DEU NO IG

A tarifa de ônibus, Metrô e trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) voltará a ser de R$ 3,00 em São Paulo. O anúncio da redução do valor, que havia sido reajustado para R$ 3,20 em 2 de junho, foi realizado nesta quinta-feira pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, e o governador do Estado, Geraldo Alckmin, no Palácio Bandeirantes. Eles atendem à reivindicação do Movimento Passe Livre, que organizou seis protestos na capital paulista pela revogação do aumento.

No anúncio, Alckmin afirmou que para poder revogar o reajuste terá que cortar outros investimentos. Haddad disse que é preciso abrir um diálogo sobre as consequências da decisão tomada.

A primeira manifestação pela redução da tarifa aconteceu no dia 6 de junho e reuniu 2 mil estudantes, do Vale do Anhangabaú, no centro da cidade, até a avenida Paulista. Na segunda manifestação, no dia 7, o grupo caminhou do Largo da Batata até a avenida Faria Lima, passou pela Eusébio Matoso, em frente ao shopping Eldorado, e entrou na Marginal Pinheiros, em direção à Cidade Universitária. Em ambos, a Tropa de Choque atuou para dispersar manifestantes. O terceiro protesto, no dia 11, na região central e avenida Paulista foi o primeiro que terminou com detenções e feridos, e o quarto ato foi marcado pela maior tensão entre manifestantes e policiais militares, que reeprenderam a manifestação na mesma região com bombas e balas de borracha, deixando feridos e um saldo de mais de 230 detidos.

Nesta semana, segunda-feira (3), mais de 65 mil pessoas tomaram as ruas da cidade em um protesto pacífico sem repressão policial e atos ocorreram em várias capitais do País. Ontem, em mais um protesto, 50 mil pessoas participaram, mas o clima de paz não se repetiu e um grupo pequeno cometeu atos de vandalismo.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • junho 2013
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930