mar
28


Bachelet e o Chile:ela está voltando

====================================================


DEU NO PORTAL DA CARTA CAPITAL

A ex-presidente Michelle Bachelet anunciou na noite de ontem, 27, que concorrerá à presidência do Chile nas eleições do próximo dia 17 de novembro. ”Tomei a decisão de ser candidata”, assinalou Bachelet, que governou o Chile entre 2006 e 2010.

Bachelet, a primeira mulher a presidir o Chile, renunciou à direção da ONU Mulher em 15 de março passado. Líder da centro esquerda, concluiu seu mandato em 2010 com 70% de aprovação dos chilenos, mas não conseguiu emplacar seu sucessor, o democrata cristão Eduardo Frei, derrotado pelo candidato da direita a atual.


Clô Orozco: tragédia no mundo fashion

=======================================================

DEU NA COLUNA DE VIVI MASCARO/IG

Notícia triste para esta quinta-feira.

Morreu em São Paulo a estilista Clô Orozco, nome por trás da Huis Clos. Clô fundou a marca em 1979 e sempre foi querida entre os fashionistas, tanto pela moda sofisticada que apresentava como pelo engajamento social e político. Ela tinha 60 anos e seu corpo foi encontrado em frente ao prédio onde morava, em Higienópolis. Os bombeiros foram acionados por volta das 8 horas da manhã, por conta de uma mulher que havia caído do sexto andar.


Pistorio e Reeva:desfecho trágico

======================================================

DEU NO JORNAL PÚBLICO (DE LISBOA)

Mesmo acusado de assassinato da namorada Reeva Steenkamp no dia 14 de fevereiro passado, Oscar Pistorius foi autorizado pelos tribunais sul-africanos a poder deixar o país para participar em competições internacionais, decisão que altera as medidas de segurança impostas quando da libertação do atleta mediante o pagamento de uma fiança no valor de 80 mil euros.

O juiz Bert Bam referiu que o atleta olímpico e paralímpico terá sempre de informar antecipadamente – pelo menos uma semana antes – as autoridades sobre os seus planos de viagem, sublinhando que “foi um erro” não devolver o passaporte a Pistorius, que o vai receber de imediato.

Esta quinta-feira, os advogados de Pistorius, atleta que utiliza próteses por ter sido submetido a dupla amputação das pernas, disseram no Tribunal de North Gauteng que o seu representado não tem qualquer intenção de fugir e que pretende apenas regressar às competições, tendo, no entanto, que angariar algum dinheiro em competições internacionais.

mar
28
Posted on 28-03-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 28-03-2013

=================================================
A fantástica Amy no concerto para Mandela em 2008.

(VHS)


Mandelas:problemas de saúde recorrentes
——————————————————————–

O ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, de 94 anos, foi hospitalizado na noite de ontem (27) devido a uma infeção pulmonar recorrente, informou nesta quinta-feira a presidência da África do Sul.

Um comunicado do gabinete do Presidente Jacob Zuma, indica que Nelson Mandela foi internado «devido à recorrência da infeção pulmonar» de que padece, pouco antes da meia-noite de quarta-feira, sem precisar o local onde o Nobel da Paz foi hospitalizado.

«Os médicos o estão tratando e assegurando que ele receba o melhor tratamento possível e com todo o conforto», indica o comunicado.

O Presidente Jacob Zuma desejou a recuperação rápida do herói nacional, líder da luta contra o “apartheid”.

A presidência da África do Sul apelou à imprensa para «respeitar a intimidade» do prémio Nobel da Paz e «para deixarem os médicos fazerem o seu trabalho».

No início de março, Nelson Mandela foi hospitalizado por 24 horas. Em dezembro do ano passado, o antigo líder sul-africano esteve internado durante 18 dias, já então devido à recorrência da infeção pulmonar.

(Com informações do portal europeu TSF)

mar
28
Posted on 28-03-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 28-03-2013


==================================================
Casso, hoje, no Diáro do Pará

=============================================================

OPINIÃO POLÍTICA

Teste democrático

Ivan de Carvalho

O pastor Marco Feliciano, do pequeno Partido Social Cristão, fez ontem um esforço quase sobre-humano para realizar uma – a terceira sob sua presidência – reunião da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.

Conseguiu. Mas teve que usar autoridade. Quando percebeu que a sala da comissão estava ocupada por manifestantes que, agressivamente, haviam tumultuado as duas sessões precedentes realizadas sob a presidência dele, decidiu realizar a reunião em outra sala, com as portas fechadas e distribuição de senhas aos manifestantes – 20 contra ele e 20 a favor.

Mesmo assim, viu-se na contingência de determinar à polícia legislativa a detenção de um manifestante que, em alta voz, o chamou de racista. “Aquele senhor de barba me chamou de racista. Racismo é crime. Quero que a polícia faça alguma coisa sobre isso”. Apesar de alguma resistência de outros manifestantes, foi o que aconteceu, tendo sido o detido levado, ouvido pela polícia legislativa e depois liberado. Feliciano, querendo, pode apresentar queixa-crime contra ele, por calúnia ou difamação. Suponho que não o faça – seria até burrice.

Como se sabe, o deputado-pastor tem sido acusado por ativistas de racismo e “homofobia”. Sobre o racismo, disse que interpretaram mal uma declaração dele sobre uma maldição do Noé bíblico em relação a algumas pessoas que emigrariam para a África, continente habitado por brancos, negros e semitas (no caso, muito mais semitas árabes que judeus). Quanto à acusação de “homofobia”, o deputado-pastor diz que é apenas fiel à doutrina de sua igreja, que é, por exemplo, contra o aborto e o casamento homossexual, mas com todo o respeito às pessoas – obviamente as nascidas e as que ainda estão no ventre de suas mães.

Mas, deixando por hoje os eventuais méritos e deméritos da acusação e da defesa, vejo um quadro muito mais amplo, um teste democrático de grande magnitude acontecendo neste momento no Brasil. Há um Congresso, uma Câmara dos Deputados, uma Comissão de Direitos Humanos e Minorias e um presidente – indicado pelo PSC porque o PT, que teria direito ao cargo, abriu mão da indicação – eleito com os votos de 11 dos 18 membros desta comissão.

Então, porque ativistas do movimento LGBT e seus simpatizantes, setores ativistas a favor do aborto e alguns grupos e organizações viram com mau olhado a escolha, querem obrigar o deputado-pastor Marco Feliciano a, sob pressão do PSC, renunciar à presidência da CDHM. O presidente da Câmara, peemedebista Henrique Eduardo Alves, assume a liderança da pressão nesse sentido. O líder do PMDB, Eduardo Cunha, é evangélico. O líder do PR, Anthony Garotinho, idem. Eles e o líder do PSC – pelo menos estes – não vão entrar no pretendido jogo de pressões sobre o pastor Marco Feliciano que uma reunião de líderes pretende fazer terça-feira.

Mas o PSC dá total e formal apoio ao deputado que o indicou, então tenta-se que os líderes partidários façam alguma coisa – mas o quê? Com base na Constituição e no Regimento Interno da Câmara não há o que fazer. Os evangélicos, que são maioria na comissão, estão cada vez mais solidários ao pastor Feliciano. Este confirmou ontem que exercerá o cargo até o último dia de seu mandato de presidente e que isso é irreversível.

O fato é que o país enfrenta um teste democrático. Vale o voto dado democraticamente segundo o sistema jurídico democrático do país ou o tumulto e o grito de manifestantes que querem gritar suas opiniões, ocupando todos os espaços, e abafar as alheias? Este, aliás, não é um teste só brasileiro, mas em quase todas as partes do planeta em que a democracia (ainda) vive. Os grandes pilares da liberdade têm sido desmontados em muitos países democráticos por leis ordinárias, regulamentos, resoluções, portarias. A tática do salame: uma fatia, outra fatia, mais outra e… acabou o salame.

Estou otimista especificamente apenas quanto ao teste brasileiro em torno da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, mas surpresas desagradáveis não podem ser excluídas de modo absoluto.

http://youtu.be/JpIl321klhA

=============================================================

=============================================


Agustín Lara canta uma de suas canções mais famosas (entre muitas de fama mundial) dedicada à atriz mexicana consagrada por Hollyood, Maria Felix. a “Maria Bonita”, paixão avassaladora e inspiradora do grande compositor.

Uma versão do autor e outra de Julio Iglesias. Confira.

(Vitor Hugo Soares)

  • Arquivos