nov
25
Posted on 25-11-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 25-11-2013

=================================================================

Fui buscar um velho cd do Gonzaguinha, para homenagear a mulher violentada pela discriminação, pela agressão, pelo assédio, pelo mercado da beleza de formas, o culto das misses, das bundas, dos peitos, a degeneração da sua imensa capacidade de pensar. Numa cultura machista, a coisa começa em casa, quando uma mulher cria filhos homens que se acostumam a serem servidos como se fossem obrigações propriamente femininas as tarefas da casa.

Outro que me emociona é Chico Buarque, cantado por Simone. Canções como Explode coração e grito de alerta, traduzem bem o que se passa na alma feminina em situações limite.

Também, as religiões primam por dotar as fêmeas de predicados em segundo plano, formadoras do lar, procriadoras, amantes e talvez amadas na proporção da sua fidelidade carnal ou renúncia serviçal.

Dirão muitos que as coisas mudaram ou estão mudando, entretanto, consultemos as estatísticas e veremos a quantidade de mulheres que levam surras de maridos ou namorados, o número absurdo de assassinatos em que as vítimas tentaram em vão se proteger dos furiosos e inconformados “machos” covardes e vingativos.

Meninas crescem ouvindo o quanto devem se esforçar para conseguir um lugar ao sol quando forem adultas. E ninguém lembra de lhes dizer que essa história noveleira de dizerem :”você é minha”, não passa de um artifício perigoso, ao invés de ser elogio de grande amor.

Um dia, uma palavra áspera, crise de ciúmes, de repente uma ofensa, um empurrão, um tapa, os gestos aumentam de intensidade, as ameaças doentias, tipo, “eu te mato”, em lugar de “eu te amo”, mas, beijos e abraços apagando temporariamente as dores de relações doentes.

Noutro dia, a fuga, a liberdade, o adeus dolorido, a mulher corre da raia, gota dagua ( aí entram as canções do Gonzaguinha e do Chico), e, algumas terão a chance de recomeçar, refazer suas vidas.

Mas, milhares delas, hoje, são ossos jazendo em túmulos regados a lágrimas de filhos, familiares e amigos, enquanto eles, os matadores violentos, nem sempre cumprem penas, nem sempre se arrependem, e, quase sempre, são “amados” por novas criaturas que os aceitam na esperança de não se tornarem as próximas vítimas.

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, edita o Blog da Mulher Necessária, onde o texto foi publicado originalmente.

nov
25
Posted on 25-11-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 25-11-2013


Eliana: da justiça para a política?

====================================================

DEU NO G1

A ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Eliana Calmon pediu aposentadoria nesta segunda-feira (25), informou a assessoria do tribunal.

No pedido, ela reivindica a aposentadoria a partir de 18 de dezembro. A solicitação foi encaminhada ao Ministério da Justiça, ao qual cabe tomar as providências para oficializar a aposentadoria.

Eliana Calmon tem 69 anos e só seria aposentada compulsoriamente a partir de novembro do ano que vem, quando completará 70 anos.

Em entrevistas à imprensa, ela não descartou uma possível candidatura ao Senado nas eleições do ano que vem.

Para concorrer, tem de se filiar a um partido até abril do ano que vem – pela legislação, juízes podem se descompatibilizar do cargo e se filiar a uma legenda até seis meses antes do pleito.

Eliana Calmon atua como juíza desde 1979. Chegou ao STJ em 1999 e foi corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) entre 2010 e 2012.

Como corregedora, ela provocou polêmica ao afirmar que havia “bandidos escondidos atrás da toga” no Judiciário.

nov
25
Posted on 25-11-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 25-11-2013

===============================================

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE PORTUGAL

Por Rita Vian, editado por Ricardo Simões FerreiraHoje1 comentário

A gravação do disco ‘É Melhor Ser’, onde se reencontra com algumas das compositoras importantes ao longo da sua carreira, é o marco que carimba a celebração dos 40 anos de trajetória musical da cantora baiana, Simone.

A cantora, que se imortalizou com temas como Começar de novo, assinalou este ano quatro décadas passadas desde o princípio da sua carreira, em 1973, e celebrou o feito com o álbum É Melhor Ser, uma novidade que marcou também o seu regresso a estúdio, onde não gravava desde 2009 (Na Veia).

O disco, que como confessou consagra a comemoração de quarenta anos de “canções e sucessos”, contou com uma direção musical dividida entre Bia Paes Leme, que trabalhou com Chico Buarque, e o maestro Leandro Braga, e é composto por canções de compositoras que considera terem sido importantes ao longo da sua carreira como Rita Lee, Joyce, Fátima Guedes, Marina Lima e Sueli Costa.

A Propósito, Mulher o Suficiente ou Descaminhos são algumas das novidades que poderão ser ouvidas neste regresso da cantora que continua a ser uma das mais emblemáticas vozes da música brasileira.


Murray:polêmica ao revelar dados desconhecidos
da intimidade de Michael.

=============================================

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA

O médico Conrad Murray, acusado de dar a dose letal de propofol ao cantor Michael Jackson, esteve dois anos cumprindo pena atrás das grades, e voltou a produzir manchete nos jornais ao falar do rei do pop e ao revelar pormenores sobre a sua vida. “Nós éramos como uma família, quase como irmãos”, disse o médico.

Mas Conrad Murray continua a revelar pormenores nunca antes imaginados. “Tinha de segurar o seu pénis todas as noites para que ele pudesse urinar adequadamente. Como ele sofria de incontinência urinária, eu encarregava-me de instalar uma espécie de cateter para o aliviar e deixar de perder urina constante”, contou ao Mail On Sunday. “Michael não sabia como colocar um preservativo”, acrescentou.

O médico voltou a proclamar a sua inocência e afirmou que foi o próprio cantor o culpado pela overdose fatal. “Nunca dei lhe dei nada que o pudesse matar. Ainda o amo. Ele não conseguia dormir à noite, e prescrevi-lhe alguns medicamentos para o ajudar a descansar, incluindo Valium e Lorazepam. E ele pedia-me para lhe dar mais. No outro quarto a polícia encontrou um frasco de Lorazepam e pastilhas no estômago. Ele injetou-se a si mesmo”, finalizou.


Dique, sem oxigênio na água, à espera
do desastre ecológico anunciado
=======================================================

DEU NO BLOG O INIMIGO DO REI

JORNAL COMENTADO

TONY PACHECO

Só mesmo Gabriel García Márquez para contar a falta de tesão administrativa de nossas autoridades… O parque do Dique do Tororó, como a maioria sabe, não é administrado pela Prefeitura do Salvador. Desde os tempos do falecido ACM que a administração do Dique, do Parque do Abaeté, do Jardim dos Namorados, entre outros logradouros da capital, fica a cargo do Governo do Estado. Isto, na época de ACM, O Velho, era uma beleza para nós, moradores de Salvador, pois escapávamos da incompetência e da displicência dos prefeitos de plantão. O Velho era extremamente carinhoso com Salvador e cuidava bem da cidade. Contudo, agora, o privilégio acabou. Tudo que é administrado pelo Governo do Estado, através da Conder, está ao abandono.

O caso do Dique do Tororó é emblemático. Na lagoa existem quatro esguichadores de água que têm função estética muito bonita: um em frente à Praça dos Restaurantes; outro na Praça dos Orixás; outro em frente à Sucop e, finalmente, um último em frente ao Posto S. Jorge, na Vasco da Gama. O que a maioria não sabe é que aqueles esguichadores não têm apenas a função de embelezar o Dique do Tororó. Eles são OXIGENADORES da água da lagoa, que tem muitos peixes que servem ao lazer e à cozinha dos moradores do entorno. Sem a função oxigenação, o Dique vai se transformar, aos poucos, numa lagoa de águas podres e, finalmente, os peixes vão morrer e nós teremos um espetáculo dantesco digno da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro.

Eu nem queria fazer este post. Antes de trazer isso a público, eu, como cidadão que amo esta cidade, procurei os funcionários da Conder no Dique por três vezes nos últimos 60 dias. Mas, que nada. Conversinha pra lá, conversinha pra cá e, de prático, nada. Há dois meses que os esguichadores-oxigenadores estão lá parados e a água vai ficando podre. Aguardem a mortandade de peixes e, aí, é aquele deus-nos-acuda que sempre acontece na Bahia. Quem foi que fez isso? Quem é o culpado? O culpado é um só e a gente sabe quem é…

MAIS DESMAZELO

Também no Dique do Tororó, no Deck de Remo em frente ao Apaches, as tábuas do deck foram ou roubadas ou caíram de podres (só os Orixás sabem…). Só sei que pedimos também atenção àquilo, pois coloca em risco a vida dos frequentadores, mas o máximo que fizeram foi colocar uma cordinha vermelha pra ninguém ter acesso. Agora, vá dizer aos pivetes que não passem pela cordinha… Eu fui pivete e quando via qualquer obstáculo deste, era como um convite à transgressão. Aguardem menino morto afogado no deck do Apaches…
Outra coisa ridícula na administração da Conder do Dique é que não há uma placa indicando que os barcos pedalinhos estão ali para aluguel. Fiz uma enquete de improviso na região e o que deu foi estarrecedor: 100% das pessoas acham que aqueles pedalinhos estão desativados. Só que não. É que a Conder não tem interesse em alugar os barquinhos. Durma-se com uma falta de barulho desse…

TAMBÉM NO ABAETÉ

O Parque do Abaeté também é administrado pelo Governo do Estado da Bahia e tomei um susto com o que vi. No alto do parque, ruínas de um antigo bar panorâmico são assustadoras. O matagal tomou conta de tudo. A vagabundagem divide roubo ali, no meio da pista. O módulo da Polícia Militar foi DESATIVADO, como convém aos vagabundos, que ficam felizes com a ausência do Estado, pois, assim, eles proclamam o seu Território do Tráfico. As calçadas nestas lamentáveis PEDRINHAS PORTUGUESAS estão todas esburacadas e o aspecto geral é medonho. Nem é preciso dizer que aquele burburinho que vivenciei ali há 8 anos não existe mais. A Conder, que teria que administrar a área, está mostrando o seu jeito muito doido de deixar a coisa se acabar. Isto sem falar da Lagoa do Abaeté em si mesma: com as águas secando e o entorno sendo invadido por pobres, remediados e ricos.

E A MÍDIA?

Ah, nossas TVS, rádios, jornais, revistas, blogs e sites só ficam no ar condicionado. Odeiam se misturar com o populacho, a não ser que haja algum interesse político ou financeiro em vista. Não gostam de andar nas ruas para ver os problemas da população e da Cidade do Salvador. Lamentável.

* Tony Pacheco é jornalista-radialista profissional formado pela UFBA e registrado no Ministério do Trabalho sob o número 966 DRT-BA.

Dirceu pressionou Lula a defender petistas presos

DEU EM A TARDE (COM AGÊNCIA ESTADO)

Preso em uma cela de seis metros quadrados, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu criticou Luiz Inácio Lula da Silva pela forma como ele administrou até agora a crise do mensalão. A insatisfação com o ex-presidente foi manifestada por Dirceu a pelo menos três amigos que o visitaram, nos últimos dias, no Complexo Penitenciário da Papuda.

Irritado com o silêncio do Planalto, Dirceu perguntou: “E o Lula não vai falar nada?”. Era a senha para a urgência de um pronunciamento, que deveria ser feito o quanto antes, no diagnóstico do ex-ministro, sob pena de grande abalo na imagem do PT, com potencial de interferir na campanha da presidente Dilma Rousseff à reeleição.

Três dias depois de receber o recado, Lula fez o mais veemente discurso desde que os petistas foram condenados. Sugeriu, na quinta-feira passada, que o rigor da lei só vale para o PT e dirigiu ataques ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa.

Em meio a protestos contra as “arbitrariedades” na execução das sentenças, Lula e dirigentes petistas também decidiram promover um desagravo a Dirceu, ao ex-presidente do PT José Genoino e ao ex-tesoureiro Delúbio Soares na abertura do 5.º Congresso da sigla, de 12 a 14 de dezembro, em Brasília.

A contrariedade de Dirceu com Lula, porém, não vem de hoje. Interlocutores do ex-ministro contaram ao Estado que ele sempre reprovou a forma “conciliatória” como o então presidente conduziu o caso desde que o escândalo estourou, em junho de 2005.

Em conversas mantidas no cárcere, Dirceu tem dito que Lula errou ao não fazer o “enfrentamento” necessário para não deixar a denúncia de corrupção virar uma espada permanente sobre o PT e o governo. Para Genoino, os réus do PT não têm escapatória, mesmo se conseguirem reduzir suas penas, pois perderam a batalha da comunicação. “Estamos marcados como gado”, resumiu ele a um amigo.

Na avaliação de Dirceu, Lula deixou a CPI dos Correios prosperar, em 2005, quando ainda teria condições de barrá-la. Por esse raciocínio, ao não politizar a denúncia da compra de votos no Congresso, Lula abriu caminho para a “criminalização” do PT. O partido até hoje insiste que nunca corrompeu deputados em troca de apoio e só admite a prática do caixa dois.

Nomeação

Arquiteto da campanha que levou o PT ao Palácio do Planalto em 2003, Dirceu revelou que Lula chegou a consultá-lo sobre a nomeação de Luiz Fux para ministro do Supremo. “Se você está dizendo que sim, quem sou eu para dizer que não?”, disse Dirceu, segundo relato de amigos, antes de ser procurado por Fux, que pediu sua ajuda para conquistar o cargo.

Fux acabou nomeado em 2011 por Dilma. Petistas juram que ele prometeu “matar no peito” a acusação, em sinal de que absolveria os réus. Quando saiu o voto pela condenação, o espanto no governo e no PT foi generalizado.

Num café da manhã com Dirceu, em novembro de 2010, Lula prometeu a ele que, quando estivesse fora do Planalto, desmontaria a “farsa do mensalão”. A promessa não foi cumprida sob a alegação de que era preciso blindar o primeiro ano do governo Dilma. Depois vieram as disputas municipais de 2012 e agora o ano é pré-eleitoral.

Para o líder da bancada petista no Senado, Wellington Dias (PI), o PT não soube construir uma narrativa para reagir à ofensiva da oposição e da mídia. “Sob intenso cerco político, nós acabamos permitindo que as versões da compra de votos florescessem”, avaliou Dias.

A estratégia do governo e do PT, agora, é usar o escudo da “legalidade” e o discurso de que há “dois pesos e duas medidas” na Justiça para impedir que o mensalão contamine a campanha de Dilma em 2014.

(As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.)

nov
25
Posted on 25-11-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 25-11-2013


=======================================================
Regi, hoje, no Correio Amazonense

======================================================
BOM DIA!!!

  • Arquivos

  • novembro 2013
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930