fev
27
Postado em 27-02-2013
Arquivado em (Artigos) por vitor em 27-02-2013 21:24


DEU NO IG

A mineradora Vale anunciou nesta quarta-feira (27) um lucro líquido de R$ 9,7 bilhões em 2012, valor 74% menor que os R$ 37,8 bilhões registrados em 2011, ano em que a companhia atingiu o melhor desempenho financeiro desde sua fundação em 1942. Segundo a consultoria Economática, o resultado do ano passado é o menor desde o ano de 2004 quando a empresa teve lucro de R$ 6,46 bilhões

No quarto trimestre de 2012, a empresa teve um prejuízo de R$ 5,6280 bilhões, ante lucro de R$ 8,354 bilhões no mesmo intervalo de 2011. Trata-se do primeiro resultado negativo da mineradora desde o terceiro trimestre de 2002 e= o maior já registrado pela empresa na sua história.

Segundo a companhia, a crise internacional impactou diretamente o resultado por conta da “queda eneralizada dos preços de minérios e metais, com exceção do ouro, um metal precioso cujas cotações são influenciadas por outros fatores. Os preços do minério de ferro se tornaram muito mais voláteis, demonstrando grande volatilidade de baixa
especialmente no terceiro trimestre do ano”.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado do quarto trimestre somou US$ 4,394 bilhões, retração de 40,59% em relação ao mesmo intervalo de 2011. Em 2012, o Ebitda da Vale totalizou US$ 19,135 bilhões, queda de 43,32% na comparação com o ano anterior.

A receita operacional entre outubro e dezembro do ano passado totalizou US$ 12,002 bilhões, queda de 18,66% ante o mesmo período de 2011. No ano, a receita encolheu 23,08% em relação a 2011 e atingiu US$ 46,454 bilhões em 2012.

A esperada retração da receita em 2012, com reflexo no Ebitda anual, decorre da queda do preço do minério de ferro. Em setembro de 2012, a cotação da commodity chegou a US$ 86,70, patamar mais baixo desde outubro de 2009, ainda sob efeito da crise mundial.

A queda da receita da Vale só não foi maior porque a companhia manteve patamares praticamente estáveis de produção de minério na comparação anual, com variação negativa de apenas 0,8% em relação a 2011.

Segundo a companhia, o resultado financeiro foi diretamente impactado pela crise internacional , que provocou uma “queda generalizada dos preços de minérios e metais, com exceção do ouro, um metal precioso cujas cotações são influenciadas por outros fatores. Os preços do minério de ferro se tornaram muito mais voláteis, demonstrando grande volatilidade de baixa especialmente no terceiro trimestre do ano”.

O lucro líquido básico (lucro líquido excluindo o efeito de itens não caixa não recorrentes)atingiu R$ 22,2 bilhões, contra R$ 39,2 bilhões em 2011, e o EBITDA foi de R$ 37,4 bilhões, reduzindo-se 33,5%, sendo, porém, ainda assim o terceiro maior da nossa história. A redução foi devida quase totalmente a preços menores em 2012, que tiveram
um impacto negativo de R$ 22,8 bilhões no EBITDA.

A empresa também informa um total de US$ 6,0 bilhões distribuídos para acionistas, o segundo maior da história da Vale e o maior entre as grandes mineradoras em 2012. Em janeiro, a mineradora anunciou proposta ao Conselho de Administração de pagar uma remuneração mínima ao acionista de US$ 4,0 bilhões em 2013, o que ainda se constitui em montante substancial.

* Com Agência Estado

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • Fevereiro 2013
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728