A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou na noite desta terça-feira (1º), no horário local, a legislação destinada a anular os efeitos do “abismo fiscal”. Com 257 votos a favor e 167 contra, os deputados aprovaram o projeto que mantém cortes de impostos para a classe média e o aumento das taxas sobre os mais ricos.

O acordo já havia sido aprovado pelos senadores na madrugada de terça. O prejeto, agora, segue para sanção do presidente Barack Obama. A medida ainda adiou por dois meses os drásticos cortes nos gastos públicos que haviam sido acordados em 2011.

‘Sem demora’

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta terça-feira (1º) que a Câmara dos Deputados do país seguisse a liderança do Senado e aprovasse um acordo sobre o “abismo fiscal”, a fim de estender os cortes de impostos para a classe média e elevar as taxas sobre os mais ricos.

“Embora nem democratas nem republicanos tenham conseguido tudo o que queriam, este acordo é a coisa certa a se fazer para nosso país e a Câmara deve aprová-lo sem atraso”, disse Obama em uma comunicado após o Senado ter aprovado a legislação por ampla maioria.
saiba mais

“Há mais trabalho a se fazer para reduzir nossos déficits, e estou disposto a fazê-lo. Mas o acordo desta noite nos garante que, ao ir para frente, vamos continuar a reduzir o déficit através de uma combinação de novos cortes de gastos e novas receitas dos norte-americanos mais ricos”, disse Obama.

Leia integra no Globo.com

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos