The Boston Globe – Vídeo das explosões(You Tube)

=================================================

DEU NO IG

São Paulo

Duas bombas explodiram nesta segunda-feira (15) perto da linha de chegada da Maratona de Boston, nos EUA, deixando ao menos dois mortos e 23 feridos, informou o Departamento de Polícia de Boston. Citando hospitais, a rede americana CNN indicou que as explosões deixaram 28 feridos. Ainda não está claro o que causou as detonações.

Em coletiVa, a polícia de Boston afirmou que houve uma terceira explosão sem feridos na Biblioteca JFK, mas ainda não há confirmação de que tenha relação com os eventos relacionados à maratona.

oupen Bastajian, um policial de Rhode Island que participava da competição, disse ter visto mais de 20 pessoas com vários ferimentos graves, incluindo membros amputados. “Comecei a correr em direção à explosão, e havia pessoas em todo o chão”, disse. “Começamos a pegar torniquetes e a prender as pernas. Vários amputados … ao menos 25 a 30 pessoas estavam sem ao menos uma perna, ou sem o pé na altura do calcanhar ou sem as duas pernas.”

Por causa das explosões, autoridades desviaram os retardatários da área que ficou sob fumaça no percurso de 40 km da maratona. De acordo com autoridades de Inteligência citadas pela Associated Press, mais dois explosivos foram encontrados no local e foram desativados em explosões controladas. Uma terceira explosão foi ouvida uma hora depois das duas primeiras depois que as autoridades alertaram os espectadores para esperar um forte barulho de um canhão de água.

Competidores e voluntários da maratona choravam ao fugir do caos. Espectadores com sangue nas roupas foram carregados para tendas médicas que haviam sido montadas no local para tratar corredores que passassem mal durante a prova.

“Há muitas pessoas no chão”, disse um homem, cujo número 17.528 o identificava como Frank Deruyter. Ele não ficou ferido, mas voluntários que trabalhavam na maratona carregavam uma mulher – que não aparentava ser uma corredora – para uma tenda enquanto sangue jorrava de sua perna.

Cerca de duas horas depois que os vencedores cruzaram a linha de chegada, houve uma forte explosão na parte norte da rua Bolyston. Outra explosão foi ouvida poucos segundos depois, deixando a praça Copley cheia de fumaça. A corredora Laura McLean de Toronto disse ter ouvido duas explosões de fora da tenda médica. “Há pessoas realmente sangrando muito”, disse.

A polícia em Nova York e em Londres aumentaram as medidas de segurança depois das explosões. O porta-voz chefe da polícia de Nova York, Paul Browne, informou que equipes de resposta crítica foram posicionadas ao redor da cidade até que haja mais informações sobre o incidente. A segurança também foi elevada em hotéis e áreas sensíveis. A polícia britânica afirmou estão sob revisão os planos para a Maratona de Londres, no domingo.

Com AP

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos