Mauro Ricardo: Fazenda municipal mexe com “mafias”
de interesses contrariados, acusa prefeito ACM Neto

================================================


DEU NA COLUNA TEMPO PRESENTE DO JORNAL A TARDE, ASSINADA PELO JORNALISTA LEVI VASCONCELOS.

Neto vai à guerra

Que ACM Neto herdou de João Henrique herança maldita já se sabe. E também que nos seus primeiros 60 dias de governo foi cuidadoso ao falar dos pepinos e abacaxis encontrados, para não acender melindres.

Mas ontem (4), com a divulgação de notícias dizendo que o secretário da Fazenda, Mauro Ricardo, foi acusado de improbidade pelo Ministério Público em três ações, no Amazonas, por sua passagem à frente da Superintendência da Zona Franca de Manaus ( Suframa), em Minas na Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e em Brasília na Furnas, mudou radicalmente de tom..

Juntou documentos mostrando que, nos casos de Manaus e Minas, a Justiça julgou as denúncias improcedentes, e, no de Brasília, que o TCU aprovou as contas ( embora judicialmente o caso ainda esteja pendente).

Mérito da questão à parte, Neto atribuiu o ataque a interesses contrariados e acusou as “máfias” das transcons e dos créditos tributários”, incomodadas com a ação de Mauro.

Em suma fez uma declaração de guerra.

No caso dos créditos, ele instituiu uma comissão para avaliar o assunto. No das transcons pediu à Sucom que apurasse.

Salvador espera saber o que há de legítimo e o que há de mafioso nesse jogo.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos