Wagner a Gabrielli: “imposição não
é a minha cara”

===============================================

DEU EM A TARDE/UOL

O governador Jaques Wagner reagiu às declarações do secretário do Planejamento do Estado José Sérgio Gabrielli e disse que não está impondo um nome ao PT para disputar a sucessão estadual em 2014. “Em mim não vai caber essa pecha de enquadramento (do partido), que não é minha cara”, afirmou, na quarta-feira, 20.

Em nota ao Diretório do PT-BA reafirmando sua pré-candidatura, Gabrielli afirma que o PT deveria levar em conta para definir o nome da sigla a posição do governador como fator preponderante, “mas não exclusivo no processo de decisão”.

Sem perder o humor, Wagner disse que nunca pretendeu que sua opinião “fosse exclusiva”: “Modéstia à parte, acho até e sou criticado por isso, que é difícil que se encontre alguém que, sentado na cadeira do Executivo tenha tanta abertura para o diálogo. Nunca constrangi nem nunca vou constranger o PT. Apresento sugestões”, observou, insistindo que “essa veste” não caberia nele, “porque não tenho perfil autoritário muito menos de tentar enquadrar o partido”.

Por outro lado considerou evidente que é “o condutor do processo” e teria “a visão, vamos dizer do problema como um todo, da característica de quem está sentado na cadeira do governador”, mas contou estar “conversando com todo mundo e acho que todos que estão com o nome colocado são merecedores”.

Wagner não esconde que o seu candidato preferido é o secretário da Casa Civil Rui Costa. Mas diz que pretende “fortalecer o time, não estou querendo fazer um campeão. Estou querendo fazer um time campeão. E para esse time ser campeão temos que fazer vários jogadores prosperarem. Técnico que depende de um único jogador não vai muito longe”.

Pior ou melhor

Para ele “não cabe ficar perguntando quem é o pior ou o melhor porque cada um tem qualidades e defeitos”.

Avaliou que o PT ainda não tem “nenhum candidato pronto, porque não temos uma bola certa” e lembrou que, na eleição de 2006, era um candidato certo para perder e ganhou.
“É muito mais importante fazer o debate de ver como é que a gente cresce, que a gente aumenta o nosso time. Estou querendo preparar mais gente para que possa desempenhar bem o partido”, disse.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • novembro 2013
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930