out
03
Posted on 03-10-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 03-10-2013


Sem partido:Marina acompanhou julgamento no TSE

==========================================================

DEU NO IG

Por seis votos a um, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou na noite desta quinta-feira (3) o registro do partido Rede Sustentabilidade, idealizado pela ex-senadora Marina Silva. Os ministros seguiram o parecer contrário do Ministério Público Eleitoral sob o argumento de que a sigla não obteve o mínimo necessário de assinaturas. O ministro do STF Gilmar Mendes, que substituiu Dias Toffoli no julgamento, foi o único a votar favoravelmente.

Com a decisão, a Rede fica fora da disputa eleitoral de 2014, uma vez que o prazo para o registro do partido e respectivas filiações termina no sábado (5). Marina só poderá concorrer à Presidência se decidir se filiar a outro partido, um plano B que ela sempre negou. A presença da ex-senadora em 2014 é tida como fundamental porque, em 2010, com os seus quase 20 milhões de voto, ficou em terceiro lugar e foi a responsável por levar a disputa ao segundo turno.

O primeiro voto do julgamento foi o da ministra Laurita Vaz, relatora do caso no TSE. Ao indeferir o pedido, ela disse que “nada impede o registro posterior” da Rede. A ministra rebateu ainda o argumento do partido contra os cartórios dizendo que a prova da autenticidade das assinaturas é ônus da sigla. “A contabilização de apoiamentos e as certidões validadas pelos cartórios apontam para o não atingimento das assinaturas mínimas necessárias”, disse.

A falta de 50 mil assinaturas também foi o argumento usado pelo vice-procurador eleitoral Eugênio Aragão para dar parecer contrário à obtenção do registro da sigla. Para obter registro, o partido precisava validar 0,5% dos votos registrados na última eleição para a Câmara dos Deputados, ou seja, 492 mil assinaturas, mas chegou a 442.500.

O ministro Gilmar Mendes foi o único que votou favoravelmente a Marina Silva e foi aplaudido pelos organizadores da Rede que estavam no tribunal. O ministro questionou a invalidação de 95 mil assinaturas nos cartórios “sem justificação expressa”. “Essa contagem de assinatura e verificação de firma é de um Brasil do passado”, disse Mendes ao defender atualização da Justiça e informatização dos cartórios. Existe, segundo ele, uma situação de abuso que justifica o reconhecimento das assinaturas invalidadas. “Não se trata de descumprir a legislação, mas de aplicar a legislação”, afirmou.

O ministro João Otávio de Noronha, também voto contrário, afirmou que os minsitros do TSE não podem se “mover pela sensibilidade ética ou pessoal e não há flexibilização da norma”. A ministra Luciana Lóssio, ao negar o pedido da Rede, usou argumento da própria Marina: “Criação de um partido politico não é para disputar uma eleição. É um projeto de poder, é um projeto de nação”. Todos os ministros que votaram contrariamente à criação da Rede disseram que o partido pode fazer novo pedido de registro assim que regularizar a validação das assinaturas.

http://youtu.be/1a-SZUtFwZo

=====================================================

Deu na área de vídeos do Youtube:

“”Inauguramos o Canal “Alfa Beto” com um vídeo crítico e de arte. Trata-se do personagem Lamartine Brabo, aquele que senta o porrete com suas marchinhas de carnaval”.
=============================================

Divulgado no site Diário do Poder

DEU NO JORNAL “PÚBLICO”, DE PORTUGAL

A tentativa de um carro passar uma barreira de segurança na Casa Branca levou a uma perseguição e disparo de tiros que acabou com uma morte, a da motorista acusada de tentativa de invasão.

O Capitólio, onde funciona o Congresso dos EUA, foi parcialmente encerrado na sequência do disparo de tiros, aparentemente junto ao Senado, mas já reabriu.

O chefe da Polícia do Capitólio, Kim Dine, acabou de dizer que se trata de um “incidente isolado” e que “não há qualquer indicação que esteja relacionado com terrorismo”.

A estação de televisão local WJLA, que funciona em rede com a emissora nacional ABC, diz que uma mulher suspeita foi atingida a tiro e morta. A polícia não confirmou a informação, repetida por vários outros meios de comunicação, da Reuters e ao Politico, da National Public Radio (NPR) à Bloomberg.

Ainda segundo a ABC, tudo terá começado quando um carro preto tentou derrubar uma barricada em volta da Casa Branca e terá quase atropelado um dos policias. Seguiu-se uma perseguição, e uma mulher, a condutora, foi morta, e um polícia ferido num choque entre dois carros da polícia na perseguição. Segundo o Washington Post, parece que todos os tidos foram disparados pela polícia ao tentar parar o carro. Aparentemente havia uma criança no veículo, já foram divulgadas imagens de uma pequena menina, a chorar, enquanto era levada por agentes de segurança.

O senador democrata Gerry Connolly tinha contado ao site Politico que ouviu o que lhe pareceu “fogo de artifício”. Imediatamente, os polícias disseram a quem estava na varanda para entrar no edifício. Segundo o senador, teriam sido “cinco ou seis” disparos. Connolly disse depois ao Post que tinha informação de que tinha sido detido um suspeito.

Telas no edifício exibiram alertas para um tiroteio e aconselham as pessoas a manterem-se no local em que estivessem.

“Há informação de tiros no Capitólio. Pede-se a todos os ocupantes que se mantenham onde estão”, dizia a polícia do Capitóliio num email a todos os funcionários do local. “Fechem, tranquem, e fiquem longe de portas e janelas”, dizia ainda a mensagem. “Se não está no seu gabinete, refugie-se no escritório mais próximo.”

“Se está num gabinete, mantenha-se no local” – é a frase que ouvimos uma e outra vez no sistema de emergência”, dizia o congressista Trey Radel no Twitter.

O incidente ocorreu quando o Executivo está no terceiro dia de paralisação e em plena crise pela não aprovação do orçamento. Ao retomar a sessão, a Câmara dos Representantes aplaudiu de pé a polícia. No Twitter, muitos lembravam que os agentes desta força não estão a ser pagos por causa da paragem.

Como precaução, a Casa Branca esteve também encerrada e em alerta.

“A crise acabou: já não há um atirador ativo”, dizia a MSNBC. Desde o alerta até ao anúncio de que tudo estava seguro não chegou a passar uma hora.

out
03


Sobral:cassado pelo TRE

============================================

DEU NO BLOG POLÍTICO DE JORGE lUIZ

Prefeito de Irecê Luizinho sobral teve seu mandato cassado, esta quinta-feira, 3, pelo Tribunal Regional Eleitoral, mas ainda cabe recurso desta decisão de primeira instância. O TRE entendeu, em sua decisão, que durante o processo eleitoral de 2012 em Irecê, o candidato eleito, Luiz Pimentel Sobral, teria sido beneficiado por emissora de rádio.

Das últimas eleições restaram ao todo 9 processos de ambas as coligações, a informação é que 2 deles já foram julgados, nos próximos dias deverão sair novas decisões. Neste processo específico que derruba o prefeito Luizinho Sobral, trata-se uma representação da coligação “Para seguir em Frente” , representando por Everaldo da Silva Dourado, pois durante o período das eleições o advogado da coligação Dr. Fred, já havia ingressado na justiça com ações, por entender que um dos candidatos estava sendo beneficiado. A Justiça Eleitoral julgou procedente.

Entenda: O Ministério Público esteve nas dependências da Rádio Irecê Líder FM e confiscou todos os arquivos de áudio da emissora para a avaliação da perícia técnica, que de acordo com a decisão do magistrado, considerou procedente a manipulação da propaganda eleitoral. A Rádio Líder foi condenada a ficar fora do ar pelo período de 24 horas, isto por duas vezes. Durante o período da suspensão, ficou obrigada a divulgar, a cada 15 minutos, uma mensagem afirmando que a mesma “se encontra fora do ar por ter desobedecido à lei eleitoral”.

O candidato José Carlos das Vigens (Zé das Virgens, ex-prefeito petista de Irecê), alegou sofrer retaliação por parte de Rádio Lider Fm na veiculação da propagando eleitoral gratuita. Na representação, a coligação de José das Virgens ainda argumentou que a “manipulação da propaganda” aconteceu em decorrência da ligação direta das empresas do seu propietário, J Sidnei, com o candidato adversário de José das Virgens. “Isso mostra mais uma vez que a justiça tarda mais não falha, os absurdos ditos na referida emissora de Rádio são revoltantes, só na forma de falar dos radialistas se percebia a manipulação”.

Nesta Ação, o Ministério Público já havia pronunciado a favor da cassação, com a decisão da Justiça em afataro prefeito de Irecê, Luzinho Sobral, terá o prazo de 3 dias para recorrer, pois a mesma ainda cabe recurso. A decisão deverá ser pública nesta sexta-feira no Diário Oficial.

Fonte:Radialista Ray Cruz/Facebook

==============================================

“Canoas do Tejo”, fado de Lisboa na interpretação inimitável de Carlos do Carmo .

Música vai dedicada ao âncora da Radio Metrópole, Mario Kertész e sua afinada equipe, pela espetacular entrevista da manhã desta quinta-feira, 3, com a cantora portuguesa
Teresa Salgueiro, que se apresenta esta semana em Salvador, no TCA e no Pestana Convento do Carmo. Carlos do Carmo foi lembrado na entrevista pela artista e pelos ouvintes, que participaram intensamente da conversa na Metrópole.

São coisas assim, brilhantes e sempre surpreendentes, que marcam a difetrença de Mário e sua equipe (destaque para Abraão) no rádio de Salvador, da Bahia e do País.

Comovido, como tantos ouvintes, parabenizo e agradeço com esta canção.

Som na caixa, maestro!

(Vitor Hugo Soares)


José Raimundo, o reporter premiado do Herzog

===============================================


A charge premiada de Angelli

===========================================

DEU NA FOLHA

Uma charge do cartunista Angeli venceu a categoria Artes do Prêmio Vladimir Herzog. Publicada em 13 de maio, a ilustração trata da Comissão da Verdade, incumbida de investigar a repressão durante a ditadura militar.

Outros dois jornalistas da Folha, Rubens Valente e Matheus Leitão, receberam menção honrosa na categoria Jornal pela reportagem “Os arquivos ocultos da ditadura”,

Janaina de Oliveira Garcia, repórter do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha, recebeu menção honrosa na categoria Especial pela reportagem “Existe terror em SP: o dia em que PMs atiraram ante aplausos e pedidos de não violência”, de 14 de junho.

Os ganhadores foram escolhidos anteontem pela comissão organizadora em audiência na Câmara Municipal de São Paulo.

O instituto avaliou 443 contribuições de jornalistas de todo o Brasil. A cerimônia de premiação será realizada no próximo dia 22, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

Entre os premiados estão o fotógrafo Jefferson Bottega, do jornal “Zero Hora”, os repórteres José Raimundo, da TV Globo, Ismael Soares Machado, do jornal “Diário do Pará”, Mateus Parreiras de Freitas do “Estado de Minas”.

CONSTITUIÇÃO

A nova editora do Instituto Vladimir Herzog estreia com o livro “A Constituição de 1988, 25 anos”, que será lançado hoje no Senado.

Além do registro histórico, foi incluído um capítulo sobre os protestos de junho.

“O processo não acabou em 88, está acontecendo nas ruas”, diz Nemércio Nogueira, diretor do instituto.

O título tem ainda textos dos jornalistas Eurípedes Alcântara, Ricardo Setti, Eugênio Bucci, Marcelo Rech, Eliane Cantanhêde, Clóvis Rossi, Mino Carta, José Nêumanne Pinto, Ricardo Gandour, Franklin Martins, Alexandre Garcia, José Roberto Guzzo, Dora Kramer e Paulo Moreira Leite.

Confira a lista completa de ganhadores do prêmio

Artes (ilustrações, charges, cartuns, caricaturas e quadrinhos)
Vencedor: Comissão da Verdade – Angeli (Jornal Folha de S. Paulo)
Menção Honrosa: A vulnerabilidade e a força das mulheres negras – Kleber Soares de Sales (Jornal Correio Braziliense)

Fotografia
Vencedor: Depósito Humano – Jefferson Bottega (Jornal Zero Hora)
Menção Honrosa: Nota 0 – Allan Douglas Costa Pinto (Jornal Tribuna do Paraná)

Reportagem de TV
Vencedor: Adoção irregular – José Raimundo e equipe (TV Globo)
Menção Honrosa: SOS Criança – Marcelo Canellas e equipe (TV Globo)

Documentário de TV
Vencedor: Carne osso: o trabalho em frigoríficos – Carlos Juliano Barros / equipe Repórter Brasil (GloboNews)
Menção Honrosa: Carandiru, a marca da intolerância – Bianca Vasconcellos e equipe (TV Brasil / EBC)

Rádio
Vencedor: Voz Guarani-Kaiowá – Marilu Cabanãs e equipe (Rádio Brasil Atual)
Menção Honrosa: Dores do parto – Anelize Moreira e equipe (Rádio Brasil Atual)

Jornal
Vencedor: Os Suruí e a Guerrilha do Araguaia – Ismael Soares Machado e equipe (Jornal Diário do Pará)
Menção Honrosa: Os arquivos ocultos da ditadura – Rubens Valente Soares e equipe (Jornal Folha de S.Paulo /DF)

Revista
Vencedor: O primeiro voo do condor – Wagner William (Revista Brasileiros)
Menção Honrosa:
– Caderno Especial: Subsídios para uma Comissão da Verdade da USP – Pedro Pomar e equipe (Revista Adusp – Associação dos Docentes da USP)
– Em busca da verdade – Fausto Salvadori Filho (Apartes – Revista da Câmara Municipal de São Paulo )

Internet
Vencedor: Pelo menos um – Julliana de Melo Correia de Sá e Ciara Núbia de Carvalho Alves (Portal NE10)
Menção Honrosa: Infâncias devolvidas – Edcris Ribeiro da Silva Wanderley (Site Diário de Pernambuco)

Categoria Especial – “Violências e agressões físicas e morais contra jornalistas e contra o direito à informação”
Vencedores:
– Jornalistas assassinados no Vale do Aço – Mateus Parreiras de Freitas e equipe (Jornal Estado de Minas)
– Existe terror em SP: o dia em que PMs atiraram ante aplausos e pedidos de não violência
– Janaina de Oliveira Garcia (Portal UOL)


Mia com Frank Sinatra…

================================================


…e com o filho Ronan

================================================

DEU NO PORTAL EUROPEU TSF

A atriz Mia Farrow admitiu numa entrevista à revista Vanity Fair que Frank Sinatra pode ser o pai do seu filho Ronan, e não o seu ex-marido, Woody Allen.

Na entrevista, publicada ontem (2), Mia Farrow descreveu Frank Sinatra como o grande amor da sua vida e quando questionada de este poderia ser o pai do seu filho, disse apenas: «Talvez».

Mia Farrow disse também que ela e Sinatra, que estiveram casados dois anos até 1968, nunca se separaram efetivamente, alimentando ainda mais a dúvida sobre a paternidade de Ronan até porque este tem olhos azuis parecidos com o ator.

Depois Mia Farrow esteve casada com Woody Allen, até 1992 quando descobriu que o realizador tinha um relacionamento com a filha adotiva dos dois, Soon-Yi.

Já Ronan quis distanciar-se dos comentários da mãe e escreveu na sua conta do Twitter que todos eram «possivelmente» filhos de Sinatra. O cantor e ator morreu em 1998.

DEU NA BAND NEWS

Na Itália, pelo menos 82 pessoas morreram nesta quinta-feira (3) após um barco de imigrantes naufragar, na costa da ilha de Lampedusa. Cerca de 250 pessoas permanecem desaparecidas.

O grupo de imigrantes africanos tentava alcançar a Itália, quando a embarcação pegou fogo e afundou. Acredita-se que cerca de 500 pessoas estavam a bordo. Equipes de resgate com o auxílio de helicópteros trabalham na área. Anualmente, milhares de imigrantes ilegais tentam entrar na Europa na busca de uma vida melhor.

A Ilha de Lampedusa, a apenas 113 quilômetros da costa da Tunísia, é a principal porta de entrada. Neste ano, o número de pessoas que tentam fazer a perigosa travessia em embarcações precárias aumentou devido aos conflitos no continente africano, principalmente, na Síria.

out
03
Posted on 03-10-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 03-10-2013


=================================================
Jorge Braga, hoje, no jornal O Popular (GO)


Escudero festeja golaço do Vitória na Fonte

===========================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

Da Redação

O sonho de conquistar uma vaga na Taça Libertadores do ano que vem está mais vivo do que nunca na mente dos torcedores do Vitória. Na noite desta quarta-feira (2), o Leão bateu o Goiás por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, e encostou ainda mais no G4 do Brasileirão. Na primeira etapa, Escudero abriu o placar e Pedro Henrique igualou o marcador. Na reta final da partida, a estrela rubro-negra brilhou com William Henrique, que já havia se destacado na goleada sobre o Atlético-PR. Ele entrou e balançou as redes para garantir o triunfo.

Com o resultado, o Rubro-negro alcançou os 37 pontos e ocupa a 5ª colocação na Série A. O Goiás, estagnado nos 33 pontos, é o 12º. Na próxima rodada o Vitória pega o São Paulo, no Morumbi. A partida vai acontecer no próximo sábado (5), às 21h. Já o Esmeraldino encara o Criciúma no domingo (6), às 18h30, no estádio Serra Dourada.

O jogo
O Goiás começou melhor e levava perigo ao gol de Wilson, goleiro rubro-negro. Aos seis minutos de jogo, Renan Oliveira foi lançado na frente e tentava o drible no arqueiro, quando a arbitragem pegou sua posição de impedimento corretamente. Mesmo jogando fora de casa, o Esmeraldino tinha postura mais ofensiva. Só que o Vitória respondeu aos sete minutos, com Juan. O lateral invadiu a área do Goiás e chutou forte para boa defesa de Renan.

Apesar de ter mais volume de jogo, o Goiás não era eficiente nas conclusões e o Vitória mudou a história da primeira etapa aos 15 minutos. Escudero recebeu na intermediária, sem marcação, ajeitou a bola e marcou um golaço de longa distância. Que bomba. A bola estufou o ângulo esquerdo de Renan. O gol deu moral ao time e o Rubro-negro passou a dominar as ações da partida. Aos 20, Renato Cajá fez belo lançamento para Dinei, que demorou de decidir e viu Rodrigo chegar de carrinho para evitar o chute.

A torcida do Leão acabou levando uma ducha de água fria aos 34 minutos. Rodrigo, ex-zagueiro do Vitória, soltou a bomba em cobrança de falta e Wilson espalmou. No rebote, o zagueiro Pedro Henrique empatou a partida. Em seguida, ele foi substituído por Felipe, pois se machucou antes mesmo de balançar as redes.

No segundo tempo, o jogo não teve muitos lances de emoção e o jogo foi morno em grande parte dos 45 minutos finais. Aos 14, Wilson defendeu chute fraco de Hugo de fora da área. Aos 15, o camisa 1 do Vitória salvou o que seria o segundo gol do Goiás depois de cruzamento de William Matheus e cabeçada forte de Júnior Viçosa. Buscando a vitória, o técnico Ney Franco deixou o time mais ofensivo, colocando Alemão e William Henrique no jogo nos lugares de Renato Cajá e Elizeu, respectivamente.

Aos 42 minutos de jogo, William Henrique, que era o homem mais perigoso do Vitória, dominou a bola depois de um cruzamento da esquerda e estufou as redes de Renan, fazendo a festa da torcida nas arquibancadas da Arena Fonte Nova. O Leão já era superior no jogo e sufocava o adversário. A insistência acabou premiada. A festa estava feita.

Pages: 1 2

  • Arquivos