============================================================

MÚSICA
Viva Oscar!!!

Gilson Nogueira

Carol Sabóia interpreta “Bonita”, de Tom Jobim. O maestro soberano a acompanha, ao piano, na gravação.

Dizem que o dedilhar de Tom é um toque econômico. Tom esbanja Deus, quando toca. Ponto.

Seu toque tem cheiro de perfume. Como o do meu pé de alecrim que está ao lado de uma Espada de Ogum, no canteiro do meu jardim, encantando meus dias, de chuva e sol, com sua delicadeza.

Hoje, ao acordar, minha preocupação em vê-lo seco aumentou. Ele está, quase, sem aquelas folhazinhas pequeninas, como a voz de Carol, na Rádio Noblat, agora.

Tenho que encomendar, depressa, outra muda ao primeiro amigo que for a Serrinha. O alecrim é a delicadeza da vida no chão.

Ah, agora, a planta exala tristeza, no adeus a Oscar Castro Neves, um dos mais talentosos músicos da Bossa Nova, desde o dia em que João Gilberto a sintetizou nas cordas do violão!

Aqui, no andar de baixo, essa plataforma que nos impulsiona aos espaços da Eternidade, fica a história desse monstro da Bossa, que já nasceu, no nome, premiado com o troféu maior dos artistas, por ser, como Tom, um dos mestres do toque do silêncio que encanta. Oscar foi, também, um dos mais importantes brasileiros aos olhos e ouvidos do mundo.

Enquanto a nação bossanovística torna-se mais órfã com a partida de Oscar, cante-se e execute-se mais e mais a BN.

No planeta, a exemplo do futebol de Pelé, ela é uma das marcas do Brasil que impõe respeito, que dá certo. O resto é conversa fiada. Coisa de quem tem muito marketing e talento nenhum.

Gilson Nogueira é jornalista, amante e conhecedor da bossa nova, colaborador da primeira hora do BP

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2013
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30