dez
24
Posted on 24-12-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 24-12-2012

===============================================

CRÔNICA

Natal de Anjos e Vampiros

Maria Aparecida Torneros

O ano , como sempre, correu, célere. Um 2012 digno de 12 apóstolos de Cristo, mesmo. Pra que se renovem evangelhos e testemunhos de um mundo conturbado, ou pior, desequilibrado, onde Vampiros são o sucesso de livros, noticiários e filmes, temperados a sangue e mistérios. Quanto aos Anjos, eles devem estar por aí, um tanto ou quanto acuados, entoando cânticos de Paz, abençoando legiões de criaturas que fazem o Bem, sem dizer por que e nem mostrar a quem. O Natal chegou de novo no Planeta que é tsunamizado, furacanizado, esprimido entre idéias e ambições, injustiças, ódios e tentativas vãs de desarmamento e sustentabilidade.

Políticas partidárias ou políticas sociais, pouco importa, há tanto desamor no meio delas, que é possível sentir cheiro de corrupção e descaso a cada esquina de pensamento mais lúcido. Melhor recorrer aos Vampiros, todavia, diriam os jovens aficcionados em Crepúsculo e Hobbit, mergulhar-se até a raiz dos cabelos em histórias irreais que no fundo, como a tal lenda cristã, traduzem a velha briga de poder entre Amor e Desprezo.

Para o fundo do poço, sugadas pelo pescoço, vão aqueles que dependem de comandantes em suas vidas econômicas, pessoinhas que trabalham ou trabalharam toda a vida, de acordo com as leis vigentes, mas que hoje são estorvo aos lucros quase incessantes de banqueiros americanos ou europeus, talvez capitalistas dos emirados, ou mesmo, especuladores de corporativismos do jogo proibido, dos mercados paralelos de dinheiros mal lavados, máfias de máquinas experts em fazer girar capital ilícito , o mesmo que compra e vende executivos, em poderes também paralelos, em tráfico de criaturas cuja luz se acende quando são lembradas como números em painel artificial, que ainda chamamos Vida.

O Anjos dos tempos de Cristo, aqueles que se fizeram coral de vozes maviosas, nossa, estão cansadinhos, decerto, e meio perdidos, por verificarem que os tais Homens de Boa Vontade, aos que pregam Paz, andam escassos ou desiludidos.

Quanto a mim, pessoalmente, passarei meu primeiro Natal sem Pão, já que ontem, o cardiologista, tendo visto exames de um sangue também vampirizado pela perplexidade diante de um mundo assim, achou melhor que durante três longos meses, eu me abstenha de coisas assim..Pão, manteiga, azeite, etc…mas coma frutas e legumes, carnes magras, etc.

Melhor que eu me acostume e seja positivo este jejum recomendado. Exceção, talvez, uma rabanadinha na casa da minha mãe, na noite de Natal, e um copo de vinho tinto pelo menos, para brindar com a família a mesma esperança, aquela que a gente renova ao chamar o Espírito Natalino, e, por segundos, a fantasia de um mundo melhor, surge no sorriso compartilhado, na figura do Deus Menino, que se torna Luz, a despeito dos Vampiros capitalistas e com a ajuda dos Anjos ressurgentes! Por tudo isso e um pouco mais, não custa nada desejar Feliz Natal e sonhar com milagres!

Cida Torneros, jornalista e escritora, mora no Rio de Janeiro, onde edita o Blog da Cida. Amiga e colaboradora da primeira hora do BP.

dez
24
Posted on 24-12-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 24-12-2012

DEU NO IG

O governo anunciou nesta segunda-feira reajuste de 9% no salário mínimo de 2013, que passará a valer R$ 678, informou a Presidência da República. O decreto assinado pela presidente Dilma Rousseff será publicado na edição de quarta-feira do Diário Oficial da União. Hoje o salário mínimo está em R$ 622.

O novo valor é maior do que o previsto na proposta orçamentária para 2013, que é de R$ 674,96. “É um bom anúncio de Natal para o trabalhador, reconhecendo o esforço de todos os trabalhadores para os resultados que o País teve nesse ano”, disse a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que esteve reunia mais cedo com Dilma no Palácio do Planalto.

(com AE)

dez
24
Posted on 24-12-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 24-12-2012

Envolvido em um conflito com o Poder Legislativo em torno do mensalão , o Supremo Tribunal Federal leva vantagem na batalha pela opinião pública. Pesquisa Ibope mostra que o STF tem um índice de confiança entre a população maior do que o do Congresso Nacional: 54 a 35, numa escala que vai a 100.

Marco Maia e Joaquim Barbosa , presidentes da Câmara dos Deputados e do STF, respectivamente, estão em campos opostos desde que o plenário do tribunal decidiu cassar os mandatos dos deputados federais condenados no processo do mensalão.

Maia reagiu à sentença e, na semana passada, afirmou que só o Legislativo tem a prerrogativa de cassar seus próprios integrantes, o que causou o impasse.

Comparando-se aos 83 pontos do Corpo de Bombeiros – sempre a instituição mais bem avaliada pela população -, nem o Supremo nem o Congresso estão especialmente bem aos olhos do público. Mas os 19 pontos de vantagem dos ministros de toga em relação aos congressistas estão além de qualquer margem de erro.

