jan
03
Postado em 03-01-2013
Arquivado em (Artigos) por vitor em 03-01-2013 13:50


Do site Midia Mundo, postado esta quinta-feira, 3, pela jornalista Larissa Oliveira, editora do portal Metro1(BA):O Correio* exagerou na cobertura do primeiro dia do prefeito-acionista.Retuitado por Thiago (Manuca) http://b

Política e jornalismo são realidades que não devem ser misturadas no liquidificador.

O novo prefeito de Salvador é ACM Neto, da família Magalhães, acionista do jornal Correio* (Salvador, BA). Uma situação encontrada em outras cidades do Norte e Nordeste como São Luís, onde os Sarney governam o Estado e controlam o jornal de referência.

Quando um acionista – ou familiar – vai para o executivo, o mínimo que a empresa deve fazer é um código de ética e um conselho de leitores que exija seu cumprimento à risca.

A capa de hoje do Correio* acende a luz amarela nessa relação. O pior que pode ocorrer ao líder baiano é ser chamado de diário oficial.
Postado por Eduardo Tessler às 12:44

Be Sociable, Share!

Comentários

rosa luiza on 4 Janeiro, 2013 at 10:15 #

acho interessante que ninguém está fazendo comentários sobre os secretários ficha suja, quando o nanoprefeito anuncia com a boca grande que só haverá ficha limpa no seu governo. do correio, o que esperar?


Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos