DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

A polícia de Paris foi hoje (18) enviada para proteger as sedes dos grandes órgãos de comunicação social parisienses, depois de um atirador ter entrado no jornal francês Libération, ferindo um fotógrafo.

«A segurança foi reforçada nos edifícios dos media», tendo já criado um cordão de segurança em volta do prédio onde se situa o Libération, informou uma fonte policial à agência de notícias francesa France Press.

O atirador entrou hoje de manhã no hall do Libération e atirou sobre um fotógrafo, que, de acordo com as primeiras informações, ficou ferido no tórax e no estômago, estando com um prognóstico reservado.

A brigada criminal da polícia judiciária parisiense já se encontra no local, onde está a investigar as causas do incidente.

De acordo com Nicolas Demorand, diretor do Liberation, o ataque deixou a redação em estado de choque.

«Quando vemos alguém com uma arma vir à sede de um jornal numa democracia, é muito, muito sério, qualquer que seja o estado mental da pessoa em questão», disse Demorand, acrescentando que, se é necessário, os jornais, ou outros media, tornarem-se »’bunkers’, alguma coisas está mal na sociedade», frisou.


Agentes policiais franceses na frente do Liberation
Foto:Gonzalo Fuente-Teuters/DN

====================================================

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA

Um homem armado com uma espingarda entrou esta segunda-feira (por volta das 10.15) no jornal francês “Libération”, em Paris, e abriu fogo ferindo com gravidade um assistente de fotógrafo antes de fugir, revelou uma fonte policial. A vítima foi atingida no peito e o seu prognóstico é reservado.

Na sexta-feira, outro homem armado também tinha invadido o canal televisivo BFM TV, em Paris, ameaçando os jornalistas presentes com a arma antes de fugir sem ter ferido ninguém. No entanto, as autoridades francesas afirmam que é impossível estabelecer uma ligação entre os dois casos, estando as investigações de ambos ainda sendo promvidas.

nov
18
Posted on 18-11-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 18-11-2013


===========================================================
Clayton, hoje, no jornal O Povo (CE)

=========================================================

DEU NO DIÁRIO DE NOTÍCIAS, DE LISBOA


A socialista Michelle Bachelet ganhou o primeiro turno das eleições presidenciais deste domingo realizadas no Chile, e deverá enfrentar a segunda candidata mais votada, a conservadora Evelyn Matthei, indicam os resultados oficiais.

De acordo com as sondagens, Bachelet recebeu 46,65 por cento dos votos, contra a candidata conservadora Evelyn Matthei, que conseguiu 25,26 por cento.

Os resultados definitivos só deverão ser conhecidos ao final da noite, mas tudo indica que a candidata socialista deverá ultrapassar os 50 por cento dos votos dos chilenos, o que não acontece desde 1993.

Michelle Bachelet, 62 anos, é médica de formação e primeira mulher eleita Presidente num país da América do Sul, em 2006.

Foi a primeira mulher a ser Chefe de Estado do Chile, entre 2006 e 2010, e trabalhou depois nas Nações Unidas, sendo agora vista como uma forte potencial candidata a um mandato não consecutivo no país da América Latina que detém o mais alto rendimento per capita.

Bachelet, que vai tentar suceder a um conservador bilionário, o Presidente Sebastian Pinera, deverá enfrentar novamente Evelyn Matthei a 15 de dezembro.

nov
18

BOM DIA!!!

  • Arquivos

  • novembro 2013
    S T Q Q S S D
    « out   dez »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    252627282930