=================================================================

DEU NO G1-Rio

Morreu na manhã desta quinta-feira (24) o diretor e ator Zózimo Bulbul, aos 75 anos. De acordo com a ex-enteada Mariana Moura, ele estava em casa e lutava desde junho de 2012 contra um câncer no colo do intestino.

O velório começou às 16h desta quinta na Câmara dos Vereadores do Rio. Bulbul trabalhou até novembro do ano passado.

Em 1969, Bulbul atuou em “Vidas em Conflito”, da TV Excelsior, se tornando o primeiro negro a ser protagonista de uma novela brasileira. Foi ainda um dos principais atores do cinema novo. Ele é um dos ícones negros dos anos 1960 pelos trabalhos na TV e no cinema. Zózimo Bulbul também dirigiu filmes importantes, como “Abolição” e o curta “Alma no olho”, que faz uma metáfora sobre a escravidão e produzia o festival de cinema negro.


DEU NO G1-BAHIA

Desde o começo da manhã desta quinta-feira (24), o sistema ferry boat, que faz a travessia entre a Salvador e a Ilha de Itaparica, está sem funcionar. Através da assessoria de imprensa, o órgão informou que a interrupção é devido à ocorrência de falhas mecânicas nas embarcações. Ainda segundo a Agerba, responsável pelo funcionamento das embarcações, o sistema deve ser normalizado ainda nesta quinta-feira (24) e deve funcionar, plenamente, durante o Carnaval.

Uma passageira que não quis ser identificada contou ao G1 que comprou passagem às 8h da manhã desta quinta-feira(24) e que até às 10h30 aguardava embarque. “Compramos passagem às 8h para embarcar às 11h, mas faltando 30 minutos para o embarque, fomos avisados que não tinha previsão de saída do ferry. Como estou com criança pequena, preferi pegar lancha”, contou.

Problemas

Na quarta-feira (23), a travessia operou apenas com a embarcação Rio Paraguaçu. Segundo a Agerba, o ferry Ivete Sangalo que também fazia a travessia, teve um problema no eixo e, por isso, foi recolhido para reparo. A embarcação Ana Nery não operou até o meio da tarde de quarta-feira (23). Na segunda-feira (21), um idoso de 52 anos passou mal na fila do sistema e teve problemas com o atendimento pela equipe do Samu que estava no local.

jan
24
Posted on 24-01-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 24-01-2013


El Pais:edição impressa com foto falsa foi recolhida,
mas não antes de chegar a alguns leitores

===========================================================

DEU NO “PÚBLICO” (PORTUGAL)

O diário espanhol El País interrompeu a distribuição da sua edição impressa desta quinta-feira, que incluía na primeira página a foto de um homem entubado, numa cama de hospital, como se fosse o Presidente da Venezuela, Hugo Chávez.

A imagem também esteve publicada na homepage do site do diário durante aproximadamente meia hora, indica um comunicado divulgado pelo jornal, que pediu desculpas aos leitores. Foi aberto um inquérito para determinar “as circunstâncias do sucedido e os erros que possam ter sido cometidos na verificação” da autenticidade da fotografia.

O jornal informou que a falsa fotografia lhe foi fornecida pela agência de imprensa Gtres Online, que terá afirmado tratar-se de Chávez, hospitalizado há cerca de mês e meio em Cuba, onde foi operado pela quarta vez a um cancro na zona pélvica. Não é visto publicamente desde o internamento, a 11 de Dezembro.

A publicação da fotografia, um primeiro plano do rosto do suposto Chávez, careca, com pouca qualidade, que seria um exclusivo, também ofereceu desde o início dúvidas ao El País, indica o comunicado. “No texto que acompanhava a foto afirmava-se que o El País não tinha conseguido verificar de forma independente as circunstâncias, o lugar e a data em que havia sido tirada”, refere o comunicado. Ainda assim, segundo o diário espanhol El Mundo, o texto que a acompanhava dizia que tinha sido tirada “há uns dias”.

Depois de constatar que a fotografia não era de Chávez, o El País interrompeu, durante a madrugada, a distribuição da edição em papel e imprimiu uma nova edição. Um repórter da BBC disse que em Madrid foram recolhidos exemplares que já haviam sido entregues em quiosques. A primeira página, com a falsa foto imediatamente abaixo do logotipo era acompanhada de um texto intitulado: “O segredo da doença de Chávez”.

O “incidente”, como é referido no comunicado, pode implicar que o jornal não chegue esta quinta-feira a parte dos quiosques onde é vendido, tanto em Espanha como no estrangeiro. O El País é muito lido na América Latina.

O governo venezuelano qualificou a foto de “grotesca”. Segundo a AFP, o ministro da Informação da Venezuela, Ernesto Villegas, escreveu na sua conta na rede social Twitter que a foto teria sido extraída de uma intervenção cirúrgica de outra pessoa publicada no YouTube.

