dez
23
Postado em 23-12-2012
Arquivado em (Artigos) por vitor em 23-12-2012 20:44


=================================================

DEU NO JORNAL “PÚBLICO”, DE PORTUGAL

O escritor, poeta, ensaísta e jornalista brasileiro Lêdo Ivo morreu este domingo em Sevilha, onde estava de férias, na sequência de um enfarte do miocárdio. Tinha 88 anos.

Segundo informações de familiares, Lêdo Ivo sentiu-se mal quando comia num restaurante, tendo seguido até ao hotel, onde recebeu tratamento médico, mas acabou por falecer antes mesmo de seguir para o hospital.

Segundo os familiares, o escritor, membro da Academia Brasileira de Letras, conhecido essencialmente como poeta, iria passar o Natal em Espanha, na companhia de alguns familiares, entre eles o filho e artista plástico Gonçalo Ivo. O escritor será cremado em Espanha, sendo as suas cinzas transladadas, no início do próximo ano, para o Brasil, onde se prevê que receberá homenagens no Rio de Janeiro e Maceió, onde nasceu.

A presidente da Academia Brasileira de Letras Ana Maria Machado lamentou a morte do escritor, descrevendo-o como um “poeta e ficcionista versátil, de obra variada, que abarcava vários géneros.” A escritora disse também que no próximo dia 10 de Janeiro terá lugar uma sessão extraordinária na academia, à porta fechada, na qual os restantes membros vão recordar o poeta. “Como poeta, ele foi um representante significativo da chamada Geração de 45, momento em que o modernismo brasileiro procurou voltar a formas poéticas fixas e se afastar da linguagem coloquial. Ele dominava muito bem o artesanato do poema”, disse a presidente, citada pelo jornal brasileiro Folha de São Paulo.

Segundo a agência de noticias espanhola EFE, Ivo defendia um modelo de poesia comprometido com o indivíduo e com a sociedade. O poeta moderno, segundo Ivo, dever-se-ia interessar pelo mundo de hoje e pela experiência pessoal vivida, ao invés de se concentrar em poemas sobre a criação poética. Amante do soneto e dos versos longos, tinha o americano T.S. Eliot como uma grande referência.

Lêdo Ivo nasceu em 1924, em Maceió, tendo-se estreado na literatura em 1944 com o livro de poesia As Imaginações e no ano seguinte com Ode e Elegia. Entre as suas obras mais conhecidas encontramos Ninho de Cobras, A Noite Misteriosa, A Ética da Aventura e Confissões de Um Poeta. As suas obras estão traduzidas em inglês, espanhol, francês e italiano, entre outras línguas.

Be Sociable, Share!
Deixe um comentário
Name:
Email:
Website:
Comments:

  • Arquivos

  • dezembro 2012
    S T Q Q S S D
    « nov   jan »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31