mar
20

==================================================

DEU NA FOLHA ILUSTRADA

O cantor e compositor Emílio Santiago morreu nesta quarta-feira (20), aos 66 anos, no Rio de Janeiro, segundo informou um assessor do cantor. Ele havia dado entrada no Hospital Samaritano, em Botafogo, no dia 7 de março, após sofrer um AVC -acidente vascular cerebral- isquêmico.

Nascido no Rio de Janeiro, em 1946, Emílio Santiago cursou direito na década de 1970, estimulado por seus pais.

Em sua casa, costumava escutar canções de Nelson Gonçalves, Cauby Peixoto e Anísio Silva. A bossa nova, em especial João Gilberto, também eram algumas das preferências do bacharel.

Estimulado por amigos, que conheciam seu gosto pela música, começou a participar de festivais. Apresentou-se também na televisão, no programa “A Grande Chance”, apresentado por Flávio Cavalcanti, chegando às finais.

Em 1973, gravou para a Polydor seu primeiro compato, “Transas de Amor”. O primeiro disco veio em 1975, lançado pela CID. Produzido por Durval Ferreira, o álbum “Emílio Santiago” continha canções de compositores como Ivan Lins, Jorge Ben Jor e Nelson Cavaquinho.

No ano seguinte, transferiu-se para a gravadora Philips/Polygram, em que permaneceu até 1984.

Em 1988, convidado por Roberto Menescal e Heleno Oliveira, fez o primeiro disco da série “Aquarela Brasileira”, projeto da Som Livre dedicado à releituras de clássicos brasileiros, com o qual atingiu o sucesso.

Em 2000, assinou com a Sony Music. Seu trabalho de estúdio mais recente é “Só Danço Samba”, de 2010, que homenageia Ed Lincoln e marcou a comemoração de seus 40 anos de carreira.

Entre os maiores sucessos gravados em sua voz estão “Saygon”, “Lembra de Mim” e “Verdade Chinesa”.

DISCOGRAFIA

1975 – “Emílio Santiago”
1976 – “Brasileiríssimas”
1977 – “Comigo é Assim”
1977 – “Feito pra Ouvir”
1978 – “Emílio”
1979 – “O Canto Crescente de Emílio Santiago”
1980 – “Guerreiro Coração”
1981 – “Amor de Lua”
1982 – “Ensaios de Amor”
1983 – “Mais que um Momento”
1984 – “Tá na Hora”
1988 – “Aquarela Brasileira
1989 – “Aquarela Brasileira 2”
1990 – “Aquarela Brasileira 3”
1991 – “Aquarela Brasileira 4”
1992 – “Aquarela Brasileira 5”
1993 – “Aquarela Brasileira 6”
1995 – “Aquarela Brasileira 7”
1995 – “Perdido de Amor”
1996 – “Dias de Luna”
1997 – “Emílio Santiago”
1998 – “Emílio Santiago”
1998 – “Preciso Dizer que Te Amo”
2000 – “Bossa Nova”
2001 – “Um Sorriso nos Lábios”
2003 – “Emílio Santiago Encontra João Donato”
2005 – “O Melhor das Aquarelas – Ao Vivo”
2007 – “De um Jeito Diferente”

2010 – “Só Danço Samba”

============================================


Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos