Wagner e ACM Neto:acordo fechado para construção
da megaponte Salvador=Itaparica

===========================================


Governadoria: mesa cheia na assinatura do acordo da ponte

===========================================

Em cerimônia administrativa marcada por forte presença politica e empresarial de representantes de vários municípios do entorno da Baia de Todos os Santos, incluindo Salvador, foi assinado esta segunda-feira (25), na Governadoria, Centro Administrativo da Bahia (CAB), um acordo de cooperação técnica entre o Estado e os municípios de Salvador, Vera Cruz, Itaparica e Jaguaripe, envolvidos no projeto de construção da ponte Salvador-Itaparica.

Segundo os condutores principais e presumíveis beneficiários (administrativa e politicamente) da iniciativa polêmica, que divide opiniões, o objetivo é facilitar a colaboração durante os estudos que pretendem elaborar o plano de desenvolvimento socioeconômico da ponte, que integra o Sistema Viário Oeste.

Sergio Gabrielli, secretário estadual do Planejamento, ex-presidente da Petrobra – apontado como um dos nomes mais fortes do PT à sucessão de Jaques Wagner em 2014 e atualmente um dos maiores entusiastas da construção da mega-obra – informou que os estudos compreendem modelagem econômico-financeira, projetos conceituais de engenharia e análise de impactos ambientais e culturais.

“Existirão novas atividades econômicas com a construção da ponte, inclusive com a atração de empresas para a região, geração de empregos. Por isso vamos promover a análise de impactos ambientais, de desapropriação, entre outros”, disse Gabrielli. A partir do resultado dos estudos, pode haver adequações nos planos diretores municipais e reestruturação da mobilidade urbana nos municípios envolvidos.

Raimundo Nonato,prefeito de Itaparica, disse que o projeto vai garantir um maior desenvolvimento da região. “Este é um projeto ousado. Sabemos que as cidades poderão sofrer alguns impactos negativos, mas principalmente positivos. Precisamos buscar o desenvolvimento econômico e social e esta é uma oportunidade grandiosa”.

O Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), encerrado em 2011, definiu uma proposta conceitual para a ponte, no que se refere aos aspectos paisagísticos, traçado, aproveitamento viário, entre outros itens.

Segundo Gabrielli, o PMI apontou um investimento de aproximadamente R$ 7 bilhões, englobando a construção da ponte, duplicação das rodovias, desapropriações e investimentos em infraestrutura. “Esse valor pode ser alterado, e a partir das analises poderemos reduzir os custos”.

A ponte, no projeto, terá aproximadamente 12 quilômetros e vai reduzir a distância de 24 municípios para Salvador. Santo Antônio de Jesus, por exemplo, terá a distância reduzida em mais de 40%.

“Nos debruçamos nesse projeto há dois anos e precisamos desse tempo para que fossem feitas todas as avaliações. Agora estamos na última fase preparatória, fundamental para as gestões municipais envolvidas e para a população. Creio que assim poderemos superar as dificuldades e esclarecer algumas preocupações”, disse o governador Jaques Wagner.

ACM Neto e Wagner

O governador petista Jaques Wagner informou que em 2014 será lançado o edital para concessão da ponte. “Acredito que em 2014, ainda nesse governo, eu possa assinar a ordem de serviço das obras, que vão apresentar uma valorização tanto para Salvador, quanto para os outros municípios envolvidos. Depois da ordem de serviço, deve haver mais 36 ou 40 meses de obras. Então, a ponte deve ficar pronta em 2017, 2018”.

Ele citou a ponte Rio-Niterói, construída há 40 anos, como exemplo. “Assim como a ponte do Rio de Janeiro, que parecia maior que a necessidade, quando foi planejada, e hoje é um vetor carregado, precisamos pensar em obras estruturantes de longa duração com a ponte Salvador-Itaparica”.

Para o prefeito de Salvador, ACM Neto, não há dúvida do desenvolvimento econômico que será gerado com a ponte. “Esse projeto é importante não apenas para a capital, para o recôncavo, como também para uma maior valorização das ilhas, além de um aproveitamento do potencial da Baía de Todos-os-Santos. Haverá uma grande valorização imobiliária do Comércio, da Cidade Baixa, de toda a península itapagipana, do subúrbio ferroviário. Claro que haverá um impacto no trânsito da capital, que vai ganhar mais uma porta de entrada e saída de veículos, e vamos analisar essas mudanças e viabilizar a organização dessa estrutura”.

(Postado por Vitor Hugo Soares)


Lucas Sande:morte inesperada

============================================

DEU NO CORREIO DA BAHIA

Da Redação

O meio jornalístico baiano amanheceu com uma triste notícia. O jornalista Lucas Sande, de 32 anos, formado na Escola de Comunicaçãoda Universidade Federal da Bahia, foi encontrado morto por sua mãe no final da manhã deste domingo, no apartamento onde morava, no Costa Azul.

Amante do jornalismo esportivo, amigos e colegas de trabalho lembram dele como boa gente, engraçado e brincalhão. Ao encontrá-lo desacordado, a família chamou uma ambulância, mas quando os médicos chegaram, atestaram que ele já estava morto. De acordo com os médicos, Lucas morreu provavelmente porvolta das 4h da madrugada.

Exames serão realizados para identificar a causa da morte, mas há suspeitas de aneurisma, infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral (AVC). Lucas trabalhava como assessor de imprensa do Sine Bahia, serviço de intermediação de mão-de-obra do Governo do Estado.

Era colaborador do CORREIO, na editoria de Esporte. Ele também chegou a atuar em veículos como SBT e Educadora FM. Nas horas vagas, Lucas ainda atuava como DJ, sobretudo em festas de amigos — por isso, era conhecido como DJ Cangaço.

Há cerca de uma semana, Sande havia se sentido mal, com falta de ar. Procurou um médico e realizou uma série de exames, mas nenhuma alteração foi identificada.

O Bahia publicou nota em seu site lamentando a morte do jornalista, que era torcedor do clube. “A diretoria do Esporte Clube Bahia solidariza-se com seus familiares, amigos e colegas de trabalho neste momento de tristeza e lamenta a perda de um jovem e promissor profissional”, diz a nota.

O sepultamento será realizado hoje, às 16h, no cemitério Jardim da Saudade.

http://youtu.be/zASA_KQc1I8

=============================================

No ar, o saudoso conjunto Quatro Ases e um Coringa,com “Cabelos Brancos”, de Herivelto Martins. Harmonia de fazer inveja ainda hoje. Confira!!!

(Gilson Nogueira)


========================================
O’Brien:renúncia e afastamento do colégio
eleitoral que escolherá o sucessor de Bento XVI

==========================================

O cardeal Keith O’Brien renunciou ao cargo de arcebispo de St. Andrews e Edimburgo depois de acusações, que ele nega, de comportamento impróprio para com vários padres na década de 1980.

O Vaticano já confirmou a renúncia da mais alta autoridades da Igreja Católica no Reino Unido. “O Papa Bento XVI aceitou a 18 de fevereiro a demissão do sua eminência o cardeal O’Brien do governo da arquidiocese de St. Andrews e Edimburgo”, anunciou a igreja católica. O’Brien fica assim afastado da eleição do próximo Papa e o Reino Unido não contará com nenhum representante no conclave.

O semanário ‘The Observer’ revelou que três padres e um antigo sacerdote se queixaram do comportamento impróprio do cardeal ao representante do Papa no Reino Unido, núncio Antonio Mennini, na semana antes de 11 de fevereiro, quando o Bento XVI anunciou que se iria afastar.

O ex-padre revelou que O’Brien se aproximou dele em 1980, depois das orações da noite, quando era seminarista no Colégio St. Andrews. Quando O’Brien chegou a bispo, resolveu deixar de ser padre. “Eu sabia que ele iria ter sempre poder sobre mim. Pensaram que eu tinha deixado de ser padre para casar. Não o fiz. Sai para preservar a minha integridade”, terá revelado ao núncio.

Os outros padres falam em comportamento impróprio após as orações da noite, depois de uma noite de bebedeira e durante uma visita do cardeal à paróquia.

(Com informações do jornal português Diario de Notícias)


Diaz-Canel (com Raul): nova fachada do regime cubano
Foto Desmond Boylan/Reuters/Público
================================================


DEU NO “PÚBLICO”, DE LISBOA

Chama-se Miguel Díaz-Canel, tem 52 anos e é engenheiro eléctrônico.

A sua biografia oficial diz que trabalhou três anos na rádio das Forças Armadas e, depois de terminar a formação militar, ocupou vários cargos na União dos Jovens Comunistas.

Da UJC passou para as províncias, tendo sido primeiro-secretário do Partido Comunista Cubano (Cuba é um país de partido único) em Villa Clara (centro) e Holguín (Este). Em 2009 ascende a ministro da Educação e sobe ao bureau político do partido.

No domingo, Raúl Castro, que inícia o último mandato como chefe de Estado, indicou-o para vice-presidente do Conselho de Estado (o segundo cargo mais importante do país), cumprindo a intenção previamente anunciada de rejuvenescer a liderança cubana.

Diáz-Canel substitui José Ramón Ventura, de 82 anos e um herói da revolução — teve um papel estratégico no fracasso da Invasão na Baía dos Porcos, em 1961 (conhecida em Cuba como Batalha de Girón, foi uma tentativa frustrada de exilados cubanos anticastristas, formados pelos Estados Unidos, de derrubar o líder cubano Fidel Castro).
===========================================

NOTA DO BAHIA EM PAUTA: Segundo definição da blogueira Yoani Sanchez, ao comentar domingo (24) no Rio de Janeiro (última etapa de sua visita ao Brasil, antes de embacar esta tarde de segunda para a República Tcheca ) a mudança de nomes na hierarque do governo em seu País, cisse que Ramon Ventura é uma das faces mais duras e repressoras do regime de Cuba atualmente (Vitor Hugo Soares)

fev
25
Posted on 25-02-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 25-02-2013


===============================
Sinfrônio, hoje, no Diário do Nordeste (CE)


Michelle anuncia vencedor de Melhor Filme

====================================

DEU NO UOL

O Oscar de melhor filme foi para “Argo”, de Ben Affleck, anunciou a primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, em transmissão ao vivo da Casa Branca, em Washington, na madrugada desta segunda-feira (25). O prêmio foi apresentado inicialmente pelo ator Jack Nicholson.

“Eu queria primeiramente reconhecer Spielberg, que é um gênio”, disse. “Reconhecer os outros filmes que também deveriam estar aqui com a gente. Quero agradecer meu pai, minha mãe, meu irmão. Ao Tony Mendes, que me deixou contar a história dele”, agradeceu, com a equipe no palco, incluindo o ator George Clooney, um dos produtores do filme.

Ben ainda agradeceu Jennifer Garner, sua mulher. “Eu te amo. Há dez anos, eu era só uma criança, nunca pensei que estaria de volta”. Garner se emocionou com o discurso do marido.

O filme de Ben Affleck levou ao todo três estatuetas, incluindo roteiro adaptado e melhor edição.

Dirigido e estrelado por ele, “Argo” é sobre o ousado plano da Agência em resgatar seis diplomatas dos EUA do Irã se passando por uma equipe de filmagem de Hollywood.

Affleck oferece no início da projeção uma narrativa em quadrinhos sobre como os EUA ajudaram o xá Mohammad Reza Pahlavi a governar, a partir de interesses econômicos, até sua deposição em 1979 pelo célebre aiatolá Khomeini.

O asilo político oferecido a Reza Pahlavi enfureceu a população iraniana na época, que via no antigo xá um criminoso a ser julgado. Após a negativa do pedido de extradição do xá, as ruas iranianas foram tomadas por protestos, que culminariam na invasão da embaixada dos EUA em Teerã.

Esse foi o ponto de partida da histórica “crise dos reféns” (1979-1981), em que os seguidores de Khomeini mantiveram presos, por 444 dias, 52 norte-americanos em retaliação à presença do antigo xá em território dos EUA.

Também concorriam ao prêmio, “A Hora Mais Escura”, “O Lado Bom da Vida”, “As Aventuras de Pi”, “Lincoln”, “Os Miseráveis”, “Django Livre”, “Indomável Sonhadora” e “Amor”.

* com informações da Reuters

========================================
Jennifer Lawrence levou o Oscar de melhor atriz por seu trabalho em O Lado Bom da Vida, durante a cerimônia de entrega dos Academy Awards, no Teatro Dolby, em Los Angeles, na madrugada desta segunda-feira .Ao subir para receber o prêmio, a atriz tropeçou em seu vestido Dior e caiu nas escadas.

O francês Jean Dujardin, vencedor do Oscar de Melhor Ator em 2012 por seu trabalho em O Artista, que anunciava as indicadas da categoria, correu para socorrer a moça, que ainda brincou com o fato eu seu discurso de agradecimento.

A comédia romântica conta a história de Pat Jr. (Bradley Cooper), que retorna para casa após temporada em uma clínica para problemas emocionais, o que faz a mãe Dolores (Jacki Weaver) acreditar que a paz está voltando à família.

O encontro com o pai, Pat (Robert De Niro) é alegre, mas fica algo de estranho no ar. Não demora muito para se perceber que ninguém nesta casa é tão normal assim na comédia dramática e romântica dirigida por David O. Russell (O Vencedor), que também assina o roteiro, baseado num romance de Matthew Quick.

Dolores é, na verdade, um dos poucos elos com a sanidade entre os personagens do filme. A volta ao lar para Pat Jr. é motivo de esperança de reconquistar sua ex-mulher, Nikki (Brea Bee), de quem ele não pode, por ordem judicial, aproximar-se, depois de um surto agressivo.

Um casal de amigos o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), também problemática. A moça acaba de perder o marido policial num acidente. Transtornada, ela transa com todos os colegas de escritório até perder o emprego.

São essas duas almas perdidas no mundo e precisando um do outro, embora eles ainda não o saibam, que dão o tom à história.

As atrizes Jessica Chastain (A Hora Mais Escura), Emmanuelle Riva (Amor), Quvenzhané Wallis (Indomável Sonhadora) e Naomi Watts (O Impossível) também disputavam o Oscar nesta categoria.Wallis, de 9 anos, é a atriz mais jovem a ser indicada na principal categoria de melhor atriz.


Yoani:respeito e atenção no Rio de Janeiro

==========================================

OPINÃO POLÍTICA

A estratégia

Ivan de Carvalho

A blogueira cubana Yoani Sanches, que vem lutando pela liberdade de expressão e pelos direitos humanos em seu país, deve embarcar no Rio de Janeiro, às 14 horas de hoje, em um vôo para a República Tcheca. Ela iniciou pelo Brasil uma turnê em doze países com o objetivo principal de divulgar as condições em que vive o seu povo sob o regime totalitário imposto a Cuba desde 1959.

O Rio de Janeiro foi o único lugar do Brasil em que ela, pelo menos até ontem, não foi alvo de hostilidades de grupos amestrados, formados por militantes do PT, do PC do B, da CUT e de algumas ONGs, tudo isso mobilizado pela embaixada de Cuba em Brasília, onde houve uma reunião no dia 6 de janeiro para acertar a “estratégia” com que se pretendia desqualificar a jornalista cubana e anular os efeitos de sua visita.

Sobre tal “estratégia”, vale transcrever o que li ontem em artigo do jornalista Elio Gaspari, citando outro jornalista, o escritor e ex-deputado Fernando Gabeira, do PV fluminense: “Junte-se algum estrategista Jim Jones e a relação romântica que o PT ainda vive com a Revolução Cubana e temos esse tiro no pé”.

Tiro no pé e, enfatize-se, absolutamente certeiro. O desembarque de Yoani Sanches no Brasil, no aeroporto de Recife, foi marcado pelos furibundos protestos de um grupo de 20 e poucos manifestantes, com cartazes, gritos, berros, ofensas e uma solitária puxada nos longos cabelos da cubana. Ela já está acostumada a coisas muito piores em Cuba – perseguições, bloqueio por longo tempo do seu blog (atualmente, o bloqueio foi retirado), prisão, impedimento da liberdade de ir e vir (vinte pedidos de visto para deixar temporariamente o país atendendo a convites já lhe haviam sido negados até que uma mudança legislativa permitiu a viagem atual).

Horas depois, no aeroporto Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, outros vinte e poucos manifestantes prepararam a repetição dos mesmos eventos do Recife para o desembarque da blogueira cubana, mas não tiveram acesso a ela, que desembarcou pelo setor de autoridades. Fizeram, ainda assim, a algazarra que, a juízo deles e de quem os dirigia por controle remoto, convinha aos seus fins.

Depois, em Feira de Santana a “estratégia” contra Yoani atingiu seu ponto máximo. Um modesto (em número) grupo de manifestantes ocupou e fez uma bagunça no espaço em que seria exibido um filme-documentário, “Conexão Cuba x Honduras”, na qual Yoani é uma das pessoas entrevistadas, desafiando a blogueira para um debate. Ela, escoltada pelo corajoso senador petista Eduardo Suplicy, aceitou. E então impediram, aos gritos, que ela debatesse qualquer coisa, talvez não se tornando a situação ainda mais grave pela enérgica intervenção do senador.

“Eles estavam com as veias do pescoço inchadas, eu sorria”, comentou Yoani Sanches, pouco depois, para a imprensa, desferindo em seguida o golpe de misericórdia: “Eles respondiam a ordens, eu sou uma alma livre”.
A “estratégia” montada pela embaixada de Cuba (naturalmente acionada de Havana) com os nativos do PT, PC do B, CUT e adjacências repetiu-se com várias intensidades em Brasília e em São Paulo. Essa “estratégia” de borra-botas foi tão boa para Yoani Sanches que, ao passear sem ser incomodada – apenas cumprimentada pelas pessoas que a reconheciam em meio a um batalhão de repórteres, fotógrafos e cinegrafistas (resultado da repercussão da visita em parte decorrente das manifestações hostis anteriores em outras cidades brasileiras) – ela se queixou.

Em um desabafo, certamente com apropriada ironia, disse que, em sua visita ao Rio, sentia falta dos manifestantes. Apenas uma banhista, em Copacabana, gritou para que ela retornasse a Cuba. Gritou à toa: ela já garantira antes que vai retornar sim, o que os manifestantes brasileiros do governo cubano deixaram claro que lhes é de grande desagrado.

fev
25

=======================================
Não tenho medo da morte
Gilberto Gil

não tenho medo da morte
mas sim medo de morrer
qual seria a diferença
você há de perguntar
é que a morte já é depois
que eu deixar de respirar
morrer ainda é aqui
na vida, no sol, no ar
ainda pode haver dor
ou vontade de mijar

a morte já é depois
já não haverá ninguém
como eu aqui agora
pensando sobre o além
já não haverá o além
o além já será então
não terei pé nem cabeça
nem figado, nem pulmão
como poderei ter medo
se não terei coração?

não tenho medo da morte
mas medo de morrer, sim
a morte e depois de mim
mas quem vai morrer sou eu
o derradeiro ato meu
e eu terei de estar presente
assim como um presidente
dando posse ao sucessor
terei que morrer vivendo
sabendo que já me vou

então nesse instante sim
sofrerei quem sabe um choque
um piripaque, ou um baque
um calafrio ou um toque
coisas naturais da vida
como comer, caminhar
morrer de morte matada
morrer de morte morrida
quem sabe eu sinta saudade
como em qualquer despedida.

  • Arquivos

  • Fevereiro 2013
    S T Q Q S S D
    « jan   mar »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728