abr
03
Postado em 03-04-2013
Arquivado em (Artigos) por vitor em 03-04-2013 00:42


=================================================

DOR

Maria Helena RR de Sousa

“O caso da turista estrangeira que no último sábado foi sequestrada e estuprada por pelo menos três homens após tomar uma van no bairro de Copacabana, zona sul do Rio, não foi um episódio isolado. O número de estupros no Estado cresceu 23,8% em 2012 em relação ao ano anterior”. BBC Brasil, 01/04/2013

O que houve conosco? As estatísticas de estupro no Rio de Janeiro assustam, indignam, revoltam. No ano passado foram 12 por mês. E este ano o número já está maior.

Agora foi o caso da turista americana estuprada com violência e seu namorado espancado por três animais. A notícia voou até o noticiário internacional. O Rio de novo nas capas dos jornais…

O policial civil que participou dos interrogatórios está, visivelmente, chocado com o que ouviu. Tenho certeza que o longo caminho até a detenção será pontuado por homens de bem que ficarão tão chocados quanto o policial que vi hoje na TV.

Os criminosos receberão uma pena adequada ao crime que cometeram? E que não foi a primeira vez? Foi a primeira vez que estupraram uma americana, isso parece que foi.

Não sei se prejulgo, mas das outras vezes será que as delegacias não foram acionadas? Será?

Voltando aos bichos que se satisfazem com o sofrimento das mulheres. É isso que buscam, sim: o sofrimento, a dor, o terror da mulher. São uns monstros.

Quanto tempo eles ficarão detidos? E enquanto detidos, receberão a visita da mamãe, da vovó, da namorada? Elas levarão o celularzinho de praxe para a alegria de seus meninos? Eles poderão sair no Natal?

Sabem o que me angustia muito? Desejar, ao ler notícias desse tipo, que tivéssemos pena de morte. Em seguida fico envergonhada e muito, muito aflita pelo pensamento hediondo que tive. E peço perdão a Deus.

Mas não consigo deixar de pensar: será que Deus perdoa esses animais?

(Maria Helena RR de Sousa, articulista e cronista, colaboradora do Bahia em Pauta, mora no Rio de Janeiro)

Be Sociable, Share!

Comentários

rosane santana on 3 Abril, 2013 at 9:58 #

Difícil será combater esses delinquentes em uma cultura onde mulher é mercadoria, onde parentes e até pais estupram filhas, onde homens abusam de mulheres com a cumplicidade da própria polícia, onde juízes jogam mulheres adolescentes em celas de homens, onde delegados e políticos são pedófilos, onde festinhas em Brasília são regadas a uísque e menores prostituídas, enfim, onde ao homem (sexo masculino) é permitido fazer das mulheres objetos de diversão, satisfação e consumo, como a latinha de cerveja nossa de cada dia. Calígula vive!


Bia "Eagle Mind" on 3 Abril, 2013 at 10:15 #

Seres abjetos como esses criminosos, Maria Helena, não merecem perdão.


Lilyane on 3 Abril, 2013 at 22:32 #

Eu, ao contrário, sou mais fria. Acho sim que esses animais deveriam sofrer na pele o que fizeram suas vítimas sofrer. Não está dando mais para aguentar esses descalabros. Esses criminosos parecem ter a certeza da impunidade. Algo tem que ser feito.


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos