente me quer como provável candidato ou se o PT também resolve me dar bilhete azul. Eu estou mantendo na mão do partido para que o PT possa responder sobre essas questões”. E completou, ou complicou: “Esse é o momento em que não é possível fazer retiradas (retirar candidaturas), mas se avaliarem que podem nos retirar, nós não nos sentiremos diminutos”.

À tarde, o senador Pinheiro fez um discurso no plenário do Senado, exclusivamente sobre a escolha do candidato do PT a governador. Recebeu apartes muito elogiosos. E em entrevista à TV Bandeirantes de Salvador, Gabrielli, secretário estadual do Planejamento, afastou toda impressão de conformismo que suas primeiras declarações podem ter deixado: “Minha candidatura está mantida. O importante é a unidade. Devemos criar um processo (de escolha). Se prevalecer apenas a vontade do governador…”.

Sintetizando: para Pinheiro e Gabrielli, a simples absorção do nome preferido do governador pelo diretório põe em grave risco a unidade do partido e até mais do que isso.

==========================================================

Todos os caminhos nesta sexta-feira, 29, em Salvador, levam ao Festival do Samba, que vai durar três dias com tudo do bom e do melhor no gênero, no bairro histórico de Santo Antonio Além do Carmo. Confira!!!

BOM DIA!!!

(Vitor Hugo Soares)


Paulinho da Viola:a nobreza popular do Rio de Janeiro
no Festival do Samba em Salvador

=================================================

DEU NO CORREIO

Da Redação

Reduto do samba na cidade em toda última sexta-feira de cada mês, o bairro de Santo Antônio Além do Carmo vai se tornar o principal palco da música na capital. O motivo é o Festival do Samba, evento gratuito que deve atrair cerca de 30 mil pessoas nos três dias de evento, que começa hoje,sexta-feira (29).

O festival acontece por causa o Dia Nacional do Sambam, comemorado no dia 2 de dezembro, e vai levar para o bairro, grandes nomes do ritmo. A cantora Elza Soares é uma delas. Com o show “Deixa a Nega Gingar”, nome de um samba que ela gravou em 1966, de Luiz Cláudio, ela canta na primeira noite do festival.

O show, com quase duas horas de duração, marcado para as 22h, promete não deixar ninguém parado. Segundo a cantora, esse é um show de samba brasileiro de raiz. “Estou muito feliz de voltar a Bahia. Amo essa terra e as expectativas são sempre as melhores para reencontrar esse público, ainda mais num festival de samba”, destacou.

O festival começa a partir das 19h, com a apresentação do Grupo de Choro Canto da Praça, no Palco Edson 7 Cordas. Às 20h, o grupo Botequim convida o sambista Roque Lima, no paco Batatinha. Para encerrar, o grupo Sovaco de Cobra.

Confira a programação completa do Festival do Samba:

Sexta-feira (29)

Palco Edson 7 Cordas
19h – Grupo de Choro Canto da Praça

Palco Batatinha
20h – Grupo Botequim convida Roque Lima
22h – Elza Soares

Palco Edson 7 Cordas
23h30 – Sovaco de Cobra

Sábado (30)

Espaço Deraldo Gentil
10h às 12h – Roda de conversa com Leitieres Leite

Palco Edson 7 Cordas
14h – Nairzinha
16h – Grupo de Choro Canto da Praça

Palco Batatinha
18h – Grupo Mwuana N’goma
20h – Roberto Mendes convida Riachão
21h – É o Tchan convida Edil Pacheco
22h30 – CORTEJO NA RUA – Grupo Samba de Roda Urbano

Domingo (1)

Palco Edson 7 Cordas
11h – Nairzinha com Bricadeiras de Roda
13h – Samba Gia

Palco Batatinha
16h – Samba Chula de São Braz
17h – Paulinho da Viola
19h – CORTEJO NA RUA – Bloco de Hj à 8

  • Arquivos

  • novembro 2013
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930