=====================================================

DEU NA COLUNA HOLOFOTE, ASSINADA POR OTÁVIO CABRAL NA REVISTA VEJA ESTA SEMANA. NAS BANCAS

Os quadros da discórdia

Um especialista francês, reconhecido pelo Museu do Louvre, desembarca nesta semana em Salvador para avaliar a autenticidade de quadros do acervo do ex-senador Antonio Carlos Magalhães, morto em 2007. O marchand foi contratado por Teresa Mata Pires, mulher de Cesar Mata Pires, dono da Construtora OAS.

Rompida com a família, Teresa afirmou à Justiça desconfiar que a mãe e o irmão, o empresário ACM Junior, possam ter escondido telas orginais de Portinari, Guignard, Di Cavalcanti e Djanira e as substituído por réplicas. Assim, eles venderiam as obras no mercado negro e a excluiriam da divisão do dinheiro.

É mais um capítulo da novela da herança de ACM, que, avaliada em 500 milhões de reais, inclui emissoras de TV, jornal, construtora, fazendas e três herdeiros bastardos.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos