Kakay entra na defesa de Marcelinho
=================================

DA AGÊNCIA A TARDE, REPRODUZIDA NO TWITTER

Raul Spinassé / Ag. A TARDE

A defesa de Marcelo Guimarães Filho vai entrar nesta quinta-feira, 11, com o agravo de instrumento para tentar barrar a sentença que garante a intervenção judicial no clube.

O dispositivo jurídico vai ser encaminhado para a desembargadora Lisbete Maria Almeida, a mesma que conduziu a queda da medida cautelar, na terça-feira, deflagrando a entrada de um mediador para convocar novas eleições no Bahia.

A desembargadora vai apreciar o agravo e pode ou não conceder um efeito suspensivo para frear a sentença judicial dada em 1ª instância – a expectativa da defesa é que o resultado saia ainda nesta semana.

Caso o efeito suspensivo seja dado, Marcelo Guimarães retorna imediatamente ao cargo de presidente. No caso de negativa da magistrada, ainda cabe recurso no TJ-BA. Esgotada todas as possibilidades na Bahia, a matéria será discutida no Supremo Tribunal Federal (STF).

Funcionário do Bahia – O advogado Kakay revelou ao A TARDE que uma das estratégias para montar o instrumento jurídico é mostrar as contradições no julgamento do juiz Paulo Albiani, de 1ª instância.

“Ele (o juiz) negou uma apelação a nosso favor considerando um fato equivocado. Segundo entendimento errôneo do juiz, quando construímos a apelação, Marcelo Filho ainda estava destituído do cargo, mas é só pegar as datas e comprovar que isto é um equívoco grave”, disse o jurista, direto de Brasília, onde regressou na tarde de ontem, após participar do julgamento no Tribunal de Justiça da Bahia, no CAB.

Kakay também revelou que o contrato para o pagamento dos seus honorários é feito diretamente com o Bahia e não com o ex-presidente Marcelo Guimarães Filho. “Fui contratado pelo Esporte Clube Bahia. Marcelo Guimarães é parte deste processo de intervenção”, segredou.

O advogado é um dos mais caros do País, com custos que beiram ou ultrapassam cifras milionárias. Alguns dos seus clientes famosos são: o publicitário Duda Mendonça, o senador Demóstenes Torres, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Como contraponto, os salários dos funcionários do Bahia estão atrasados relativos ao mês de junho (venceram no último dia 5).

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos