=========================================================

AVISO AOS NAVEGANTES DO BAHIA EM PAUTA

Esta segunda-feira, 13, o BP pega um vôo em Salvador para os Estados Unidos.Um periodo de descanso, reflexão e divertimento, que ninguém é de ferro.

Garotos, leitores e ouvintes, nós vamos para a Califórnia, para umas semanas entre os vinhedos de Sonoma, Mapa Valley, San Francisco,Santa Rosa, Hollywood (México, talvez), de onde só devemos retornar na primeira semana de junho.

Tentaremos alimentar o BP na medida do possível, mandando alguma coisa de lá, sem perder de vistas as coisas daqui. O mais provável porém, é só retomar o teclado do computador pra valer na volta do descanso.OK?

Sigam conosco e a viagem será ainda melhor.

Até o próximo contato.

( Vitor Hugo Soares)

============================================
Em tempo:

Regina, diga algo daí para manter o BP ativo, antes da gente desembarcar em Frisco esta noite.

No mais, bota água no feijão e escolha um bom vinho que a gente está chegando.

(VHS)

Be Sociable, Share!

Comentários

gilson nogueira on 13 Maio, 2013 at 10:19 #

Boa viagem!!!


rosane santana on 13 Maio, 2013 at 10:54 #

Beleza, Vitor, Margô e Márcia! Boa viagem e boas farras! E não esqueçam uma lembrança dos tempos beatnik, um Kerouac ou Gisnberg de bolso, amigos, com dedicatória para a coleção. beijos, tudo de bom, divirtam-se.


regina on 13 Maio, 2013 at 13:03 #

The Days Of Wine And Roses

The days of wine and roses,
Laugh and run away,
Like a child at play,
Through a meadowland,
Toward a closing door,
A door marked never more,
That wasnt there before.

The lonely night discloses,
Just a passing breeze,
Filled with memories,
Of the golden smile,
That introduced me to,
The days of wine and roses,
And you!

The lonely night discloses,
Just a passing breeze,
Filled with memories,
Of the golden smile,
That introduced me to,
The days of wine and roses,
And you!

Os dias de vinho e rosas

Os dias de vinho e rosas,
rir e fugir,
Como uma criança a brincar.
Entre os prados
Rumo a uma porta fechando,
Uma porta indicando o nunca mais
Que não estava ali antes

A noite solitária divulga,
Apenas uma briza passageira
Cheia de memórias
de sorrisos dorados
aos quais me apresentou
Os dias de vinho e rosas,
E você!

A noite solitária divulga,
Apenas uma briza passageira
Cheia de memórias
de sorrisos dorados
aos quais me apresentou
Os dias de vinho e rosas,
E você!

Tema musical do filme do mesmo nome “Days of Wine and Roses” (1962), dirigido por Blake Edwards, uma adaptação do filme da versão de 958 escrito por JP Miller.
A música de Henry Mancini com letra de Johnny Mercer recebeu O OSCAR. Se tiverem oportunidade de ver, não percam!!

Bem, aqui esperando a chegada dos queridos Vitor Hugo, Margarida e Márcia, equipe do BP, para mim meus queridos familiares. Essa viagem, tenho certeza, é a realização do sonho do nosso Vitor Hugo principalmente, rever lugares onde esteve em “lua de mel” há 37 anos e que le fazem parte de momentos inesquecíveis na sua historia de vida com sua companheira Margarida. Pretendemos percorrer alguns pontos de interesse em Califórnia (http://www.ca.gov/), começando por Santa Rosa (http://en.wikipedia.org/wiki/Santa_Rosa,_California), cidade onde resido atualmente, no condado de Sonoma (http://www.sonoma-county.org/) e no coração da região dos vinhedos californianos (http://winecountry.com/), Napa Valley (http://napavalley.com/) com seus famosos Spas (http://www.7×7.com/napa/wine-country-pampering-best-spas-napa-valley), San Francisco (http://en.wikipedia.org/wiki/San_Francisco), Los Angeles (https://en.wikipedia.org/wiki/Los_Angeles), Holywood (https://en.wikipedia.org/wiki/Hollywood), Las Vegas (http://www.lasvegasnevada.gov/) e arredores, com suas praias, universidades, museus, praças e bares serão nosso território de lazer por algumas semanas…. TIM! TIM!

Agora, temos que manter esse nosso espaço aqui do Bahia em Pauta ativo, portanto sugiro a todos vocês que encham esse espaço de comentários com suas sugestões para o nosso passeio e também repartam as suas experiências de viagens, principalmente aquelas que foram relações de longos e anciados sonhos…. Vamos lá???


gilson nogueira on 13 Maio, 2013 at 14:44 #

Antonio Risério, no Correio da Bahia, hoje, mais um gol de letra.

Vamos apostar em Neymar?

Costumo dizer que só o Vaticano é lento diante do milagre. O sujeito pode até levitar, levantar ondas, tingir praias, trazer tempestades e ressuscitar mortos, que aqueles padres pomposos, em princípio, duvidam de tudo.

No futebol, a conversa é outra. Qualquer olheiro sabe ver um craque num baba de garotos de dez anos de idade. Se não souber, não é do ramo. O documentário de Paulinho Machline sobre Pelé mostra isso. E quem não veria, num batebola qualquer nas quadras do Barcelona, que Messi seria Messi?

No final da década de 1990, discuti (acaloradamente, como então se dizia) com um amigo. Ele colocava em dúvida o futebol de Ronaldinho Gaúcho, como se o pivete fosse uma invenção de Galvão Bueno e da Rede Globo. Estupidez ou cegueira? Foi a minha pergunta. Porque ali estava um tremendo craque.

Ronaldinho era (e ainda sobram lampejos disso) um jogador extraordinário. O maior talento sul-americano surgido desde Maradona. Não era o cara de um drible só e de quase somente uma jogada. Mas dono ou senhor de um repertório elástico de soluções. Que sabia que o craque é um sujeito que sabe inventar o espaço. Que sabe criar o campo, o pedaço de campo em que joga.

Pelé fica sempre como o melhor exemplo. Mas não vale. É covardia. Vi o negão jogar duas vezes: uma no Rio de Janeiro, outra na Fonte Nova. Concordo com o velho Puskas. Perguntaram a ele quem era o melhor jogador do mundo. Ele respondeu: Di Stefano. E Pelé? Puskas: Pelé não é jogador, Pelé é mágico. Um amigo meu observava: para onde Pelé corria, o campo corria com ele.

Mas sejamos pedestres. Pelé é Pelé. Vamos falar de futebol. E, aqui, é o seguinte. Craque não soma. Craque multiplica. Daí a decepção dos brasileiros, hoje, com Paulo Henrique Ganso, por exemplo. Quando apareceu, exibindo altivez, com um toque requintado e elegante, sabendo divisar a movimentação dos seus companheiros em campo, a gente achou que Ganso era do tipo que multiplicava.

Com o tempo, todavia, descobrimos que não. Ganso não multiplicava. Ganso não inventava, só abria espaços. Ganso apenas somava, talvez até travado por alguma complicação pessoal, por falta de uma determinação maior diante das coisas. E mais: Ganso não chega ao nível de um Clodoaldo, para lembrar o velho Santos, e muito menos ao do excepcional Pedro Rocha, para falar em termos do São Paulo, time que nos deu inúmeros talentos.

Não é esse o caso de Neymar. Gostemos ou não do seu estilo pessoal de viver, de suas declarações, de seus cortes de cabelo, de sua malandragem de segunda categoria, Neymar é um craque. Como Ronaldinho Gaúcho o foi. Como Romário, nos velhos tempos do PSV-Eindhoven. Como Reinaldo do Atlético Mineiro, centroavante sutil e impecável.

Não é um craque racional, como o Falcão que se fez rei de Roma. Nem um craque dionisíaco, à maneira do estupendo Mané Garrincha. Ele meio que mistura inteligência racional e inteligência emocional, no caminho que Pelé ensinou. Mas Pelé era rei. Neymar, embora faça parte da corte, ainda nem se firmou como príncipe. Mas vai chegar lá. Tem de chegar. Porque é com ele que o Brasil vai ter de contar.

* Antonio Risério é poeta, escritor e antropólogo


Graça Azevedo on 13 Maio, 2013 at 18:35 #

Boa viagem, amigos! Fico aqui torcendo para que tudo seja exatamente como vcs sonharam.


regina on 13 Maio, 2013 at 18:35 #

The Days Of Wine And Roses

The days of wine and roses,
Laugh and run away,
Like a child at play,
Through a meadowland,
Toward a closing door,
A door marked never more,
That wasnt there before.

The lonely night discloses,
Just a passing breeze,
Filled with memories,
Of the golden smile,
That introduced me to,
The days of wine and roses,
And you!

The lonely night discloses,
Just a passing breeze,
Filled with memories,
Of the golden smile,
That introduced me to,
The days of wine and roses,
And you!

Os dias de vinho e rosas

Os dias de vinho e rosas,
rir e fugir,
Como uma criança a brincar.
Entre os prados
Rumo a uma porta fechando,
Uma porta indicando o nunca mais
Que não estava ali antes

A noite solitária divulga,
Apenas uma briza passageira
Cheia de memórias
de sorrisos dorados
aos quais me apresentou
Os dias de vinho e rosas,
E você!

A noite solitária divulga,
Apenas uma briza passageira
Cheia de memórias
de sorrisos dorados
aos quais me apresentou
Os dias de vinho e rosas,
E você!

Tema musical do filme do mesmo nome “Days of Wine and Roses” (1962), dirigido por Blake Edwards, uma adaptação do filme da versão de 958 escrito por JP Miller.
A música de Henry Mancini com letra de Johnny Mercer recebeu O OSCAR. Se tiverem oportunidade de ver, não percam!!

Bem, aqui esperando a chegada dos queridos Vitor Hugo, Margarida e Márcia, equipe do BP, para mim meus queridos familiares. Essa viagem, tenho certeza, é a realização do sonho do nosso Vitor Hugo principalmente, rever lugares onde esteve em “lua de mel” há 37 anos e que le fazem parte de momentos inesquecíveis na sua historia de vida com sua companheira Margarida. Pretendemos percorrer alguns pontos de interesse em Califórnia (http://www.ca.gov/), começando por Santa Rosa (http://en.wikipedia.org/wiki/Santa_Rosa,_California), cidade onde resido atualmente, no condado de Sonoma (http://www.sonoma-county.org/) e no coração da região dos vinhedos californianos (http://winecountry.com/), Napa Valley (http://napavalley.com/) com seus famosos Spas (http://www.7×7.com/napa/wine-country-pampering-best-spas-napa-valley), San Francisco (http://en.wikipedia.org/wiki/San_Francisco), Los Angeles (https://en.wikipedia.org/wiki/Los_Angeles), Holywood (https://en.wikipedia.org/wiki/Hollywood), Las Vegas (http://www.lasvegasnevada.gov/) e arredores, com suas praias, universidades, museus, praças e bares serão nosso território de lazer por algumas semanas…. TIM! TIM!

Agora, temos que manter esse nosso espaço aqui do Bahia em Pauta ativo, portanto sugiro a todos vocês que encham esse espaço de comentários com suas sugestões para o nosso passeio e também repartam as suas experiências de viagens, principalmente aquelas que foram realizações de longos e anciados sonhos…. Vamos lá???


Cida Torneros on 14 Maio, 2013 at 18:42 #

Estou muito feliz por todos vcs que agora curtem a California! Enjoye yourself! Bs pa Regina, Vitor, Margarida, familia e todos os friends!


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Maio 2013
    S T Q Q S S D
    « abr   jun »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031