Evolução

É a primeira vez que o Ibope mede o índice de confiança no STF, e não há como saber se ele cresceu ou diminuiu durante os 136 dias do julgamento do mensalão, nos quais o tribunal esteve em evidência nos meios de comunicação. Mas uma pista é dada pela evolução da confiança no Judiciário.

Entre junho e dezembro, o índice oscilou de 53 para 47 pontos. Os brasileiros estão mais confiantes no Supremo (54) do que na Justiça (47) de modo geral. Há diferenças, porém, do grau de confiança no STF entre os brasileiros.

Os mais confiantes são os mais ricos (60 pontos entre quem tem renda familiar superior a 10 salários mínimos), os moradores das regiões norte e centro-oeste (60 pontos) e os com 50 anos ou mais de idade (56 pontos).

Impopular

Das sete instituições pesquisadas pelo Ibope em dezembro, o Congresso foi a que inspirou menos confiança na população. Seu índice de 35 pontos é inferior aos 40 da polícia, aos 54 do sistema eleitoral e aos 60 dos meios de comunicação, por exemplo.

Em junho, o Ibope pesquisou um número maior de instituições, e o Congresso ficou em penúltimo lugar, à frente apenas dos partidos políticos: bateu 36 pontos contra 29. Se serve de consolo, nesses seis meses a desconfiança da população em relação aos parlamentares manteve-se estável.

Se o Supremo bate o Congresso aos olhos do público, ambos perdem para o chefe do Executivo federal. Em junho, a Presidência da República chegou a 63 pontos de confiança, enquanto o governo ficou 10 pontos abaixo.

O Ibope não avaliou a Presidência nem o governo federal na mesma pesquisa que analisou o STF e o Congresso em dezembro. Mas outra sondagem feita no mesmo período também pelo Ibope mostra que a confiança da população em Dilma Rousseff é maior do que nos outros dois Poderes: 73% dizem que confiam na presidente, mesma taxa obtida em setembro.

=====================================

“White Christmas”: Uma das mais belas e expressivas canções natalinas de todos os tempos, interpretada como ninguém por Frank Sinatra. CONFIRA!!!

FELIZ NATAL

(Vitor Hugo Soares)

==================================================

Aos anjos da América

Gilson Nogueira

Sobre a cabeça contei seis possantes aviões cruzando, ao mesmo tempo, o céu azul da cidade de Charlotte, na Carolina do Norte. Os passaros de aço deixavam para tras rastros alvos de vapor, como se fossem estes riscos de giz no quadro de uma sala de aula.

De pescoço para o alto feito galo cantador lembrei, no ato, da última tragédia americana, mais uma, na qual foram assassinadas, a tiros, duas dezenas de criancas e também mortos alguns adultos por um monstro de cabeca, corpo e membros que inventaram chamar de humano.

Ao chegar aos Estados Unidos, no dia posterior ao inimaginavel episódio que fez o mundo inteiro chorar, mais uma vez, lágrimas de dor, a ponto de haver sido instalado, pela repulsa a ação hedionda e pelo sofrimento, uma especie de luto oficial sem precisar de decreto, senti, na grandeza dessa nação que assusta pelo gigantismo de sua economia e do seu poderio bélico, paralelo ao espetacular exemplo de seu povo de amor a sua bandeira, o silêncio liquido gigantesco no olhar de cada americano e americana, apesar de Dean Martin, Tony Bennett, Frank Sinatra, Nat King Cole, e outros astros da musica, na tv, na internet, nas radios, lembrarem o Natal.

Pois é, o pranto tem cor, pensei, e é azul, vermelho e branco. Assim, uni minhas indisfarçadas lágrimas em verde e amarelo ao adeus e flores endereçados aos anjos da América que nos deixaram sem um pedaço do nosso coração.

Foi duro DEMAIS!

Hoje, no céu da cidade de Charlotte, de novo, da janela de uma camionete dirigida por uma de minhas filhas, avistei uma cruz sobre o fundo azul do infinito. Eram, novamente, rastros de boeings que cruzavam o espaço da terra que também gosta de Bossa Nova e que escreviam mais perto de Deus o simbolo cristão na sepultura do Infinito, onde os anjinhos americanos terao para sempre A Companhia de Deus.

Gilson Nogueira, jornalista baiano e cidadão do mundo, é amigo e colaborado da primeira hora do BP.


===============================================

Caros amigos,

Feliz Natal! E a receita de Drummond para belo 2013!

Marcia Dourado

Receita de Ano Novo

Carlos Drummond de Andrade

Para você ganhar belíssimo Ano Novo

cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,

Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido

(mal vivido talvez ou sem sentido)

para você ganhar um ano não apenas pintado de novo,

remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;

novo até no coração das coisas menos percebidas

(a começar pelo seu interior) novo, espontâneo,

que de tão perfeito nem se nota,

mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende, se trabalha,

você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,

não precisa expedir nem receber mensagens

(planta recebe mensagens? passa telegramas?)

Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta.

Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumidas

nem parvamente acreditar que por decreto de esperança

a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade,

recompensa, justiça entre os homens e as nações,

liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,

direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome,

você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo,

eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.

É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.

dez
24
Posted on 24-12-2012
Filed Under (Artigos) by vitor on 24-12-2012


=========================================
Humberto, hoje, no Jornal do Comércio (Recife-PE)

====================================

Obra prima da música natalina brasileira, composta em 1933 pelo baiano de Santo Amaro da Purificação , Assis Valente, e lindamente interpretada pela conterrânea Maria Bethânia.

FELIZ NATAL A TODOS

(Vitor Hugo Soares)

Boas Festas

Musica: Assis Valente

Voz: Maria bethania

Boas Festas-Assis Valente
Anoiteceu, o sino gemeu
E a gente ficou feliz a rezar
Papai Noel, vê se você tem
A felicidade pra você me dar
Eu pensei que todo mundo
Fosse filho de Papai Noel
E assim felicidade
Eu pensei que fosse uma
Brincadeira de papel
Já faz tempo que eu pedi
Mas o meu Papai Noel não vem
Com certeza já morreu
Ou então felicidade
É brinquedo que não tem

==========================================

OPINIÃO POLÍTICA

Sucessão antecipada

Ivan de Carvalho

O ano de 2012 ainda não acabou, mas foi notória em dezembro uma intensificação da disposição do meio político para cuidar das eleições presidenciais que serão realizadas – salvo gravíssimos acidentes de percurso não exclusivos do Brasil – no último trimestre de 2014.

Sobre tais acidentes, não vamos, neste momento, fazer desvio para ficar discorrendo sobre hipóteses de colapso financeiro (e econômico) global, tempestades solares, guerras, frios, calores, grandes terremotos, maremotos, vulcões, pedregulhos do espaço e outros contratempos. Ressalvamos apenas que coisas assim continuam em pauta.

Voltemos, portanto, à sucessão presidencial, temática bem mais branda, ainda que reconhecidamente braba. Nos primeiros dias de dezembro, o ex-presidente FHC, autonomeado Oráculo de Delfos dos tucanos, disse que, na sua opinião, o senador e ex-governador mineiro Aécio Neves deve se lançar logo candidato a presidente da República.

FHC ensinou ao neto de Tancredo Neves que essa coisa de não se lançar candidato, não se declarar, na expectativa de que assim evitaria o desgaste (porque se tornaria alvo dos adversários) é um raciocínio incorreto. Ficou implícito que FHC acha incorreto porque, de qualquer maneira, os adversários já sabem que Aécio quer se viabilizar como candidato e estarão cuidando de desgastá-lo desde logo, numa estratégia preventiva. Então deveria Aécio fazer os contatos iniciais indispensáveis e imediatamente botar o bloco na rua.

Reforçando um pouco a idéia de FHC, há a circunstância, aproveitável por Aécio, de que o PT – o adversário principal – vive maus momentos, por causa do julgamento do Mensalão, com numerosas e severas condenações e com desdobramentos ainda a ocorrerem que podem aumentar muito o desgaste. O PT sabe disso e ensaia “caravanas” e manifestações de “protesto” ou de “solidariedade”, restando explicitar claramente contra o que se protestará e a que se dará solidariedade.

O ex-presidente Lula, que se declara apressado para sair em “caravanas”, como o fez no passado – quando a tática deu certo, mas as inspirações eram totalmente diversas das atuais – está em profundo inferno astral. Causas disso são o julgamento do Mensalão – ainda que não figure ele no processo, que, no entanto, envolve figuras do mais alto escalão do governo dele e de seu partido – e esse Caso Rosemary, que dispensa mais apresentações.

As caravanas de Lula, as manifestações sugeridas por José Dirceu e as convocações do presidente do PT, Rui Falcão, dos “internautas” – entenda-se, militância petista – para a “luta” integram o conjunto de esforços possíveis para sair do inferno. Lula, em pesquisas, continua com alta popularidade, mas já significativamente menor do que quando deixou o governo. Ele seria a alternativa petista para a candidatura à reeleição de Dilma Rousseff.

Ela está muito bem situada em termos de popularidade, mas seu governo não está apresentando resultados objetivos satisfatórios, tudo atrasa, o Produto Interno Bruto teve crescimento quase nulo no terceiro trimestre, já não está sendo possível driblar a crise financeira e econômica global. Quanto tempo permanecerá lá em cima a popularidade da presidente, nessa conjuntura? Acaba de ganhar, no entanto, a reafirmação – muito enfática – do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente do PSB, de que a legenda apoiará a candidatura dela à reeleição. Aécio Neves estava tentando uma aproximação com Eduardo Campos e seu PSB.
Bem, Marina Silva, a ex-senadora e ex-ministra rebelde de Lula, ex-petista rebelde e ex-candidata a presidente pelo PV em 2010 (teve 20 por cento dos votos no primeiro turno) faz consultas intensas e deve decidir até o fim de janeiro se tenta criar um novo partido (ela saiu do PV) para ser novamente candidata a presidente em 2014. É um dado a mais na equação.

  • Arquivos

  • dezembro 2012
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31