set
12

======================================================

DEU NO PORTAL A TARDE

O governador Jaques Wagner (PT) negou nesta quarta-feira, 11, que tenha pedido para a presidente Dilma Rousseff a demissão do vice-presidente de pessoa jurídica da Caixa Econômica Federal, Geddel Vieira Lima (PMDB), opositor estadual ao PT e um dos possíveis candidatos da oposição nas eleições de 2014.

“Em primeiro lugar, quem contrata e demite é a presidente Dilma. O presidente da República não sou eu. Agora, se eu precisar pedir alguma coisa para ela, não vou pedir em público”, destacou.

Segundo o governador, a conversa que ele teve com a imprensa em Brasília na última terça-feira e que deu origem à informação negada por ele foi em relação à situação do PSB – partido do governador de Pernambuco, Eduardo Campos – no governo federal.

“Nós estávamos falando de outras coisas, muito mais da questão do PSB. O que eu disse é que uma sucessão de declarações dele (de Eduardo Campos) vai estreitando o espaço de negociação”, disse o governador.

Segundo ele, em nenhum momento citou o nome de Geddel. “A conversa não era nem sobre o PMDB, eu não falei em momento algum do PMDB”, rechaçou.

Geddel e Wagner são adversários desde que o PMDB abandonou a base do governo estadual em 2009.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2013
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30