===========================================================


DEU NO EL PAÍS

O jornal espanhol EL PAÍS retirou esta madrugada de sua página web uma foto que mostrava um homem entubado em uma cama de hospital e que uma agencia informativa (Gtres Online) havia fornecido importante diário de Madrid afirmando que se tratava de Hugo Chávez, presidente de Venezuela. Chávez se encontra hospitalizado em Cuba depois de ter sido operado de um câncer cujas características o gobierno venezuelano não informa com precisão.. A foto permaneceu na página web do jornal aproximadamente uma meia hora.

No texto que acompanhava a foto se afirmava que EL PAÍS não havia conseguido verificar de forma independente as circunstâncias, o lugar e a data em que havia se realizado a fotografía. Depois de constatar que a imagen ofrecida no correspondía a Chávez, EL PAÍS paralizou a distribucção impressa e enviou uma nova edição aos pontos de vendas. O incidente pode ocasionar que a edição impressa do diário com a data de hoje , quinta-feira, 24 de janeiro não esteja disponível em algumas bancas de jornais , tanto na Espanha como no exterior.

EL PAÍS pede desculpas a seus leitores pelo prejuizo causado.. O diário abriu uma investigação para determinar as circunstâncias do acontecido e os erros cometidos na verificação da fotografía. Gtres Onilne é uma agência gráfica com a qual EL PAÍS trabalha há vérios anos e qur representa na España a outras agênciaa internacionais.

(Texto publicado na editoria Internacional de El Pais, traduzido pera o Bahia em Pauta)

=============================================

DEU NA COLUNA CHAME GENTE/ A TARDE

A rede britânica BBC está no Brasil desde o ano passado produzindo documentário sobre o estilo de vida da classe emergente do país. Além dos contrastes sociais, um dos destaques será o filho de Eike Batista – empresário que ficou entre os dez mais ricos do mundo da lista da Forbes de 2012.

Thor Batista, que se envolveu em um acidente que resultou na morte de um ciclista, apareceu no topo da lista da Forbes de milionários que se envolveram em escândalos no ano passado.

O jovem herdeiro de 21 anos, que foi classificado como “playboy” pela publicação, deveria responder por homicídio culposo – quando não há intenção de matar. No entanto, o processo foi recentemente suspenso pela justiça brasileira.

jan
24
Posted on 24-01-2013
Filed Under (Artigos) by vitor on 24-01-2013


Marise:”é hora do aposentado ir às ruas”

====================================================

DEU NA TRIBUNA DA BAHIA

O protesto será nessa quinta-feira (24/01), na Praça da Piedade, a partir das 9h. Promovido em parceria da CTB Bahia com a Federação das Associações de Aposentados, Pensionistas e Idosos do Estado da Bahia (Feasapeb) e a Associação de Aposentados e Pensionistas da Previdência Social Pública (Asaprev/ Casa do Aposentado).

“Essa mobilização ratifica nossa posição contrária à política que vem sendo implementada pelo governo, que penaliza os aposentados com perdas nos benefícios e o famigerado fator previdenciário, responsável por corroer os rendimentos desses que tanto contribuíram na construção das riquezas do país e agora precisam ter seus direitos respeitados”, explicou o presidente da CTB Bahia, Adilson Araújo.

A decisão de conceder reajustes reais apenas para os aposentados que ganham um salário mínimo sem recuperar as perdas inflacionárias dos que recebem acima deste valor tem feito com que as aposentadorias se aproximem, cada vez mais, ao piso do mínimo, reajustado em 9% este ano.

“Nossa expectativa é que através da pressão popular possamos sensibilizar o Congresso e a presidenta Dilma de que aposentados e pensionistas precisam ter resgatado o valor de compra dos seus benefícios”, reforçou o coordenador geral da Asaprev, Marcos Barroso.

Ele lembrou ainda que a renda deste segmento da população ajuda a sustentar famílias, nas quais filhos e netos estão desempregados.

Na Bahia a população de idosos e aposentados soma 2,2 milhões de pessoas. A falta de sensibilidade dos poderes públicos é criticada pela presidente da Feasapeb, Marise Sansão.

“Todo ano o governo promete melhorar nossas vidas, criar políticas públicas que beneficiem o segmento, mas no final sempre acabam nos passando para trás, dando reajustes míseros em nossos benefícios”, protesta.

Marise lembra que “a terrível e nociva alternativa é apelar para os empréstimos consignados”. De acordo com Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em 2011, foram concedidos, na Bahia, mais de 681 mil empréstimos, gerando um volume que ultrapassa R$ 1 bilhão.

Além de valorização dos benefícios, os idosos também cobram políticas públicas. Neste dia, a Federação também entregará um documento reivindicatório da Feasapeb à Prefeitura e Câmara Municipal de Salvador, com uma proposta de criação do hospital geriátrico e a gratuidade nos transportes públicos, aos maiores de 60 anos, conforme prevê o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003).

====================================================

Alfie, em memória de Adelmo Motta, música que ele amava.

Saudade eterna, amigo!

(Gilson Nogueira)

==================================================

O jornalista Adelmo Gomes da Motta, ex-chefe da Assessoria de Comunicação Social do Tribunal de Contas do Estado da Bahia, faleceu na madrugada de domingo, dia 13 de janeiro, no Hospital Português, aos 68 anos, de insuficiência cardíaca. O sepultamento ocorreu às 17h do mesmo dia, no Jardim da Saudade.

===========================================================


CRÔNICA
Tambores na alma

Gilson Nogueira

A vida canta, batuca e dança na Bahia. Melhor dizendo, em Salvador, a capital do berimbau. A Lavagem do Bonfim provou isso, quinta-feira passada, mais uma vez. Amém!

Com o propósito de dizer que Deus brincou de beleza quando criou o Rio de Janeiro e que fez do baiano o povo mais caloroso do mundo, inicio esse texto para informar que, nos meus 67 anos de Carnaval, jamais presenciei, no cortejo da Lavagem do Bonfim, tantos abraços, tantos beijos, tanta alegria, tanta gente feliz.

No final da tarde, depois de ter ido, a pé, agradecer ao Pai, tive o prazer de presenciar o desfile sensual de morena espetacularmente elegante no seu colant branco.

Sentei-me no meio fio e respirei fundo. Não é possível, aquela moça estava fantasiada de bunda, a bunda mais bonita que meus olhos já viram!, delirei.

E caminhei.

Perto do Edifício São Paulo, vi garis vestidos com macacões verdes fazendo da vassoura instrumento de festa e esperança. Eles limpavam o que a folia deixara para trás e fizeram-me acreditar que a Prefeitura Municipal da capital do berimbau vai dar um jeito na cidade de Oxum.

Antes de chegar em casa, mastiguei, na lembrança, o embalo da muvuca que participei em direção à Colina Sagrada, onde está a Basílica do Nosso Senhor do Bonfim.

Cansado, admirando um transatlântico deslizar saudades na Baía de Todos os Santos, dei-me recordando as festas de largo da terra onde nasci, onde os abraços e beijos eram compartilhados em total comunhão com o descompromisso.
Lembrei do Vat 69, do Broco do Jacu, do Amigos do Barão, do tempo em que a rapaziada fazia do samba oração em completo estado de encantamento. Era o ecumenismo etílico fervoroso em sintonia com a bateria da fé.
Salve Oxalá!

Termino a crônica ouvindo, no centro do meu juízo, os tambores do Muzenza dizendo-me, não há terra mais linda, não há. Axé, rapaziada!

Gilson Nogueira é jornalista, colaborador da primeira hora do BP

DEU NO IGl

A presidenta Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira, em pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão, que o Brasil tem energia suficiente para o presente e para o futuro, “sem nenhum risco de racionamento ou qualquer tipo de estrangulamento, no curto, médio ou no longo prazo”. Dilma anunciou que, a partir de amanhã, a conta de luz dos brasileiros terá uma redução de 18% para as residências e de até 32% para as indústrias, agricultura, comércio e serviços.

O corte é maior do que o anunciado em setembro do ano passado. “Com a redução de tarifas, o Brasil passa a viver uma situação especial no setor elétrico, ao mesmo tempo baixando o custo da energia e aumentando sua produção elétrica”, disse Dilma. Ela assinou hoje um decreto e uma medida provisória com os novos índices de redução das tarifas.

Segundo ela, os consumidores que são atendidos pelas concessionárias que não aderiram à prorrogação dos contratos (Companhia Energética de São Paulo – Cesp, Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig e Companhia Paranaense de Energia – Copel) também terão a conta de luz reduzida.

A presidenta criticou duramente as previsões sobre a possibilidade de racionamento de energia por causa do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas. Ela explicou que praticamente todos os anos as usinas térmicas, movidas a gás natural, óleo diesel, carvão ou biomassa, são acionadas com menor ou maior exigência para garantir o suprimento de energia do país. Segundo Dilma, isso é “usual, normal, seguro e correto”.

“Surpreende que algumas pessoas, por precipitação, desinformação ou outro motivo, tenham feito previsões sem fundamento quando os níveis dos reservatórios baixaram e as térmicas foram normalmente acionadas. Como era de se esperar, essas previsões fracassaram, o Brasil não deixou de produzir um único quilowatt que precisava. E agora, com a volta das chuvas, as térmicas voltarão a ser menos exigidas”, explicou.

A presidenta disse que o país irá dobrar em 15 anos a capacidade instalada de energia elétrica, que hoje é 121 mil megawatts. Segundo ela, no ano passado, o país colocou em operação 4 mil megawatts e 2,7 mil quilômetros de linhas de transmissão e, este ano, deve colocar mais 8,5 mil megawatts de energia e 7,5 mil quilômetros de novas linhas. “Temos contratada toda a energia que o Brasil precisa para crescer e, bem, neste e nos próximos anos”. Dilma também disse que o sistema elétrico brasileiro é um dos mais seguro do mundo porque trabalha com fontes diversas de produção de energia, o que não ocorre na maioria dos países.

Durante o pronunciamento, a presidenta também criticou os que, segundo ela, “são sempre do contra”, e não acreditavam que o governo conseguiria baixar os juros, aumentar o nível de emprego e reduzir a pobreza.

Leia matéria completa no IG

  • Arquivos