Dilma: festa para Borges no Palácio do Planalto
======================================================

 

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (3) que César Borges, empossado como novo ministro dos Transportes, traz ao governo sua experiência como administrador e homem público e consolida a participação do Partido da República (PR) na coalizão do governo. Ex-governador da Bahia, Borges deixou o cargo de vice-presidente de Governo do Banco do Brasil para assumir a pasta.

“César Borges consolida a participação do Partido da República na nossa coalizão de governo, o que, para nós, é muito importante, e o faz de forma extremamente qualificada. O PR é um partido que está conosco desde o dia em que o grande brasileiro José Alencar concorreu à vice-presidência da República em dobradinha com o ex-presidente Lula, o que nos levou à vitória nas três eleições que se seguiram”, disse Dilma durante discurso no Palácio do Planalto.

Segundo a presidenta, Borges terá, a partir de agora, a “desafiadora missão” de “transformar o Brasil em um país moderno e eficiente, mais competitivo, cada vez mais justo e desenvolvido”. Ela falou dos desafios na manutenção e duplicação de rodovias e da ampliação da malha ferroviária do país.

Dilma disse que o Brasil nunca teve um “surto ferroviário”, a exemplo de países como os Estados Unidos, a Inglaterra e a Índia, que tiveram seu desenvolvimento baseado na expansão de ferrovias. “Um país que tem uma vocação para produzir minério, para produzir, consumir e exportar grãos, é um país que precisa de uma estrutura ferroviária que corte de Norte a Sul, de Leste a Oeste.”

A presidenta também agradeceu o trabalho de Paulo Sérgio Passos, que comandava o Ministério dos Transportes desde a saída de Alfredo Nascimento (PR) em 2011. Ela encaminhará ainda hoje ao Senado a indicação do nome de Passos para ocupar a diretoria-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). “Quero agradecer a Paulo Sérgio Passos, a sua dedicação, sua competência e sua seriedade”, disse

(Com informações da Agência Brasil)

Be Sociable, Share!

Comentários

rosane santana on 3 Abril, 2013 at 13:38 #

Caro Vitor,
Em lugar de abandonadas não seria mais adequado usar abonadas?


vitor on 3 Abril, 2013 at 15:28 #

Rosana

Veja (depois do susto) o título . Abonadas(e não abandonadas) é a palavra usada. Abandonado mesmo foi o ex-ministro Paulo Sergio Passos. OKK?


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos