mar
30

============================================

A Torre Eiffel, em Paris, foi evacuada esta noite de sábado, 30,após uma chamada telefónica anónima que anunciou um atentado, segundo fonte policial.

Um perímetro de segurança foi criado em redor do monumento e cerca de 1.400 pessoas foram retiradas, disse a mesma fonte.

A chamada telefónica anunciando um ataque pelas 21:30 locais , foi recebida através do número de emergência da polícia francesa na região do Val-de-Marne, a partir de uma cabine telefónica neste arredor de Paris, disse a mesma fonte, que acrescentou que a unidade antiterrorismo está investigando.

A ameaça foi recebida cerca das 19:30 locais e em menos de uma hora o edifício ficou vazio.

Na capital francesa, segundo a AFP, é habitual, os monumentos e edifícios públicos serem alvo de ameaças que “são levadas muito a sério”, disse fonte policial à AFP.

Uma unidade especial da Polícia que investiga regularmente os monumentos está investigando, um processo que poderá levar algumas horas, significando o que o monumento já não deverá reabrir ao público esta noite.

(Com informações do Diário de Notícias, de Lisboa , e AFP)

===========================================
Retiros Espirituais – Gilberto Gil

Quem, entre os leitores e ouvintes deste Bahia em Pauta, já viveu algum retiro espiritual alguma vez?

Esta maravilhosa composição de Gil, música e letra, lembra aguns dos meus retiros do começo da juventude quando aluno do Dom Bosco, o colégio salesiano de Petrolina, a perambucana cidade à beira do São Francisco, o rio da minha aldeia.

Bom resto de Sábado de Aleluia e feliz Domingo de Páscoa para toodos.

(Vitor Hugo Soares)


DEU NO PÚBLICO (LISBOA)

Uma manifestação destinada a denunciar o desaparecimento de dois ativistas políticos angolanos, marcada para este sábado em Luanda, não se realizou por intervenção das forças de segurança. De acordo com dados recolhidos pelo PÚBLICO, alguns dos que se preparavam para se manifestar foram presos (entre eles o músico Luaty Leitão) e os outros dispersados.

O protesto foi organizado pelo Movimento dos Jovens Revolucionários para denunciar a prisão/desaparecimento de de dois ativistas, Isaías Kassule e Alves Kamulingue, envolvidos nos preparativos para uma manifestação de protesto contra o Governo em Maio do ano passado. O seu paradeiro é desconhecido até hoje e os seus nomes são mencionados no documento do Comité dos Direitos Humanos das Nações Unidas que critica o Governo de Luanda nesta matéria.

“Na senda das detenções dos jovens que pretendiam manifestar-se, neste sábado, eis o balanço provisório: 18 detidos”, lia-se na página do Facebook do Movimento (nome da página: Central Angola), que dava alguns nomes dos detidos, entre eles Nito Alves, opositor ao Governo do Presidente José Eduardo dos Santos, que terá sido detido horas antes da manifestação. “Luaty Beirão, Adolfo Campos e Mauro Smith foram detidos e outros foram dispersados”, continua o relato do Movimento dos Jovens Revolucionários no Facebook.

mar
30
Posted on 30-03-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 30-03-2013


Mauro Borges:um resistente de Goiás
====================================================

Deu no Correio Braziliense

O ex-governador de Goiás Mauro Borges Teixeira, de 93 anos, morreu ontrm (29). De acordo com o Hospital do Coração Anis Rassis de Goiânia, onde ele estava internado desde o último dia 16, o político teve falência múltipla de órgãos.

Mauro Borges, que tinha Mal de Alzheimer, havia sido internado com início de pneumonia. Ele estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e respirava com ajuda de aparelhos. Segundo o hospital, o corpo do líder político foi levado para ser velado no Palácio do Governador, em Goiânia. O sepultamento está marcado para às 18h no Cemitério Jardim das Palmeiras.

Mauro Borges Teixeira começou a carreira política em 1958 como deputado federal. No anos 60, foi eleito governador de Goiás e acabou sendo deposto do cargo em 1964, em consequência do golpe militar. Durante a ditadura chegou a ser preso e teve os direitos políticos cassados. Em 1982 voltou a exercer cargo político como senador e oito anos depois foi deputado federal. Ao término do mandato abandonou a carreira política.

mar
30
Posted on 30-03-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 30-03-2013


=============================================
Pelicano, hohe, no Bom Dia (SP)


——————————————————————————
Arena Fonte Nova e obras do Metrô: contrastes
para Dilma na visita a Salvador
=======================================================

ARTIGO DA SEMANA

Amigos, amigos, sucessão à parte

Vitor Hugo Soares

O Nordeste, nestes dias iniciais do outono brasileiro, seguirá ainda como ponto de referência nacional nos agitados movimentos da campanha antecipada para a sucessão presidencial em 2014. Pelo menos até o dia 5 do próximo mês, quando a presidente Dilma Rousseff desembarca em nova visita à Bahia.

Desta vez para participar, em Salvador, da festa política e administrativa de entrega das obras concluídas da Arena Fonte Nova – um dos palcos monumentais construídos no País para a Copa das Confederações, este ano, e a Copa do Mundo, no ano das eleições. A inauguração oficial da “arena” será com um Bahia e Vitoria, o tradicional BA x VI, dois dias depois (7/4) da visita presidencial.Ontem, Sexta-Feira Santa, os ingressos começaram a ser disputados a pau na portaria da “arena”, com a polícia no meio.

O ato público de entrega da moderna “arena” está sendo preparado pelo governo petista de Jaques Wagner e seus aliados, com cuidados trabalhados no capricho (incluindo maciços gastos de marketing), para se transformar em acontecimento de porte no plano da administração, mas, principalmente, um ato político de repercussão nacional e ecos lá fora.

O cenário não poderia ser mais perfeito: as margens do Dique do Tororó, um dos mais belos parques urbanos e cartões postais da capital baiana, inspirador de poesias e canções.

A Arena Fonte Nova, construção multimilionária e multiuso (incluindo o político), agora ocupa o espaço do histórico Estádio Octávio Mangabeira, “de muitas glórias e tradições”, (tudo indica – a conferir -, que a denominação em honra a um dos mais sábios e venerados governadores do estado “vai dançar” ), ficou pronto em menos de três anos.

A “arena”, portanto, está sendo entregue com a devida pompa e circunstância em prazo incrivelmente rápido dentro dos padrões regionais, e mesmo nacionais, de grandes obras nas quais mega-empreiteiras e poder público estão envolvidos.

Principalmente se comparada, por exemplo, ao metrô da capital baiana: quase 13 anos para construir meros seis quilômetros da primeira etapa (prevista para 12km), consumir quase R$ 1 bilhão, sem transportar até hoje um único passageiro.

A caminho da festa na Fonte Nova, dia 5, a presidente Dilma (ao lado do aliado governador Wagner, e, quem sabe, do adversário prefeito da capital, ACM Neto, do DEM, seguramente avistará, mais uma vez, pedaços do metrô em obras intermináveis.

“O único metrô aéreo do mundo”, como definiu com perfeição o jornalista João Carlos Teixeira Gomes, em artigo sobre o trambolho e suas estruturas elevadas de concreto armado, caras e monstruosas, que cortam e enfeiam trechos da linda cidade da Bahia. Um monumental e “moderno” elefante branco, antes mesmo de ser inaugurado ou transportar ao menos um passageiro.

Voltemos aos fatos iniciais motivadores destas linhas: a visita de Dilma à Bahia, para os festejos oficiais de entrega do campo (como se dizia no tempo de Octávio Mangabeira). Festa adiada quatro vezes por necessidade de ajustes exigidos pela FIFA na obra. Ou mudanças de última hora na agenda da presidente da República.

A mais recente, em razão da viagem de Dilma e sua numerosa comitiva à Roma, para as cerimônias de início do pontificado do Papa Francisco.

Em Serra Talhada (PE), no começo desta semana, durante o movimentado comício-inauguração de obras contra a seca, no qual a presidente Dilma dividiu “amigavelmente” o palanque com o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos (a sombra maior até aqui no caminho da pretendida reeleição da atual ocupante do Palácio do Planalto), foi o que se viu.

Em resumo, no caso Dilma-Campos ficou patente em Pernambuco: amigos, amigos, aliados, aliado, sucessão em 2014 à parte.

O que se verá em Salvador, dia 5 de abril, no comício de entrega da Arena Fonte Nova, ainda é difícil antecipar.Tudo, por enquanto, sugere um ambiente mais ameno, em face do entendimento petista e pessoal, de quase lua-de-mel política e administrativa entre a presidente e o governador.

O problema é saber se o prefeito de Salvador, ACM Neto, do DEM, adversário indigesto e duro de roer, como ficou demonstrado na mais recente campanha municipal, estará presente, também, na festa com a presidente na Fonte Nova, e como ele se comportará no evento.

Amigos, amigos, sucessão à parte. Aí está uma incógnita que empresta atrativo especial de mexer com os nervos no próximo dia 05 de abril em Salvador. A conferir.

Vitor Hugo Soares, jornalista, editor do blog Bahia em Pauta – E-mail: vitor_soares1@terra.com.br

===================================================

Um samba primoroso e sutil da dupla genial de parceiros Wilson das Neves e Chico Buarque. Do DVD de Chico Buarque “Carioca Ao Vivo”. Confira.

(Vitor Hugo Soares)

=============================================================

Francisco, Feliciano e o metrô

Janio Ferreira Soares

Além da mesma letra inicial, os nomes do papa e do deputado pastor também possuem nove caracteres o que, na boa, não significa absolutamente nada, embora seja uma excelente oportunidade para algum gaiato soltar uma dessas profecias cheias de metáforas atribuídas a Nostradamus que fazem o maior sucesso entre os fãs de Mãe Diná (algo do tipo: “quando a multidão na praça com nome de um santo muito festejado no Nordeste aplaudir a um homem da terra da milonga que terá o apelido de um rio que vai bater no meio do mar, e um pastor homofóbico de sobrancelhas depiladas e sobrenome de um cantor cego porto-riquenho provocar protestos na terra onde um nordestino sem um mindinho é rei, prepare-se, pois o mundo ouvirá o trombetear das cornetas celestiais e elas não soarão com a suavidade da voz da repórter de cabelos lisos que vive na cidade da loba como se fora a própria Pietá”).

Mas como hoje é Sábado Santo, mais conhecido como Sábado de Aleluia, sugiro ao secretário de transportes de Salvador (cujo nome certamente foi inspirado no louvor a Deus Javé) que aproveite a ocasião e convide as autoridades baianas para uma espécie de peregrinação de descarrego pelos caminhos do metrô. Vestidos como penitentes, ele e Rui Costa seguiriam na frente tocando suas matracas e rezando para exumar os fantasmas que vivem sob os dormentes, enquanto os principais responsáveis pelo projeto se autoflagelariam com chicotes de nove tiras derramando sobre os trilhos enferrujados seus sangues tipo P, de pilantragem e M, de malandragem.

Uma velha lembrança da Semana Santa. Cine Tupy lotado para mais uma sessão de A Paixão de Cristo quando, bem na hora em que Jesus estava sendo crucificado, o operador cochilou e o projetor rodou a fita ao contrário. E o resultado foi que Cristo desceu de ré o Monte Calvário numa velocidade tal que, não fossem os risos da meninada e os gritos desesperados das beatas, ou ele terminaria na manjedoura ou no ventre de Maria.

Com bacalhau ou merluza, chalise ou chablis, Feliz Páscoa a todos.

Janio Ferreira Soares, cronista, é secretário de Cultura, Turismo e Esportes de Paulo Afonso, na margem baiana do Rio São Francisco.

  • Arquivos