< a href="http://bahiaempauta.com.br/wp-content/uploads/2013/06/janio.jpg">
================================================

CRÔNICA

Cartazes que eu levaria nos protestos

Janio Ferreira

Como eu sei que alagoanos, maranhenses e demais brasileiros não fugirão a luta e continuarão elegendo renans, sarneys, collors e semelhantes, fico me imaginando nas capitais onde estão acontecendo esses protestos e chego a conclusão de que também estaria nas ruas, com uma diferença. Apanharia mais da turma do Facebook do que da polícia. Explico.

Em São Paulo, aproveitando a época junina, agitaria fotos de Luiz Gonzaga e Dominguinhos, com a frase: “ABAIXO O FORRÓ UNIVERSITÁRIO!”, seguido de um panfleto questionando o porquê de apenas essa vertente do nosso tradicional ritmo ter esse privilégio. Qual a grade curricular adotada? Será que as roupas coladas e o uso de chapéus Panamá contam pontos como uma espécie de um Enem de oito baixos? E por que até hoje ninguém se formou? Vou invadir o MEC!

No Rio de Janeiro, de havaianas e com um olho roxo por causa de um soco de um fã do Fala Mansa, aproveitaria o ambiente e empunharia dois cartazes. Em um escreveria: “ABAIXO A BOCA CHEIA DE DENTES DE REGINA CASÉ E OS BISCOITOS GLOBO!”, enquanto o outro diria: “ABAIXO NALDO, ANITA, LOURO JOSÉ E O MATE COM LIMÃO!”, o que provocaria uma forte reação de centenas de cariocas de sunga e funkeiros em geral. Coitado de mim.

Seguindo meu périplo “quem-sabe-faz-a-hora” com meio século de atraso, chego ao Recife todo quebrado pelos fãs do Esquenta, mas ainda com forças suficientes para empunhar uma cartolina com a frase: “DA MANGA ROSA QUERO O GOSTO E O SUMO E DO GALO DA MADRUGADA O SOBRECU ASSADO!”, o que me faria levar vários cascudos do Homem da Meia-Noite e da Mulher do Dia, só me restando correr para Salvador. Lá, já desço do avião com um: “NÃO AGUENTO MAIS O BATUQUE DO OLODUM NOS INTERVALOS DOS JOGOS DO BRASIL!”, para, mais tarde, brandir um cartaz com Daniela Mercury beijando sua esposa na boca, seguido por uma montagem com imagens de Bell dando um selinho em Durval Lelys, e de Jaques Wagner bitocando ACM Neto, com a frase: “A BAHIA SEMPRE FOI VANGUARDA!

Por favor, joguem minhas cinzas nas águas do São Francisco

Janio Ferreira Soares, cronista, é secretário de Cultura, Turismo e Esportes de Paulo Afonso, do lado baiano do Vale do São Francisco

Be Sociable, Share!

Comentários

vangelis on 22 junho, 2013 at 19:14 #

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…


cananga donati on 23 junho, 2013 at 11:30 #

Valeu Janio
Ótimo poder dar boas risadas, em tempos de tanta conversa, tanta opinião e pouca ação.
Eu também não aguento mais !


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • junho 2013
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930