dez
24
Postado em 24-12-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 24-12-2012 18:27

===============================================

CRÔNICA

Natal de Anjos e Vampiros

Maria Aparecida Torneros

O ano , como sempre, correu, célere. Um 2012 digno de 12 apóstolos de Cristo, mesmo. Pra que se renovem evangelhos e testemunhos de um mundo conturbado, ou pior, desequilibrado, onde Vampiros são o sucesso de livros, noticiários e filmes, temperados a sangue e mistérios. Quanto aos Anjos, eles devem estar por aí, um tanto ou quanto acuados, entoando cânticos de Paz, abençoando legiões de criaturas que fazem o Bem, sem dizer por que e nem mostrar a quem. O Natal chegou de novo no Planeta que é tsunamizado, furacanizado, esprimido entre idéias e ambições, injustiças, ódios e tentativas vãs de desarmamento e sustentabilidade.

Políticas partidárias ou políticas sociais, pouco importa, há tanto desamor no meio delas, que é possível sentir cheiro de corrupção e descaso a cada esquina de pensamento mais lúcido. Melhor recorrer aos Vampiros, todavia, diriam os jovens aficcionados em Crepúsculo e Hobbit, mergulhar-se até a raiz dos cabelos em histórias irreais que no fundo, como a tal lenda cristã, traduzem a velha briga de poder entre Amor e Desprezo.

Para o fundo do poço, sugadas pelo pescoço, vão aqueles que dependem de comandantes em suas vidas econômicas, pessoinhas que trabalham ou trabalharam toda a vida, de acordo com as leis vigentes, mas que hoje são estorvo aos lucros quase incessantes de banqueiros americanos ou europeus, talvez capitalistas dos emirados, ou mesmo, especuladores de corporativismos do jogo proibido, dos mercados paralelos de dinheiros mal lavados, máfias de máquinas experts em fazer girar capital ilícito , o mesmo que compra e vende executivos, em poderes também paralelos, em tráfico de criaturas cuja luz se acende quando são lembradas como números em painel artificial, que ainda chamamos Vida.

O Anjos dos tempos de Cristo, aqueles que se fizeram coral de vozes maviosas, nossa, estão cansadinhos, decerto, e meio perdidos, por verificarem que os tais Homens de Boa Vontade, aos que pregam Paz, andam escassos ou desiludidos.

Quanto a mim, pessoalmente, passarei meu primeiro Natal sem Pão, já que ontem, o cardiologista, tendo visto exames de um sangue também vampirizado pela perplexidade diante de um mundo assim, achou melhor que durante três longos meses, eu me abstenha de coisas assim..Pão, manteiga, azeite, etc…mas coma frutas e legumes, carnes magras, etc.

Melhor que eu me acostume e seja positivo este jejum recomendado. Exceção, talvez, uma rabanadinha na casa da minha mãe, na noite de Natal, e um copo de vinho tinto pelo menos, para brindar com a família a mesma esperança, aquela que a gente renova ao chamar o Espírito Natalino, e, por segundos, a fantasia de um mundo melhor, surge no sorriso compartilhado, na figura do Deus Menino, que se torna Luz, a despeito dos Vampiros capitalistas e com a ajuda dos Anjos ressurgentes! Por tudo isso e um pouco mais, não custa nada desejar Feliz Natal e sonhar com milagres!

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Cida. Amiga e colaboradora da primeira hora do BP.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2012
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31