DEU NO ESTADÃO

BRASÍLIA – O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, lamentou a prisão da correspondente do Estado em Washington, Claudia Trevisan, na universidade de Yale, nos EUA, quando ela tentava entrevistá-lo.

Veja também:
link Universidade Yale, nos EUA, recua de ação contra jornalista do ‘Estado’
link Correspondente do ‘Estado’ é presa e algemada

Barbosa afirmou, por meio da sua assessoria, que ficou sabendo do episódio apenas na manhã de sábado, informado pela organização do seminário “Constitucionalismo Global 2013”, do qual participava, e que lamentava o episódio, já que a jornalista estava lá “apenas fazendo seu trabalho”.

Claudia foi detida por cinco horas, primeiro em uma viatura policial e depois na delegacia da cidade de New Haven, onde fica a universidade, depois de tentar localizar o seminário do qual Barbosa participava. A jornalista havia sido incumbida pelo Estado de tentar entrevistar o presidente do STF. Ao procurar a assessoria da faculdade de direito, foi informada que o evento seria fechado. Claudia falou também com o próprio Barbosa, de quem ouviu que ele não daria entrevista, a quem disse, então, que o esperaria do lado de fora do evento.

A própria jornalista, ao chegar à universidade, procurou um dos seguranças da instituição para confirmar a localização do evento, quando então foi detida, algemada e teve seu passaporte retido.

Ficou uma hora presa dentro de uma viatura, sem poder telefonar, e outras quatro na delegacia, quando pode enfim fazer contato com a empresa. O Itamaraty foi então acionado e um representante do consulado em Hartford foi encontrá-la. Claudia foi autuada por “transgressão criminosa” e terá que se apresentar à Justiça americana no próximo dia quatro. O Estado contratou um advogado para defendê-la.

Be Sociable, Share!

Comentários

Rosane Santana on 30 setembro, 2013 at 8:28 #

Avançou o sinal vermelho em algum momento. E em Connecticut não se avança sinal impunemente. No caminho para chegar a New York, vindo de Massachusetts, os guardas de trânsito do Estado de Connecticut são temidissimos. Lá tem pena de morte e cassinos maravilhosos. Como jornalista, a moça devia ser mais precavida. Yale esta entre as mais conceituadas universidades do mundo, e filha de Harvard e lá estudaram, entre outras celebridades Hillary E Bill Clinton. Lá e professor um dos mais respeitados brasilianistas Stuart Schwartz, autor do mais importante livro sobre a sociedade do açúcar no nordeste: Segredos Internos – Engenhos e escravos na sociedade colonial, em que descortina a elite açucareiro baiana cujos herdeiros estão entre nos.


Rosane Santana on 30 setembro, 2013 at 8:30 #

Faltam acentos no teclado do meu IPad, ainda não configurado. Help me Márcia Dourado.


Rosane Santana on 30 setembro, 2013 at 16:04 #

Só o antiamericanimo mais fora do lugar e tolo
quer fazer acreditar que a repórter foi presa sem fazer nada. Demonstrou, sim, desconhecer totalmente o caminho em que estava pisando e isso e um ponto negativo para um repórter, sobretudo um correspondente internacional.

Confira a íntegra da nota da Universidade:

Antes de chegar ao Campus da Universidade Yale no dia 26 de setembro para tentar entrevistar o ministro Barbosa, a sra. Trevisan já sabia que o Seminário Constitucionalismo Global ministrado por ele seria um evento privado, fechado para o público e para a imprensa. Ela invadiu a propriedade de Yale, entrou na Faculdade de Direito sem permissão e quis entrar em outro prédio onde os participantes do seminário estavam.

Quando ela foi questionada sobre o motivo pelo qual estava no prédio, ela afirmou que estava procurando um amigo com quem pretendia se encontrar. Ela foi presa por invasão de propriedade. A polícia seguiu os procedimentos normais, sem que a sra. Trevisan fosse maltratada. Apesar de justificada a prisão por invasão, a universidade não planeja acionar a promotoria local para levar adiante a acusação.

A Faculdade de Direito e a Universidade Yale acomodam milhares de jornalistas ao longo do ano para eventos públicos no campus e entrevistas com membros da comunidade de Yale e visitantes.Assim como todos os jornalistas, a sra. Trevisan é bem-vinda para participar de qualquer evento público em Yale e falar com qualquer pessoa que desejar lhe conceder entrevista.

Tom Conroy, Secretário de Imprensa da Universidade Yale


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2013
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30