=============================================

Deu no G1 BA

A Polícia Técnica começou, na manhã desta segunda-feira (7), o trabalho de investigação no prédio da Secretaria Municipal da Educação de Salvador, que pegou fogo na noite de quinta-feira (3). Mesmo com 70% da estrutura destruída, o secretário municipal da Educação, João Bacelar, informou em entrevista coletiva realizada na manhã desta segunda que o calendário de matrículas está mantido.

O gestor da pasta afirmou que foram criadas mais duas mil vagas para matrículas, totalizando 180 mil vagas distribuídas entre as 435 escolas da rede municipal. Segundo a Secretaria, desde o dia 26 de dezembro, os alunos que já pertencem à rede começaram a se matricular.

Prejuízos

Apesar da estimativa de destruição de 70% do prédio da Secretaria Municipal da Educação após um forte incêndio, João Carlos Bacelar, responsável pela pasta, disse que a totalidade do arquivo e maior parte dos documentos recentes vão ser recuperados. Em conversa com o G1 BA na sexta-feira (4), o secretário explicou que a causa do fogo só será investigada depois do trabalho de rescaldo, que é monitorado pelo Corpo de Bombeiros – pela manhã, pequenas chamas ainda eram controladas.

“Até o dia 31 de dezembro de 2011, não se perdeu nada, o nosso arquivo funciona em anexo. De 2012, recuperamos, através de backup, 50% da documentação. Os demais 50% são passíveis de recuperação total, porque está tudo arquivado eletronicamente, as notas fiscais, os relatórios, as prestações de contas do Fundo Nacional para Desenvolvimento da Educação. Instituimos uma comissão que está fazendo este processo [de recuperação]”, disse, ao ser questionado sobre os prejuízos.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos