Voo Salvador-Miami foi cancelado. Foto:Reuters

=================================================

DEU NA VEJA ONLINE

Um piloto norte-americano da companhia American Airlines foi detido, nesta quinta-feira, ao passar nu pelo detector de metais do aeroporto de Salvador. Ele foi preso pela Polícia Federal por desacato à autoridade e teve de assinar um documento de liberação. O voo, que ele conduziria da capital baiana para Miami, nos Estados Unidos, foi cancelado.

O comandante, cuja identidade não foi divulgada, se irritou com os alertas sonoros do raio-x do terminal e resolveu tirar toda a roupa para, enfim, embarcar no avião. O voo já estava atrasado em 30 minutos.

Em nota, a aérea informou que não comentaria o caso, mas garantiu que os passageiros seriam reacomodados em outros voos e pediu desculpas “por qualquer indicente”. A empresa também comunicou que vai investigar o ocorrido.

(Com Estadão)

http://youtu.be/o32nxuHshv4

================================================

DEU NO JORNAL PÚBLICO

O balanço feito ao final de quinta-feira pelas autoridades na Espanha dava conta de 94 feridos hospitalizados na sequência do acidente de comboio em Santiago de Compostela, que provocou um total de 130 feridos e 80 mortos.

Segundo números citados pelo jornal El País, 35 feridos permanecem em estado crítico, o que inclui quatro crianças.

Viajavam no trem 218 passageiros e quatro tripulantes, dois dos quais morreram.

As autoridades identificaram já 67 das 80 vítimas mortais. Uma delas é um cidadão americano. Há também outros cinco americanos e um britânico entre os feridos.

Ao início da tarde, o vice-consulado de Portugal em Vigo, na Galiza, disse ao PÚBLICO não ter informação de cidadãos portugueses envolvidos no acidente. O PÚBLICO contactou repetidamente o vice-consulado ao início da noite, sem sucesso. De acordo com o Tribunal Superior de Justiça da Galiza, citado pela agência Lusa, não há portugueses entre os 67 mortos já identificados.

As autoridades estão pedindo aos passageiros que saíram do trem individualmente que se identifiquem, para ajudar à elaboração da lista das vítimas.

A pesquisa CNI/Ibope divulgada na tarde desta quinta-feira, 25, apontou o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, como o mais bem avaliado entre os 11 Estados da sondagem. Campos, que articula uma possível candidatura à Presidência da República, teve gestão avaliada como ótima ou boa por 58% da população do Estado. Em segundo lugar, com 41% de avaliação ótima ou boa, aparece o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), seguido pelo cearense Cid Gomes (PSB), com 40%, e, em seguida, o mineiro Antonio Anastasia (PSDB), com 36%.

O levantamento apontou que o governador pior avaliado do país foi Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro. Ele obteve apenas 12% de avaliação ótima ou boa dos entrevistados. Cabral ficou abaixo da média nacional, de 28%.

O segundo mais mal avaliado foi o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), seguido pelo gaúcho Tarso Genro (PT), com 25%, e pelo paulista Geraldo Alckmin (PSDB), com 26%.

A pesquisa Ibope/CNI divulgada hoje mostra um cenário nada agradável também para o governador da Bahia, Jaques Wagner:28% dos eleitores avaliaram como “bom” ou “ótimo” o governo Wagner (PT) . Dos entrevistados, 37% consideram a gestão regular e 31% “ruim” ou “péssima”. Outros 5% não sabem ou não responderam. A margem de erro do levantamento é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos. O Ibope ouviu 602 eleitores no estado com mais de 16 anos entre 9 e 12 de julho.

DEU NA UOL/FOLHA

Em discurso na favela de Varginha, zona norte do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (25), o papa Francisco pediu aos jovens não desistam de lutar por mais igualdade por conta de casos de corrupção. “Vocês, queridos jovens, possuem uma sensibilidade especial frente às injustiças, mas muitas vezes se desiludem com notícias que falam de corrupção, com pessoas que, em vez de buscar o bem comum, procuram o seu próprio benefício. Também para vocês e para todas as pessoas repito: nunca desanimem, não percam a confiança, não deixem que se apague a esperança. A realidade pode mudar, o homem pode mudar.”

No discurso, feito sob um palco montando em um campo de futebol da comunidade, diante de uma multidão de fiéis que acompanhavam as palavras de Francisco sob chuva. O pronunciamento foi o que mais tocou em questões sociais entre os que o papa já fez na Jornada Mundial da Juventude. O pontífice também se dirigiu a governos e à elite para que se mobilizem por um mundo menos desigual.

“Queria pedir a todos que tem mais recursos, às autoridades públicas e todas as pessoas comprometidas com a justiça social. Não se cansem de trabalhar por um mundo mais justo e solidário. Ninguém pode permanecer insensível às desigualdades que persistem. Que cada um saiba dar sua contribuição para acabar com as injustiças sociais.”

No mesmo pronunciamento, o pontífice evocou uma expressão brasileira para incentivar os jovens a serem mais solidários. “Sei bem que quando alguém precisa comer e bate em suas portas, vocês sempre dão um jeito de compartilhar comida. Como diz o ditado, sempre se pode colocar mais água no feijão”, afirmou.

“E vocês sempre fazem isso com amor, mostrando que a verdadeira riqueza não está nas coisas, mas no coração. O povo brasileiro, em especial as pessoas mais simples, podem dar ao mundo uma grande lição de solidariedade, que é uma palavra frequentemente esquecida. Porque incomoda, parece quase um palavrão”, disse o pontífice no discurso.

O líder máximo da Igreja Católica disse que seu desejo “era poder visitar todos os bairros” do Brasil e que escolheu a favela para representa-los. “Queria bater em cada porta, dizer bom dia, pedir um copo de água fresca, beber um cafezinho… Um copo de cachaça não!”, brincou.

Em seguida, o pontífice criticou a cultura do individualismo e pediu para que as pessoas “não vejam no outro um concorrente ou um número, mas um irmão”.
Visita à comunidade

O papa chegou por volta de 10h50 desta quinta-feira (25) à favela de Varginha, que fica no complexo de Manguinhos, na zona norte do Rio de Janeiro. Na comunidade, antes de discursar, fez uma breve oração em uma pequena capela, chamada São Jerônimo Emiliani, e, sob garoa, caminhou entre fiéis. O pontífice ganhou de um fiel uma faixa do San Lorenzo, seu time de futebol de coração, de Almagro, na região metropolitana de Buenos Aires. Ele também foi presentado com um colar de carnaval, o qual chegou a usá-lo por alguns minutos.

Por volta de 11h15, Francisco visitou a casa de uma família da comunidade. Ele ficou na residência por aproximadamente dez minutos e depois voltou a caminhar pelas ruas da comunidade. Sete famílias da comunidade haviam sido pré-selecionadas para receberem Francisco. A família escolhida para a visita era uma destas.

A presença de Francisco provocou comoção da comunidade. Muitos fiéis choraram após serem abençoados pelo papa. Os presentes se amontavam na tentativa de se aproximar do pontífice, que ficou cercado por vários seguranças.

O trajeto entre a prefeitura, onde mais cedo ele recebeu as chaves da cidade e abençoou a bandeira olímpica, até a comunidade, foi feito em carro fechado. Durante todo o tempo Francisco manteve a janela aberta. Ao aproximar-se da comunidade, o pontífice embarcou no papamóvel, cumprimentou fiéis e abençoou várias crianças e idosos. Apesar do frio e da chuva, muitos fiéis se aglomeram nas ruas pelas quais a comitiva papal circulou até chegar à favela.

DEU NO UOL/FOLHA

DE SALVADOR
DE SÃO PAULO

A presidente Dilma Rousseff se reuniu ontem com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por duas horas antes de evento do PT no qual ambos foram protagonistas, em Salvador. Foi o terceiro encontro privado entre os dois após as manifestações de rua.
A Folha apurou que um dos temas da conversa foi a divisão no partido, que resultou no documento que a direção da sigla redigiu com sugestões de mudanças na área econômica e no ministério.

Desde junho, Lula já havia ido ao encontro da presidente em Brasília, e Dilma havia viajado a São Paulo para reunião com seu antecessor.
O governador Jaques Wagner (PT-BA) também participou de parte da conversa.
Dilma surpreendeu os hóspedes que estavam no saguão do Othon Palace da Bahia, onde Lula já se hospedava desde a véspera.

O seminário do PT da noite de ontem encerrou precocemente o ciclo de comemorações pelos dez anos do partido no governo, inicialmente previsto para dez cidades, mas que não passou de seis.

Não por acaso, o tema do último seminário “O decênio que mudou o Brasil” teve como tema “Participação Popular e Movimentos Sociais”.
Havia faixas de “Força, Dilma” presas ao auditório.
Do lado de fora do hotel, cerca de cem pessoas protestaram com diferentes pleitos e chegaram a bloquear a rua de acesso por três horas.

Havia integrantes do Movimento Passe Livre, que pediu a redução da tarifa de ônibus de Salvador, médicos contra o plano Mais Médicos, sem-teto por melhorias no programa Minha Casa, Minha Vida e até pescadores e marisqueiros, que criticavam a demora para a emissão de novos registros de pescadores e dificuldades no acesso ao Plano Safra da aquicultura.

Dimane?…Ma vurría partí stasera!
Luntano, no…nun ce resisto cchiù!
Dice che c’è rimasto sulo ‘o mare,
che è ‘o stesso ‘e primma…chillu mare blu!

Munasterio ‘e Santa Chiara…
tengo ‘o core scuro scuro…
Ma pecché, pecché ogne sera,
penzo a Napule comm’era,
penzo a Napule comm’è?!

Funtanella ‘e Capemonte,
chistu core mme se schianta,
quanno sento ‘e dí da ‘a gente
ca s’è fatto malamente
stu paese…ma pecché?
No…nun è overo…
no…nun ce créro…
E moro cu ‘sta smania ‘e turná a Napule…
Ma ch’aggi”a fá?…
Mme fa paura ‘e ce turná!

======================================

Grandiosa interpretação de Claudio Villa.

BOA TARDE

(Vitor Hugo Soares)

Papa na favela de Varginha, região de Manguinhos,
esta quinta-feira(25). UOL-Reprodução.

==================================

DEU NO UOL/FOLHA

O papa Francisco chegou por volta de 9h45 desta quinta-feira (25) ao Palácio da Cidade, sede da Prefeitura do Rio de Janeiro, onde recebeu do prefeito Eduardo Paes as chaves da cidade. Em seguida, o pontífice fez um breve discurso, no qual abençoou os presentes e, ao final, pediu para rezarem por ele. “Muito obrigado por estar aqui e agora, de coração, vou lhes dar a bênção, às suas famílias, amigos, a todos”, disse o pontífice. “E rezem por mim”, concluiu.

Logo depois, o prefeito Eduardo Paes brincou com Francisco sobre a chuva no Rio desde o início da semana e citou Santa Clara. O papa entrou na brincadeira e falou sobre a crença popular de jogar ovos para Santa Clara para que o tempo melhore.

Na prefeitura, Francisco foi recepcionado por atletas, como a jogadora de vôlei Fabiana, e ex-atletas, como Zico e Oscar Schmidt, que se ajoelhou diante do pontífice. O coordenador da seleção brasileira de futebol, Carlos Alberto Parreira, também foi cumprimentado pelo papa, assim como o atleta paralímpico Guilherme de Lima Sales.

O pontífice abençoou a bandeira olímpica para os Jogos de 2016, os quais serão sediados pelo Rio de Janeiro. Além de Paes, o governador Sérgio Cabral também foi cicerone do pontífice durante a visita à prefeitura

jul
25
Posted on 25-07-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 25-07-2013


==================================
Simanca, hoje, no jornal A Tarde (BA)


Sanfona chora no velório de Dominguinhos

================================

DEU NO DIÁRIO DE PERNAMBUCO

Mauro Moraes quer realizar um desejo do pai e enterrá-lo em Garanhuns. O primogênito do sanfoneiro esteve no velório do pai na Assembleia Legislativa de São Paulo e reafirmou o que havia dito ontem ao Play: Dominguinhos queria ser sepultado em Garanhuns, cidade do Agreste pernambucano onde nasceu e viveu até os treze anos de idade. “Meu pai dizia que queria ser enterrado lá”, disse Mauro.

A afirmação é reiterada pela mãe do sanfoneiro Waldonys, dona Joana, e por uma entrevista de rádio, em que o sanfoneiro reforça Garanhuns como a cidade para o seu funeral. “Dominguinhos não falava muito de morte. Ele gostava muito de viver”, diz o amigo Paulo Vanderley. A Prefeitura de Garanhuns informou que está à disposição da família para que o enterro seja realizado lá.

Com as disputas entre a família de Dominguinhos, o sepultamento está sendo organizado pela ex-mulher e amiga dele, Guadalupe Mendonça. Ela afirmou à imprensa que o sepultamento do sanfoneiro será no Recife. O dia e o local ainda não foram divulgados.

O corpo do sanfoneiro deve chegar ao Recife na madrugada desta quinta-feira. O velório no Recife vai acontecer na Assembleia Legislativa do Recife, a partir das 8h. Ainda não se sabe por quanto tempo o corpo será velado. Em uma entrevista à TV, Guadalupe disse que queria que o velório durasse por cinco dias.

Dominguinhos faleceu aos 72 anos, ontem, às 18h, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele lutava contra um câncer no pulmão há sete anos. De acordo com o boletim divulgado pelo hospital, as causas da morte foram complicações infecciosas e cardíacas.


Goleiro Victor, heroi do título, festeja vitoria do Galo

===================================

“Yes, we C.A.M.”! O Atlético-MG é campeão da Libertadores. Na base da garra, em um Mineirão completamente lotado gritando que acreditava, o clube fez o que precisava e venceu o Olimpia por 2 a 0, gols de Jô e Leonardo Silva. Nos pênaltis, brilhou novamente a estrela de “São Victor”, que garantiu o inédito título continental após triunfo por 4 a 3.

Foi a quarta taça consecutiva de times brasileiros, algo inédito na história. Internacional, Corinthians e Santos foram os campeões dos últimos três anos. O título eleva Cuca, enfim, ao rol dos técnicos mais vitoriosos do País e Ronaldinho alcança o último troféu que faltava à sua extensa galeria.

O que achou da conquista do Atlético-MG? Deixe seu comentário

A festa nas arquibancadas foi bonita. Houve queima de fogos de artifício e a exibição de um gigante mosaico no momento em que a equipe atleticana entrou em campo. Mantra do clube desde a semifinal, a frase “Yes, we C.A.M.” foi exibida. Durante os 120 minutos e mais a cobrança de pênaltis, a torcida cantou incasavelmente o hino do time e o já eternizado “eu acredito”.

O grito agora será cantado em outra parte do mundo. A conquista credencia o Atlético-MG ao Mundial de Clubes, que será disputado pela primeira vez em Marrocos. E que venha o Bayern de Munique.
Leonardo Silva cabeceia, faz o segundo gol do Atlético e leva final para a prorrogação. Foto: Andres Stapff/Reuters
1/19

Olimpia controla situação no primeiro tempo
Diferentemente de suas outras partidas em casa nesta Libertadores, os atleticanos não conseguiram sufocar o adversário desde o início. O time brasileiro até ficou com a bola, mas teve muita dificuldade para penetrar na bem postada defesa paraguaia.

Com o Olimpia defendendo com dez jogadores atrás da linha da bola, a arma do Atlético-MG foi explorar as jogadas pela linha de fundo. A insitência pelo alto foi alto, mas sem sucesso. Michel, substituto de Marcos Rocha na lateral direita, foi bem no ataque e levou perigo em cruzamentos, mas deixou muito espaço em suas costas. No primeiro tempo, foram dos paraguaios as melhores chances de gol, ambas defendidas por Victor.

Gols incendeiam Mineirão
Para a segunda etapa, o técnico Cuca colocou Rosinei no lugar de Pierre e a mudança surtiu efeito logo no primeiro minuto de jogo. O volante cruzou e contou com falha da zaga do Olimpia para a bola sobrar para Jô abrir o placar. O gol inflou o Mineirão e abalou os paraguaios, que quase tomaram o segundo na sequência em tentativa de Diego Tardelli.

O Atlético-MG colocou uma bola na trave com Leonardo Silva e viu o goleiro do Olimpia fazer três grande defesas. Cuca tirou Michel e chamou Alecsandro para o jogo. Guilherme entrou na vaga de Diego Tardelli. Estava declarado o jogo de ataque contra defesa previsto por Ronaldinho.

Os paraguaios ainda tiveram o zagueiro Manzur expulso para aumentar a pressão brasileira. Mesmo assim, a única jogada de criação atleticana seguiu sendo a bola aérea. Mas foi dessa forma que veio o segundo gol. Leonardo Silva completou cruzamento de Bernard e manteve viva a esperança mineira, levando a disputa para a prorrogação.

“São Victor” se consagra
Os 30 minutos complementares foram de pressão total do Atlético-MG. Em diversas oportunidades o time esteve perto de marcar o que seria o gol do título, mas a bola na entrou. Nos pênaltis, Alecsandro, Guilherme, Jô e Leonardo Silva converteram. Já “São Victor” repetiu seus milagres e garantiu a taça para os atleticanos.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-MG (4) 2 X 0 (3) OLIMPIA
Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 24 de julho de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Arbitro: Wimar Roldan (COL)
Assistentes: Humberto Clavijo e Eduardo Ruiz (ambos da Colômbia)
Público: 56.557 pagantes
Renda: R$ 14.176.146,00
Cartões Amarelos: Bernard, Luan (Atlético-MG), Salgueiro, Martín Silva, Ferreyra, Giménez e Benítez (Olimpia)
Cartão Vermelho: Manzur

Gols
ATLÉTICO-MG: Jô, a 1, e Leonardo Silva, aos 40 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-MG: Victor; Michel (Alecsandro), Réver, Leonardo Silva e Júnior César; Pierre (Rosinei), Josué, Tardelli e Ronaldinho; Bernard e Jô
Técnico: Cuca

OLIMPIA: Martín Silva; Manzur, Miranda e Candia; Alejandro Silva (Giménez), Mazacotte, Aranda, Pittoni e Benítez; Salgueiro (Baez) e Bareiro (Ferreyra)
Técnico: Ever Hugo Almeida
Entre para a torcida virtual do Atlético-MG

Pages: 1 2

  • Arquivos