mar
06
Postado em 06-03-2013
Arquivado em (Artigos) por vitor em 06-03-2013 13:06

DEU NO DÁRIO DE NOTÍCIAS
(PORTUGAL)

O rei de Espanha Juan Carlos enviou hoje,6, um telegrama ao vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, com uma mensagem de condolências à nação venezuelana pela morte do Presidente Hugo Chávez.

A partir do hospital madrileno onde está internado após uma operação de hérnia de discol, o monarca pediu ainda a Maduro para transmitir os seus pêsames aos familiares de Hugo Chávez, disseram fontes da Casa Real citadas pela agência noticiosa Efe.

Na mensagem, referiram as mesmas fontes, o rei evoca o “empenho e dedicação” de Hugo Chávez “pelo seu país e pelo conjunto da Iberoamérica” e transmite a Maduro os seus “melhores desejos de amizade e boas perspetivas das relações bilaterais entre os povos espanhol e venezuelano”.

As relações entre Juan Carlos e Hugo Chávez vão ficar indissociavelmente ligadas ao incidente ocorrido durante a XVII Conferência Ibéro-Americana, que aconteceu em Santiago do Chile em novembro de 2007, quando o monarca espanhol mandou calar o líder venezuelano.

“Por qué no te callas?” (Por que não te calas?) foi a frase dirigida a Chávez pelo monarca, uma “exaltação” motivada pelas frequentes interrupções do líder venezuelano a uma intervenção do então primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodriguez Zapatero.

O chefe do Governo de Madrid e líder do PSOE tinha optado por defender o antigo primeiro-ministro conservador, José Maria Aznar, antes criticado duramente por Chávez, que o rotulou de “fascista”, devido ao seu alegado apoio ao fracassado golpe militar contra o Presidente venezuelano em 2002.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos