===================================================

===================================================


CRÔNICA
PAZ AO BRASIL E SAÚDE AOS FRANCESES

Maria Aparecida Torneros

Hoje é o dia na Patria no Brasil.

País gigante que acordou para os movimentos e protestos, e o que se vê na mídia de um modo geral é aquele deus-nos-acuda e corre-corre de manifestantes versus policiais, confusão, barreiras militares, desfiles em homenagem à independência, um conjunto de atitudes violentas de ambos os lados, uma tentativa de explicar os grupos isolados, que incitados por motivações pessoais ou sociais, parecem perdidos, sem rumo, sem causa e efeito, reduzindo tudo ou quase tudo ao descontrole que abate as razões e excede em atos de repressão ou radicalismos inadequados como reação tanto de autoridades policiais quanto à organização dos desejosos de protestar em paz.

Causa-me aflição não reconhecer nos episódios de hoje, o perfil exato do Brasil em que acredito, talvez aquele com que minha geração tenha sonhado ingenuamente, e, perplexa, tento rolar o filme dos últimos 60 anos da nossa história, buscando o balanço de suas dores e separações.

Em contrapartida, vejo as fotos do jantar de branco, que os franceses tem promovido, em paz, harmonia, lembrando a nossa Copacabana do reveillon.

Aí, fugitiva desta realidade nacional inusitada, me dá vontade de voar e abraçar meus amigos europeus que conhecem violencia e vivenciaram grandes guerras.

O exercício humano da fraternidade, a conquista do equilibrio social, realmente parece utopia. Obama saiu ontem do G20 pregando novo ataque mesmo sem aval da ONU, o Brasil, através da sua presidenta Dilma, protesta contra a espionagem na internet, nas ruas do nosso país, há movimentos diversos, em lutas que dispensam os trajes brancos.
Sem brindes, viva o Brasil, mas, a liberdade, igualdade e fraternidade não são , afinal, os nossos focos?

Paz, minha terra que tem palmeiras, desejo paz aos meus conterrâneos e saúdo aos franceses que nos emanam luzes e amor ao sonho de um mundo realmente justo e livre.

Cida Torneros é jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, edita o Blog da Cida, onde o texto foi originalmente publicado.

Be Sociable, Share!

Comentários

Cida Torneros on 8 setembro, 2013 at 10:32 #

Bom domingo a todos, com Paz!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • setembro 2013
    S T Q Q S S D
    « ago   out »
     1
    2345678
    9101112131415
    16171819202122
    23242526272829
    30