DEU NO CORREIO DA BAHIA

Da Redação

Salvador tem o almoço fora de casa mais caro entre as capitais do Nordeste. É o que revela a Pesquisa Refeição ASSERT Preço Médio 2013, divulgada nesta terça-feira (2) pela Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert). O estudo apenas não contempla na região a capital do Piauí, Teresina, e verificou o valor médio da refeição composta por prato principal, bebida não alcoólica, sobremesa e cafezinho.

Os soteropolitanos desembolsam, em média, R$ 26,59 para almoçar em estabelecimentos que recebem vales, tíquetes e cartões refeição e que trabalham com as opções de comercial (prato feito), autosserviço, executivo e a la carte. O valor é inferior à média brasileira (R$ 27,40) e superior à média nordestina R$ 23,74, o que acontece também com Maceió (R$ 26,03) e Recife (R$ 25,27), que ocupam o segundo e o terceiro lugar.

A refeição fora de casa mais barata na hora do almoço no Nordeste é em Fortaleza, onde é gasto, em média, R$ 21,18. O valor também é o mais baixo das cidades pesquisadas. O almoço fora de casa mais caro apresentado pela pesquisa foi em Diadema (SP).

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos